Meu príncipe elemental



   De um tempo para cá, tenho falado um pouco do otome game que está disponível para Android e IOS. Até agora, havia falado apenas de "Is It Love?" (clique aqui). Não sou especialista em jogos. Se você é um grande fã de otome game, te convido a conhecer o blogOtome Game BR e +”, lá tem a resenha de uma série jogos, muitos dos quais eu amaria jogar, mas não tem em português e sou péssima em inglês, então, me contento com esses de aplicativos. “Meu príncipe elemental" foi um dos primeiros jogos otome que eu tive acesso. Ele foi desenvolvido pela empresa japonesa GENIUS.

A GENIUS desenvolve e vende apps de drama, com histórias de vários gêneros, uma nova forma de entretenimento que tem a mesma arte de um anime e mangá. As suas histórias são mais puras e envolvem muito o mundo sobrenatural e o cotidiano, o que torna as coisas bem divertidas. Então, acredito que pessoas a partir de 14 anos podem, sem problema algum, jogá-lo.

Diferentemente de “Is it Love?", que divide suas rotas por aplicativos, nos jogos da GENIUS cada título tem de três à quatro rotas. Você escolhe o personagem que deseja conhecer primeiro. Os outros personagens disponíveis podem até aparecer durante a história, porém, tudo rodeia o personagem que escolher.



Como funciona esse game? Vamos lá: assim que abrir o app, terá a opção de prólogo, escolha de personagem, continuar e loja. Você começa por prólogo e, assim que termina, tem que escolher qual personagem irá seguir primeiro. Assim que escolher, ganha um X de energia, o suficiente para conhecer um pouco melhor a rota. Depois que acabar, temos que esperar o outro dia para ganhar mais um mísero X de energia para jogar. Agora, se for tão ansioso quanto eu, tem uma opção: a de recorrer à Loja. Lá, você tem algumas opções de comprar a história de cada personagem separadamente, que custam uns 3 USD (três dólares), aproximadamente, ou comprar o pacote com todas as histórias por 15 USD (quinze dólares). Não lembro o valor exato, mas é mais ou menos isso. Confesso que eu comprei, porque não tive paciência para jogar com tão pouca energia. Hoje em dia, não faço isso. Sempre penso que, com esse valor, poderia comprar uma peruca ou juntar para comprar uma figure (risos).


A história começa com HARUNA (a MD que coloquei o nome de sempre), que está tendo, mais uma vez, o mesmo sonho: no verão, ela ainda criança, correndo atrás de uma borboleta, quando um homem a aconselha a não seguir borboletas no entardecer, pois isso poderia levá-la para outro mundo. Acordando sem complementar mais uma vez o sonho, a jovem estudante se dá conta de que ainda está na escola. Ao se preparar para sair, quando abre a porta, vem uma grande ventania e, em seguida, muita água. Se afogando, achando que iria morrer, alguém a socorre: um belo homem de cabelos azuis, que a trata com indiferença e de modo severo, chamando-a de humana. "Onde estou?" Sem muitas explicações, outro homem muito belo de cabelos cor de fogo aparece. Depois de uma série de discussões entre eles, finalmente a atenção é dirigida à ela.          Muito sério, o homem de cabelo de fogo pergunta qual o motivo de uma humana ter vindo para mundo espiritual. Após  a estudante explicar que não faz ideia do porquê estar ali, o homem resolve levá-la para sua tribo e, em uma reunião entre os 4 grandes espíritos, decidir o que fazer com ela. Depois de conhecer mais dois lindos homens, eles deixam à escolha dela de quem vai querer auxílio até conseguirem mandá-la de volta ao seu mundo. E agora? Como serão os dias dela nesse mundo desconhecido? Qual o propósito de sua estadia nesse lugar?


“Os espíritos sabem para o que servem suas vidas. Os humanos são os únicos  ignorantes.”

            Fan é o espírito do elemento do fogo, chefe da tribo Salamandra. Aparenta ser assustador e piora ainda mais a impressão quando tem explosão de raiva e age de modo violento. No entanto, ele pode ser muito sentimental e, atrás de tudo isso, é um homem muito gentil e atencioso. Na maioria das vezes, está calmo, totalmente despreocupado. O que ele mais odeia são pessoas no território dele, então é bom nunca invadir seu território sem convite e permissão de sua parte. Fan é um futuro patriarca muito respeitado e admirado. Embora seja jovem, consegue fazer seu trabalho muito bem. É responsável e ama seu povo e sua terra mais do que tudo. Os salamandras têm um poder devastador: podem queimar o que quiserem e estão sempre queimando algo, por isso, sempre repõem o que queimaram.


            Quando conheceu Haruna, ele foi um pouco frio, no entanto, a tratou muito bem em sua casa e fez de tudo para fazê-la se sentir à vontade. Até mesmo a defendeu quando alguns dos salamandras não estavam felizes com a presença de uma forasteira. Fan, volta e meia, mostrava seu lado assustador para HARUNA, mas logo também mostrava sua gentileza. Ela percebeu que ele não era assim por querer, pois era da natureza dele ser assim. Esse é um dos personagens mais ocupados. Raramente teve momentos deles juntos, o que me frustrou, pois queria ter visto-os juntos mais vezes.  Existem dois finais nessa história, o final feliz e o final triste, tudo dependerá das suas escolhas durante o jogo. Eu, de primeira, fui para o final feliz, o que é legal, porque até a imagem em cima completa. O final triste não contém imagem.


            Kidan é o mais jovem entre os demais e o espírito do elemento da terra. Apesar de ser o caçula de sua família, será o futuro chefe da tribo Gnomo. Ele é enérgico, brincalhão e amigável. Apesar da tamanha responsabilidade que foi posta para ele, Kidan ainda é um pouco imaturo, está sempre fazendo artes e tirando piadinhas. No entanto, ainda assim, é alguém de confiança. Uma vez que foi escolhido para ser o próximo chefe da tribo, acabou sofrendo muito, pois todos os seus irmãos mais velhos ficaram insatisfeitos com a situação e, os irmãos que foram uma vez unidos, acabaram numa grande briga. Para sua proteção, seu pai o enviou para Fan, o chefe dos salamandras, para aprender um pouco com ele o que é ser um patriarca e ficar longe de toda essa situação.  Então, por esse motivo, ele acabou formando um laço com Fan, que o trata como seu próprio irmão mais novo.


            Quando conheceu Haruna, ficou muito empolgado em conhecer uma humana e queria saber cada detalhe do outro mundo. Então, estava sempre pedindo para que ela contasse cada detalhe desse mundo desconhecido. Não era mera curiosidade dele, na verdade, ele estava sempre buscando novos conhecimentos para se desenvolver como futuro chefe. Por terem idades próximas, Haruna e Kidan ficaram muito amigos logo no começo. Ele estava sempre carregando-a para todos os lados, tornando os dias dela muito mais dinâmicos e, às vezes, bem exaustivos, porque ele não era muito atencioso e não observava quando ela estava muito cansada ou estava usando muita força ao puxá-la. Logo, os dois passaram a gostar muito um do outro, no entanto, Kidan começou se incomodar com que, talvez, Haruna o visse apenas como um moleque imaturo. Já a Haruna, estava preocupada com seus próprios sentimentos e o desejo de voltar ao seu mundo real, mas que, no entanto, o desejo mais forte era o de poder continuar ali, perto dele. Achei o final feliz. Muito fofo, porque o primeiro a se declarar foi o próprio Kidan. Ele é um verdadeiro amorzinho. Gostei muito dessa rota, porque eles passaram bastante tempo juntos.


            Sera é o espírito do elemento da água. Ele é um dos raros homens nascido na tribo Ondina, uma tribo predominada por mulheres. No passado, renunciou seu posto de futuro chefe da tribo, por não se sentir à vontade. Ele tem dez irmãs e, com sua personalidade, não suportou viver no meio de tantas pessoas. Resolveu deixar tudo para trás e viver sua própria vida. Por esse motivo, vive na terra dos salamandras, que, na época, estava sofrendo muito com a seca. Sua presença ali os fez superar a seca. Sera está sempre de cara fechada e sendo rude com as pessoas que invadem seu espaço. Não se dá nem um pouco bem com Fan. Quando eles se encontram, sempre começam uma discussão sem fim, pois ambos não se toleram. Apesar de sua personalidade um tanto azeda, uma vez que você consegue entrar em sua vida, passa a ver o quão gentil ele realmente é. Sera mostrou ser um homem muito romântico.


            A primeira impressão de Haruna por ele não foi boa, afinal, Sera a tratou rudemente, ao ponto de assustá-la. Porém, a garota tinha que procurar pistas de como voltar para seu mundo e, claro, precisava investigar o lago de onde veio. Mesmo com medo, com muita coragem foi e, como esperado, ele parecia muito bravo com a presença inesperada em seu território. Depois de uma boa conversa, passaram a se entender e Haruna começou a achá-lo um homem muito interessante. Pouco a pouco, Sera, que sempre se fechava com todos, passou a se abrir para a garota, ao ponto de até permiti-la conhecer o seu lago. Embora Sera tivesse vivido com muitas mulheres, o jovem não entendia nada sobre garotas, por isso, às vezes, acabava chateando a Haruna e nem notava. Logo, ele mostrou muitos de seus lados encantadores. Gostei muito dessa rota. Sera sabe ser muito doce quando gosta da pessoa.



            Hylie é o espírito do elemento do ar, da tribo Silfide. Ele é um dos mais velhos entre os garotos das rotas. É um verdadeiro espírito livre, que ama conhecer lugares novos e, por isso, nunca permanece em um lugar só por muito tempo. Além ser um homem muito bonito, é gentil, sensato e elegante. Seu dom é ouvir a voz do vento, tocar um instrumento de cordas e cantar. Hylie não tem apego à nada, nem à sua família, nem à terra natal. Para ele, felicidade é conhecer uma nova pessoa ou um lugar novo, pois é  totalmente desapegado. Ficou tanto tempo sem voltar para sua casa, que ela estava detonada, impossível de se viver, o que ele não se importou, uma vez que prefere dormir ao ar livre. Esse homem de espírito livre se da bem com praticamente todo mundo, porque é muito amigável.



            Quando conheceu Haruna, ficou muito curioso para saber tudo sobre ela, afinal, ela era uma pessoa diferente, de um mundo diferente, que talvez não seria capaz de conhecer pessoalmente. Então, tudo nela o fascinava: suas histórias e seu jeito distinto de se comportar. Volta e meia, Haruna se desentendia com ele sem nem mesmo entender o porquê ficava tão brava. Sinceramente, não gostei dessa rota, quase não houve sintomas da mudança dos sentimentos de Hylie pela Haruna. Entendo totalmente porquê ela ficou tão brava, pois parecia que seu interesse era só por ela ser um animal exótico, nunca visto. Uma vez que algo mais interessante aparecia, parecia que ele nem ligava mais. No final, ele veio falar coisas egoístas sobre não estar disposto a se mudar, mas, se possível, seria bom ela ficar. Eu estava esperando ele dizer algo romântico como "eu nunca me apeguei à nada, nem ninguém, no entanto, é a primeira vez que não quero sair de perto de uma pessoa.". Algo nesse estilo. Para mim, foi um banho de água fria.


            Fora os personagens principais tem mais dois personagens que aparecem: o Lolo, que é um guardião da fronteira, um misteriosos espírito conhecido como "o sábio". Ele sabe o motivo da Haruna ter ido para o mundo espiritual e, volta e meia, a encontra para dar dicas e conselhos;  também tem a Freya, uma salamandra que se torna uma boa amiga de  Haruna e a ajuda a se virar na tribo dos salamandras, sempre a aconselhando. Gostei mais dos três primeiros personagem, como deve ter percebido. Se eu fosse avaliar, colocaria Sera em primeiro lugar.

            Uma das coisas chatas sobre esse jogo são os erros ortográficos. Às vezes, tem umas coisas nada a ver ou faltam letras, coisas desse tipo acontecem. Agora, recentemente, antes de escrever essa postagem, descobri que a GENIUS não está mais disponível na App Store, ou seja, não dá mais para jogar no Iphone. Só posso jogar os que já tenho e, uma vez que apague, nunca mais poderei jogar novamente, porque não encontro para baixar. Não sei se para os demais também houve esse transtorno. Não achei uma nota do motivo de ter parado. Embora ele tivesse seus defeitinhos, eu gostava das historinhas, achava bem divertido. Acho uma pena. Se alguém souber o que aconteceu, me diga nos comentários. Agradeço pela informação. Então, o jogo é esse. Gostei bastante. Embora seja bem simples, os personagens são muito bonitos. Sentirei saudade.

0 comentário

Postar um comentário