Amor proibido ( Professor e aluno)



O amor já esta no ar aqui no blog Watashi no Sekai, ainda faltam 16 dias para o Dia dos Namorados, mas aqui já começamos a entrar no clima. Para abrir as postagens de casais apaixonados, eu resolvi trazer de primeiro os nossos casais com seus amores proibidos entre professores e alunos, alguém aí que gosta muito desse tipo de história?
Bem, eu já havia dito em uma postagem de mangá que eu particularmente nunca tive atração por caras mais velhos, então nunca tive queda por professor ou algo assim, mas nada é impossível, é isso que acredito. Contudo, eu amo essas histórias, acho que eu gosto do gostinho de perigo algo assim. Pensando nessa postagem, me vieram vários casais fofos (que só de pensar meu coração faz Doki Doki) então, vamos lá conhecer alguns desses casais queridos por mim.


Yuni Kururugi e Haruka Sakurai, do mangá “Kinkyori Renai”, este, que eu tive que colocar aqui como primeiro casal, é de um mangá que ninguém traduziu aqui no Brasil (que eu saiba), mas foi através do Live-action que fiquei sabendo de sua existência e, imagina, eu quase morri quando vi o Trailer, é uma pena que a história não correu como eu esperava no Live. Entretanto eu dei aquela foliada no mangá e, O.M.G., que mangá perfeito, que história mais linda e fofa, eu quero ele para ontem, alguém traduza, por favor. Eu ainda não falei sobre o live dele, mas, em breve, vou falar.
Yuni, ela não gostava do professor no começo, porque ela não se dava bem com a matéria de língua inglesa, que era a dele, mesmo ela sendo muito inteligente, era a única matéria que ela sempre falhava. Ela bateu de frente com ele várias vezes por achar uma afronta as suas notas baixas que recebia, mas, aos poucos, nas aulas particulares de recuperação, ela acabou caindo no amor.

Kyaaaaaa <3 <3 <3
O que mais me deixou louca foi o quanto a menina séria e na dela foi astuta e corajosa quando na hora da aula se esconde debaixo da mesa do professor e, quando ele percebe que ela está lá, ela escreve sua declaração no caderno e ai ele derruba a caneta de propósito para abaixar e a dar um beijo, eu quase não morri com essa cena (cliquei replay um monte de vezes). E claro que, mesmo com tudo isso, eles passaram por altos e baixos, ele, como professor, começou a evitá-la e teve todos aqueles problemas da parte o coração, mas esse casal foi um dos meus favoritos.

www
Michi Hirose (professora de 26 anos) e Hikaru Kurosawa (aluno de 17 anos), do dorama “Majo no Jouken”, este foi o primeiro dorama e é o único até agora que achei neste “estilo” e, por sinal, é bem antigo o que me deixou mais surpresa ainda. Eu tenho um amor incondicional por ele mesmo sendo antigo, porque era o único que tratava disso até ter saído o live-action de “Kinkyori Renai”. Eu desejo muito que tenha um remake, porque essa história é perfeita e merece, com gosto, algo inovador.


Ainda não falei do dorama dele, mas espero que logo fale, mas, como posso dizer, aqui está uma relação intensa, a Michi estava para ficar noiva de seu namorado e estava começando agora sua carreira como professora, mas algo não estava certo, pois ela estava apenas seguindo a vida que seu pai traçou para ela. De certa forma, ela estava frustrada, não que ela não gostasse de ser professora, mas quem gosta de andar conforme outra pessoa determinou? Aposto que ninguém. Hikaru, ele era bem rebelde e havia sido expulso de várias escolas, quando ela o conheceu, nunca imaginou que ia se apaixonar por seu aluno. Ele foi quem a levou a se livrar de sua frustração e, para ele, era a primeira vez que alguém que não fosse sua mãe mostrou se importar com ele sem olhar para seu status (filho de diretora de hospital), em sequência, rapidamente, ambos caíram de amor um pelo outro.


Fumino Kaji (Aluna de 16 anos) e Kazuma Ojiro (professor de 24 anos), do mangá “Faster Than a Kiss”, esse foi um dos meus primeiros mangás online, é uma das histórias de relacionamento de professor e aluno mais amorzinho que já li. Fumi e seu irmãozinho (quatro anos) são órfãos e moravam com parentes, cansada de ficar de um lado para outro à casa de parentes, resolve abandonar a escola e trabalhar para sustentar seu irmão. Um de seus professores a encontra e tenta convencê-la a voltar a escola, então, brincando, Fumi fala para ele casar com ela, então ele aceita e os leva para sua casa. O que achei muito amorzinho é que é obvio que nenhum dos dois sentia nada um pelo outro, porém ele resolveu ajudar os dois que estavam desamparados.


Quando chegou em casa ela achava que ele estava levando a serio o casamento, porém, como ela era menor de idade, ele apenas fez alguns acordos com ela sobre como seria o relacionamento entre eles.  Mais tarde, aos poucos, é claro que ambos se apaixonaram, e muitas lutas vieram. Ela e seu irmão foram embora, o Kazuma quase enlouqueceu, ambos lutaram muito pelo que sentiam, Kazuma se segurou muito para conter seu amor e não tocá-la ( ele tentou só não conseguiu), mais mesmo assim foi um amor muito puro. Amo demais esses dois.


Eu poderia ficar o dia todo falando desse tipo de casal, porque amo muito e tem um bocado que ainda não terminei de ler, que ainda está em lançamento, mas quero citar alguns casais que já vi por ai (em mangás, anime e dorama): Murao e Takana, do mangá “Aoharuride”, ela gostava dele há muito tempo, mas, embora às vezes ele a dava esperança logo a evitava, não porque não gostava dela, mas porque respeitava sua profissão, embora esse amor não tenha ido longe, foi fofo de ver ( ainda não terminei o mangá, veremos); Ayane Yano e Kazuichi Arai “Pin”, do mangá “Kimi no Todoki”, eu, desde o começo, achei que ambos tinham uma química mesmo o Pin sendo um pouco idiota, pode ser coisa da minha cabeça, mas acho que ambos gostam um do outro embora talvez seja só a Yano que goste e o Pin só está sendo idiota mesmo, não sei, mas shippo os dois; Rika Sasaki e Yoshiyuki Terada, do mangá “Sakura Cardcaptor”, embora no anime só mostre que Rika é apaixonada pelo professor, no mangá mostra claramente que ambos têm um caso, choque, porque ela é bem novinha, mas é bem madura para sua idade, mas achei fofo; Não posso esquecer também que os pais da Sakura eram professor e aluna, queria muito uma mangá contando a historia dos dois; Yamaguchi Kumiko e Sawada Shin, do mangá “Gakusen”,  no mangá e no dorama Shin parece ter um interesse especial pela professora Kumiko, porém só no mangá, quase pro final, que ele fala de seus sentimentos diretamente, como ainda não li tudo, não sei, mas eles dois são cool juntos; Meiko e Namura, do mangá “Marmaledo Boy”, este casal sofreu bastante, mas venceram tudo, até a eles mesmos para ficarem juntos, achei muito lindo.

Eu poderia continuar aqui citando até encher páginas e mais paginas, mas, por enquanto, falarei apenas desses, e ai, o que acham? Vocês gostam desse tipo de história? Qual é a história desse tipo que mais gostam? O que acham sobre esse tipo de relacionamento?  Se vocês gostam, posso indicar muitos mangás desse estilo, se vocês quiserem, falem ai e em breve faço uma lista de indicação de mangás de amores proibidos entre professor e aluno, ok?

4 comentários:

  1. Nhaaaaaaaaaaa dois dos meus casais favoritos. O casal de Kimi no todoke foi muito fofo também ♥♥ Faster than a Kiss foi o meu primeiro mangá shoujo e é um dos meus favoritos <3 amei esse post.

    http://www.donab.net/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serio mesmo ? e muito fofo este mangá né? Faster than a kiss <3 e Kimi no todoki eu gosto muito deste casal eles tabem são um dos meus casais favoritos <3

      Excluir
    2. O Mangá Faster Than a Kiss e muito amorzinho <3 e Kimi no todoki tbm é... um dos meus casais favoritos <3

      Kissu

      Excluir