Goong ( K-Drama)


Me lembro como se fosse hoje, eu estava lendo um Manhawa (mangá coreano) chamado “Goong”, mas ainda era um projeto em andamento, eu simplesmente fiquei louca, porque eu queria mais, então foi ai que alguém me disse que tinha o dorama desse manhawa, foi o suficiente para acalmar meu kokoro.
Esse dorama não é recente, tem 10 anos que ele já foi lançando, mesmo assim acho a qualidade dele maravilhosa, é um drama muito bem feito, que conquistou minha admiração. O elenco, óbvio que eu não conhecia muitas das pessoas dele, até porque os atores eram bem novos naquela época e muitos estão bem diferentes hoje em dia.
O manhawa tem 27 volumes, infelizmente não temos ele impresso aqui no Brasil, mas tem alguns scans que estão traduzindo, eu mesma acompanho o Mangá Space, um site muito bom para se ler mangá on-line, infelizmente eles ainda estão em andamento com o volume 8.
É claro que, como sou curiosa, mesmo não entendendo nada de inglês, eu tentei ler ele. Estou ansiosa para ler cada página traduzida para que possa entender melhor, mas já tirei uma prova de quanto Goong é profunda e maravilhosa. E o que deixa mais interessante é o teor da história que envolve um mundo fictício  onde a Coréia moderna é uma monarquia constitucional e a Família Real vive em um grande Palácio, o Goong. Imagina se eu não estava curiosa para saber como seria isso no mundo de hoje logo na Coréia.

Ah, o enredo envolve uma jovem estudante de família humilde que um dia recebe a notícia que, por causa de uma promessa que o rei fez a seu avô no passado, ela está prometida ao príncipe herdeiro. Ela ficou desesperada porque nunca imaginou casar nessa idade, quanto mais com alguém que ela nem chegou a ter um relacionamento. Entretanto, sua família estava passando por vários problemas financeiros, estavam prestes até mesmo de perder a sua casa. Vendo a situação de sua família, ela resolveu sacrificar sua liberdade e aceitar entrar em um mundo desconhecido.
Por outro lado o príncipe já tinha alguém em seu coração e até mesmo tinha proposto a ela, mas sua amada o rejeitou por causa do seu próprio sonho. Sem opção alguma de dizer não a sua família, ele apenas aceitou seu destino e aceitou casar com uma estranha com seu pobre coração partido. Agora a nova princesa herdeira tem que lutar para se adaptar as boas maneiras e deveres reais e ainda ter que aprender como conviver com um marido desagradável.
(Atenção, contém spoilers)

Shi Chae-Kyung é uma estudante secundária de artes, uma menina com estilo próprio, alegre, criativa e muito amiga. Ela é muito apegada a sua família que, no momento, estava passando por muitos problemas financeiros. Ela já havia visto o  príncipe várias vezes, pois ele estuda na mesma escola, o que nos faz pensar: “o que o príncipe está fazendo em um escola de plebeus?” Mas isso é assunto pra outra hora. Foi muito difícil para ela aceitar se casar, é claro que seria o sonho de quase toda a garota poder se casar com um príncipe, até ela mesmo já teve esse sonho, mas isso era para ficar apenas no sonho, na vida real já é outra conversa.

Chae Kyung teve que sacrificar sua liberdade, seus sonhos, tudo para entrar em um mundo desconhecido e viver ao lado de alguém que já amava outra pessoa.  Ela era quase um pássaro preso em uma gaiola vivendo uma vida solitária aonde nem podia se quer ver seus pais quando quisesse, e o Príncipe  sempre rude e a tratando com indiferença. Mesmo assim, ela não baixava a cabeça, pouco a pouco, aproximando mais e mais, observando o quanto ele era solitário, até mesmo se sentindo culpada por ele não poder ficar com quem ama, quando menos ela esperava, já sentia muito mais do que podia prever.
Eu gosto muito dessa personagem, essa Princesa é como o sol, ela não se acostuma as coisas, as coisas se acostumam a ela, Chae Kyung transforma qualquer lugar triste e conquista qualquer coração por mais resistente que seja, mas também sofreu como qualquer outra que se permite amar. Ela  me fez um bocado de raiva nos últimos episódios, mas depois mostrou o quanto amadureceu e virou uma mulher capaz de ficar do lado do Príncipe.


O Príncipe Lee Shin é arrogante e frio, é difícil dizer o que ele está pensando, a  única capaz de mudar sua expressão séria é a  Min Hyo-Rin, sua suposta “amiga”  a quem propôs em casamento, mas foi rejeitado. Ele foi bem frio com a Princesa Chae Kyung no começo, mas ela era tão radiante e divertida que acabou que, de certa forma, seus dias ficaram menos entediantes, então, quando menos ele esperava, ao invés de empurrá-la  para longe, estava sempre desejando ter ela por perto. Entretanto, o seu amor por Hyo-Rin sempre deixava seu coração dividido e era nesses momentos em que ele empurrava Chae Kyung para longe.

Eu gosto do Shin, na verdade, ele tem seus motivos para ser frio e arrogante, afinal nunca foi ensinado a ser diferente, tudo para ele foi restringido, carinho de mãe e pai e ser uma criança normal. Então tudo o que restou para ele  foi solidão e se fechar nesse mundo que era mais vazio do que qualquer coisa. Foi Chae Kyung que o inspirou e ensinou a fazer coisas que nunca tinha feito, mas que isso, ela mostrou uma forma diferente de viver, conseguiu decepar a solidão que o tomava, e quebrou toda armadura que ele usava por anos, ela deu o que ele sempre desejou. Eu sofri muito com os dois e fiquei brava várias vezes também, mas eu shippei eles com o coração, porque o Shin precisava de alguém como ela na vida dele e o momento dos dois juntos era tão fofo que ai meu Deus. 

Príncipe Lee Yul, ex príncipe herdeiro, viveu por 14 anos na Inglaterra com sua mãe, ele é muito doce, amigável e gentil, quem o vê nem imagina as dores e angústias que ele carrega. Ele virou um bom amigo da princesa Chae Kyung, nos momentos solitários era ele estava sempre apoiando ela e dando concelhos, mas com essa aproximação ele acabou se apaixonando, e quanto mais ele via ela sofrer mais ele ficava ganancioso em quere-la para si. Eu gosto muito desse personagem, nossa como ele é adorável e fofo, até ele sofrendo é doce, mesmo sendo ganancioso e maldoso as vezes, você não consegue não gostar dele, fiquei com muita pena dele, meu coração até deu uma escorregadinha, eu já falei dele na postagem “ Friendzone”.



Min Hyo-Rin, ela é bailarina e a amada do príncipe, ela o rejeitou, não por não gostar dele, mas por que queria perseguir seus sonhos, mas ela se arrependeu assim que viu que já havia outra em seu lugar. Então ela começou a ficar atrás dele, e fazendo o que toda recalcada faz né, atrapalha. Eu fiquei bem brava, porque foi ela que não quis, escolheu o sonho dela ao invés dele e achou que ele esperaria ela a vida toda? Me poupe, odeio isso, uma vez que faz uma escolha, siga ela sem olhar pra atrás, não fica ai toda arrependida atrás do marido dos outros. Mas bem, o que é uma historia sem intrigas não é mesmo?( sou pouco malavada com esse tipo de personagem)
Eu amo esse dorama, os personagens, os trajes e as trilhas sonoras, tudo isso forma essa história maravilhosa, só posso dizer que é um dos meus doramas favorito, eu já assisti ele 5 vezes, porque é realmente muito gostoso de se assistir, não vejo a hora de terminar de ler o mangá e vir contar aqui para vocês aqui. Então, ele é um dorama que amo do fundo do meu kokoro, super indico.

E ai já assistiram? O que acharam? 

Gênero:    Romance, comedia, Drama,shoujo, histórico

Dorama:  24 Episodio  
Mangá:  27 volume 

Elenco

 Yoon Eun-Hye
Ju Ji-Hoon
Kim Jeong-Hoon
Song Ji-Hyo

Onde assistir

Viki ( Online )



0 comentário

Postar um comentário