Playlist - Músicas que mais gostei de ouvir em 2016


O Ano está quase acabando, e eu estava aqui pensando, eu tenho que gritar para o mundo quais foram as músicas que mais fizeram parte da minha vida esse ano. Eu já devo ter falado delas algum dia durante esse tempo, e sei que toda semana está saindo uma playlist (confesso que um pouco é preguiça de fazer um conteúdo mais trabalhoso, mas juro que é mais falta de tempo) mas estamos no fim do ano e estou tão envolvida com a música neste momento, que não estou conseguindo ignorar, eu preciso compartilhar isso com todos, afinal eu sou alguém muito movida a música.

Para começar, a música que eu mais ouvi de dezembro de 2015 ao ano inteiro de 2016 foi “No 1” da cantora Nishino Kana, mas eu gosto da versão cover, feito por Kobasolo & Lefty Hand Cream, talvez nem seja tanta a música, mais sim a voz da Lefty Hand que é tão meiga que deixa a música inesquecível. Já falei dessa dupla de cover (veja aqui). Escutei essa música muito, muito mesmo. “Porque baby, você é meu número 1. E você é o único. Seu sorriso, seu olhar, todas as coisas fazem meu coração bater forte. Te quero tanto que até dá medo destes sentimentos imparáveis”.
<


“I” da cantora Taeyeon, primeiro tenho que dizer que a letra desta música fala muito comigo, este é motivo por eu ter me apaixonado profundamente por ela. Segundo, que mulher mais linda essa Taeyeon, sério, fiquei fascinada com tamanha beleza. “O céu que derrama luz eu estou sob ele, e voo como se estivesse sonhando. Minha vida é linda.... Uma borboleta antes de coar as pessoas não conhece, elas não veem em suas asas. O novo mundo que você conheceu pode ser cruel. Mas garota forte, você sabe que nasceu para voar, as lagrimas que você chorou, toda a dor que você sentiu foi para prepara-la, borboleta, para o dia de você voar ainda mais alto o mundo vai vê-la logo”.

“UR” da cantora Taeyeon, como posso dizer, essa música tem uma letra tão meiga e apaixonada, como eu vivi e vivo os sentimentos da música, ela se tornou extremamente especial. “Você é como uma luz, depois do termino da chuva, você surge no meu coração assim”.

“Arigatou Forever” quem canta é a minha diva maravilhosa, Mariya Nishiuchi, um dia desses ainda falo sobre ela aqui no blog. Essa música (suspiro) foi algo que encontrei por acaso e simplesmente virou paixão à primeira escutada, quando percebi eu já estava ouvindo ela umas mil vezes, Mariya tem uma voz tão maravilhosa e expressa os sentimentos da música com perfeição, quando escutei nem sabia a letra e eu já sentia uma conexão, eu sempre fico emocionada quando a escuto, (sou boba não?). Obrigado que meu coração sempre seja cheio até a borda com este sentimento, eu sei que vou ser capaz de superar o medo e a tristeza e os grandes obstáculos. O momento em que pude te conhecer foi como um milagre. Eu quero te dizer obrigado”.

“Save-me” também é uma música que a diva Mariya Nishiuchi canta, essa música tão desesperada me emociona muito, acho que se existe algo que não conseguimos nos livrar tão facilmente, da solidão ou da tristeza, elas nos pegam tão sorrateiramente. Nossa, Mariya trasborda sentimentos mais uma vez, porque eu também não consigo evitar esses sentimentos, essa música virou uma espécie de verdade que eu não consigo pôr em palavras as vezes, como posso não amá-la. “Emoções transbordam como tristeza transborda. Save-me Salve-me. Eu quero fazer as pazes com meu coração, em outras palavras. Save-me Salve-me. Então, por favor me diga como amar, onde é que o verdadeiro amor existe? ”

“Koi Ni Ochite” música da cantora Fujita Maiko, uma das trilhas sonoras do anime “Hiiro No Kakera” (anime que amo), essa música marca um momento muito lindo na segunda temporada, só de lembrar da vontade de chorar. Mas não foi isso que fez eu escutar ela milhares de vez e fazer ela ser a minha favorita, mas sim sua letra maravilhosa e a doçura da sua melodia. “Apaixonar-se acontece em um momento. Quanto mais eu sei sobre você, mais eu gosto de você. Se eu segurar sua mão, você vai segurar a minha de volta, se eu te tocar, você vai me abraçar gentilmente. Só isso me basta”.

“Dress” é uma música da banda Buck-Tick, já falei dessa música milhares de vezes aqui, porque ela virou a música da minha vida. Eu gosto da versão em que o Atsushi Sakurai (vocalista da banda Buck-Tick) canta junto de uma outra banda Adingdon Boy School, conheci essa música na abertura do anime “Trinity Blood”, eu tenho uma quedona por Rock, fui atraída pelo som e depois que eu vi a letra acabei gostando mais ainda, porque a letra dizia exatamente como a minha alma tem gritado, então virou a trilha sonora da minha vida até aprendi a cantar uma boa parte dela (o engraçado da letra é que em si, gosto apenas de uma parte ). “Por que não sou como o vento, como as nuvens, eu não tenho asas para alcançar o céu... por quê? Por que não sou como as estrelas, como a lua que tudo encobre, por que não posso voar? Mergulhar na noite, ah”.

“Unravel” conheci essa música no anime “Tokyo Ghoul”, ela é cantada pela banda TK From, confesso que no começo não gostei, não foi amor à primeira escutada, entretanto quando assisti o anime, eu vi a letra, como posso dizer, havia tanta conexão dos meus sentimentos internos em meu coração, eu consegui ver que no anime e na música parecia estar falando exatamente como me sinto muitas das vezes. Então vocês sempre vão me ver ouvido ela quando eu estiver lutando contra algo. “Me diga então, diga então, como fiquei assim? Será outro alguém preso dentro de mim? Estou perdido bem perdido no mundo onde acordei. E só te vejo rir, mas por que? Eu não sei, me sinto sem forças para lutar. Não posso respirar. Não posso libertar, nem me libertar e tudo aqui parou, estou nem mortal, nem imortal. Nem caindo, nem tão de pé. Agora encontrei você. Me deixa e não adianta procurar. Se não sou visível ao seu olhar! Estou perdido no meio deste caos! ”

“Oh Baby I” música que eu conheci vendo o dorama “Full Hause”, sim era para estar na playlist de dorama, mas esqueci de por. Esta música é cantada pelo Mike D. Angelo (ele atuou como principal no dorama), eu criei um carinho tão grande por essa música que já escutei tipo mil vezes, é tão fofa e meiga que não consigo resistir a ela.

“Heartache” música da minha banda favorita de J-rock, ONE OK ROCK, vocês já devem ter reparado que eu amo essa banda né? Se não, bem eu amo seriamente <3. Eu costumo escutar todas as músicas deles o tempo inteiro, mas o motivo dessa estar aqui agora, é porque eu achei ela esse ano, e claro eu ameiiii, escutei mil vezes, me acabei de chorar escutando ela (por que eu sou dessas) enfim, ela é linda, triste e eu a amo. “Então eles dizem que o tempo leva a dor embora, mas eu ainda continuo o mesmo. E eles dizem que eu vou encontrar outra você. Isso não pode ser verdade. Por que eu não percebi? Por que eu disse mentiras? Sim, eu queria poder fazer tudo de novo voltando no tempo quando você era minha, toda minha”.

“Ai Nante” eu não sei quem cantava ela antes, mais eu amo o cover do Tegoshi Yuya, conheci mês passado (acho), já escutei o suficiente para todo mundo ao meu redor já saber cantarolar ela, Yuya expressa muito bem o sentimento da música, aprecio muito isso em um cantor, essa música é tão meiga e linda, quem liga se é um grito triste? “Você realmente me amou com todo seu coração? Eu ainda estou preocupado com isso. O lugar que eu cheguei sozinho em meus sonhos você estava lá, tremendo”.
Claro que teve muitas músicas durante o ano, mas essas foram as que mais marcaram meu kokoro este ano, quero agradecer a todos que me indicam boas músicas. Música para mim é vida, eu amo muito. Espero que gostem da minha lista e continuem me indicando músicas, por favor.

Kissu

1 comentários: