Moon lovers: Scarlet heart Ryeo (K-Drama)



      Sempre fui apaixonada por doramas de épocas e quando vi várias pessoas falando tão bem desse, fiquei com muita vontade de assisti-lo, porém, por causa de uns imprevistos, só pude vê-lo recentemente. Esse dorama é fantástico em todos detalhes, no entanto, muito sofredor. Então, te aconselho a preparar o coração para assisti-lo. O que mais me atraiu, eu confesso, foi o harém reverso. Já disse mil vezes, mas eu sou louca por esse tipo de história. Pensa em um dorama com o elenco mais formidável? Só homens LINDÍSSIMOS. Fiquei muito surpresa com a atuação da IU, pois até então, eu só tinha visto fazer doramas que tinham comédia, porém, nesse ela atuou de forma tão séria, que a fez ficar mais linda do que já é.
            "Scarlet heart Ryeo" é baseado em um dorama chinês chamado de “Bu Bu Jing Xin”. Não cheguei a assistir a versão original dos chineses, porém, esse dorama tem uma qualidade surpreendente. Tanto o elenco quanto cada detalhe da história, que tentam encaixar com as histórias antigas da Coreia, são incríveis. Gosto de como tudo corre: o amadurecimento dos personagens, os detalhes de cada escolha de cada um e as atitudes inesperadas da heroína. O final, embora sofredor, foi bem satisfatório para mim. Saiu há pouco tempo um rumor que iria sair um filme da continuação, veremos se esse milagre irá acontecer.
            A história envolve uma mulher de 25 anos do século XXI, que após se afogar durante um eclipse solar, sua alma foi transportada para dinastia Goryeo. Quando acorda, fica assustada ao perceber que está em um lugar estranho, mas fica mais chocada quando percebe que não está em seu próprio corpo, mas sim no de uma garota de 16 anos. Talvez isso seja uma chance de mudar de vida, já que antes estava passando por dias muito difíceis. Então, ela resolve tentar viver naquele lugar e acaba conhecendo os príncipes reais da família governante. A garota acaba se apaixonando pelo oitavo príncipe, que era esposo de sua prima de saúde fraca, de quem cuidava.
            Porém, em consideração a essa pessoa que estimava como se fosse uma mãe, guardou seus sentimentos, embora fossem muito óbvios. Entretanto, essa menina que era tão ousada, com seu jeito diferente, acabou conquistando outros príncipes, inclusive o próprio oitavo, mas, em especial, o temível quarto príncipe, um homem sombrio que usava máscara e vivia dizendo que ia mata-la. E agora? Ela conseguirá ter uma vida melhor nessa era? Como vai ser quando a luta pelo trono entre esses irmãos começar? Como ela irá lidar com isso, uma vez que se apegou a todos eles?


            Hae Soo é o nome da garota de 16 anos que a alma da jovem Go ha Jin passou a habitar. A sua vida no mundo moderno era normal: amava mexer com produtos de beleza e tinha um namorado, que amava o suficiente para sonhar em viver ao lado dele, porém, foi traída por ele e sua melhor amiga, e de presente ainda deixam várias dívidas no nome dela. Agora, como Hae Soo, embora esteja com medo de viver em uma era em que as pessoas morrem de forma tão fácil, talvez, uma vez que ela é de uma boa família, não sofra tanto. Todos a sua volta perceberam que a Hae Soo havia mudado. A garota quieta e séria estava ousada, sorridente e contagiava a todos com seu jeito otimista.  Ela cuidava de sua tia, a quem se apegou muito facilmente, porém, ao se apaixonar pelo esposo da prima, as coisas ficaram difíceis.


            Depois da morte de sua prima, a família da garota obrigou-a a casar com um velho que, até então, não fazia ideia que era o rei, o pai dos príncipes. Porém, ela se cortou e como existe uma lei em que o rei não pode se casar com uma mulher que tenha cicatrizes, ela se safou dessa. Como castigo, ela virou uma serva. Depois, foi acusada por envenenar um dos príncipes, torturada e até mesmo quase levou pena de morte. Depois disso, virou uma ralé lavadeira. Essa garota, que achou que ia mudar de vida, comeu o pão que o diabo amassou e muitas coisas foram acontecendo com ela. No entanto, Hae Soo não pensava em fugir mais. Se ela pudesse mudar o destino inevitável na vida desses príncipes, ela estava disposta. No decorrer da história, seu coração muda e ela passa a gostar do quarto príncipe.


            Wang So, quarto príncipe, é o mais temível de todos e carrega o apelido de “cão-lobo”. Quando criança, sua mãe o machucou enquanto ameaçava o rei, para ele não se casar novamente. Nisso, fez uma horrível cicatriz seu rosto, do lado direito. Por esse motivo, ele usa uma máscara. Além dessa tragédia, ele foi dado como filho adotivo para governantes de outra região, onde sofreu muito. Quando voltou para o seu antigo lar, por causa de um ritual em que todos os filhos tinham que estar presentes, ele se recusou voltar para a região. O seu maior desejo era ter amor e atenção de sua mãe, que por algum motivo o odiava. Aquilo tudo só o fez ter atitudes mais amargas. Todos têm muito medo dele.


            Quando conheceu Hae Soo, ela foi a única pessoa que não teve medo dele, mesmo depois dela ter o ameaçado tanto. De alguma forma, essa garota estava sempre o apoiando e ajudando, então ele se apaixonou. Estava sempre dizendo que ela era dele. No entanto, Hae Soo, que já tinha outro em seu coração, continuava dizendo que não o via dessa forma. Porém, de alguma forma, ela dizia que não conseguia deixá-lo sozinho.  No decorrer da trama, a jovem passa a ter medo dele, por lembrar uma coisa que estudou na história no século XXI. Contudo, no momento mais difícil da sua vida, o Príncipe Wang So foi o único apoiá-la tão diretamente. Eu torci dolorosamente para que eles ficassem juntos.


            Wang Wook, oitavo príncipe, é um homem bom, íntegro, gentil e casado com uma mulher que é fraca, prima de Hae Soo. No começo, quando vi que ele estava começando a gostar da garota, fiquei muito irritada. Embora, nessa época pudesse ter mais de uma esposa, não acho certo que seja uma parente, a qual é como uma filha para a esposa dele. Depois que sua esposa faleceu, ele se afastou de Hae Soo, o que não durou muito. Isso ainda me irritava, porém, confesso: era adorável os dois juntos. Aí tudo mudou. Quando a luta pelo trono começou, Wook mudou. Aquele homem gentil não existia mais. Seu amor se tornou em algo possessivo e ele, que sempre falou que estaria ao lado da jovem, foi o primeiro a virar as costas para ela no momento mais tenso. Tudo por não querer manchar sua reputação por causa do trono. Sinceramente, ele se tornou muito desprezível


            Wang Yo, terceiro príncipe, é um homem ambicioso, hostil e traiçoeiro. Irmão de pai e mãe do quarto príncipe. Ele é o queridinho da mãe dele. Desde o começo, ele estava ansiando o trono e, junto de sua mãe, estava sempre armando para derrubar o sucessor do trono. Ele é apaixonando pela  princesa Yeon Hwa e queria muito casar com ela, porém, foi rejeitado. Esse foi um dos príncipes que mais aprontou. Foi ele o pivô de todo o caos entre os irmãos. Até mesmo seu próprio pai, Wang Yo, tentou matar. Depois, conseguiu o trono, mas não durou muito, porque suas ações não fizeram bem à sua consciência e isso veio atormentá-lo. Logo, o poder que já havia subido à sua mente foi sua própria ruína.


            Baek Ah, décimo terceiro príncipe, é um rapaz muito simpático e amigável. Ele ama desenhar e tocar instrumentos. No começo, era apaixonado por sua cunhada, esposa do príncipe oitavo. Depois do falecimento dela, ficou muito amigo de Hae Soo, que o instigou o desejo de ser livre. Baek Ah é o único que se da bem com o quarto príncipe e gosta muito dele. É o único que está sempre ao lado dele, o apoiando. Um dia, ele acaba conhecendo uma jovem chamada Woo Hee, por quem se apaixona, mas ela é filha de  um inimigo de seu pai. E agora? Como eles irão lidar com isso?


            Wang Eun, décimo príncipe, é o mais jovem e imaturo dos irmãos. Alegre e brincalhão, acaba se apaixonando por Hae Soo após apanhar dela. De forma muito pura, ele a cortejava. Achei muito fofas as investidas dele. Ela se tornou muito importante para sua vida, porém, sua ilusão de um dia tê-la acabou quando foi obrigado por seu pai a se casar com a jovem Park Soon Duk, a filha de um general. A garota, que gostava dele há muito tempo, pediu isso ao seu pai. Por ela não ser delicada, e ser até mesmo mais forte que Wang Eun por ter aprendido a manejar espadas e lutar arte marcial, ele não conseguia gostar dela. No fim,  Soon Duk conseguiu alcançar o coração dele



            Wang Jung, décimo quarto príncipe, ama arte marcial, é alegre, mimado e tem bom coração. Ele é irmão do terceiro e do quarto príncipe, de pai e mãe. Ainda bem que ele não foi contaminado por sua mãe, porém, embora soubesse quem ela era, não rejeitou-a e a amou, mesmo sabendo como poderia ser uma pessoa terrível. Wang Jung começou a gostar de Hae Soo quando ela salvou a vida dele. Aquela garota fraca enfrentou homens armados só para salvá-lo, mesmo não tendo habilidade alguma, e ainda estava sempre preocupada com ele. Isso realmente marcou seu coração. No começo, não demostrava estar apaixonado. Eu acreditava que só a tinha como uma pessoa querida, porém, mais tarde, ele a pede em casamento. Apesar de tudo que ele passou no decorrer da história, permaneceu sendo uma boa pessoa e ganhou meu coração.


            Wang Moo, primeiro príncipe, é um homem bondoso e o escolhido para herdar o trono pelo próprio rei. Porém, por ser um homem que não causa impacto, muitas pessoas ficavam tentando tirar esse direito dele. Tentaram o envenenar várias vezes e o matar diretamente, porém, ele venceu isso. Wang Moo tem um problema de saúde, o que não pode ser revelado de jeito algum, porque pode perder seu direito. Hae Soo acaba descobrindo sobre sua doença e tenta ajudar, já que conhecia essa doença que era muito prática de cuidar. Por causa disso, passou a ser uma pessoa de confiança do príncipe. Quando ele virou rei, deu um bom cargo para a jovem, que cuidava dele de perto. Gosto dele. É um bom homem.


            Hwangbo Yeon Hwa é a irmã mais nova do oitavo príncipe. Uma princesa ambiciosa, que era apaixonada pelo quarto príncipe e por isso infernizou a vida da Hae Soo, quem não suportava. Ela declarou que se tornaria um deus intocável, envenenou a alma de muitas pessoas e ainda deu um empurrão para o seu irmão ir atrás do trono. Eu diria que é uma mulher bem perigosa. Quando o terceiro príncipe virou rei, ela tentou casar com ele, mas ele guardou ressentimento por ser rejeitado da outra vez e ignorou. Mais tarde, fez tudo para se casar com o quarto príncipe.


            King Wanggun é um rei firme. Depois de ver os sucessores deles caindo um a um, por causa do poder que havia subido às suas cabeças, vejo que esse foi um dos reis que tinha pé no chão e a cabeça no lugar. Ele aparentava ter tudo certinho, parecia saudável e lidava com os problemas direitinho. Ele escolheu o primeiro príncipe e já tinha alguém como segunda opção, caso algo acontecesse. Um homem com tantos filhos, duas mulheres rainhas e várias concubinas, que, apesar de tudo, ainda era solitário e odiado. Foi assim que vi esse rei.


            Quen Yoo é a primeira imperatriz, mãe do terceiro, quarto e décimo quarto príncipes. Uma mulher cheia de ambição, que amou seu rei, mas nunca foi amada por ele.


            Quen Hwangbo, a segunda imperatriz, mãe do oitavo príncipe e da princesa.  Parecia ser uma senhora boa, que só queria viver bem, mas depois fiquei confusa com as atitudes dela. Acho que tudo que queria era ter uma vida calma, porém, essa luta acabou fazendo-a se envolver.

             Esse dorama me fez ver como a ambição por poder pode mudar as pessoas e como, uma vez que você tem em suas mãos, você acaba sendo corrompido por ele.  Eu sofri horrores com aquele final. Essa história é algo que vale muito a pena assistir. Se apaixonar pelos personagens, rir, se decepcionar e ficar triste com eles é inevitável, mas vale a pena, isso garanto. Então, indicadíssimo!!

Gênero:     Romance, Histórico, Fantasia
Dorama:  20 Episódios




0 comentário

Postar um comentário