Is it love? Drogo


           

         Nesses últimos tempos, tenho falado muito desse jogo, mas não é porque virou um assunto chave aqui no blog, é só que, por pura coincidência, terminei-os em tempos muito próximos. Como gosto de escrever tudo com os sentimentos "quentinhos" da hora, não posso deixar para depois. Se vocês ainda não conhecem esse jogo de aplicativo, convido a ler a primeira postagem, que explica tudo, e em que falo da primeira rota que saiu, da primeira série “Is it love? Gabriel” (clique aqui”). Além desses, tem as outras rotas da mesma série que já passaram por aqui: a rota do Matt (clique aqui), que é minha favorita; A do Rya (clique aqui), que é um tanto inspirada no filme "50 tons de cinza"; E a do Colin (clique aqui), que é sobre um vocalista de uma banda punk muito sexy. No ano passado, foi lançado uma nova série. Acontece em uma cidade misteriosa e envolve seres sobrenaturais. Simplesmente amei a ideia. Então, hoje, iremos falar sobre a primeira rota dessa nova série muito intrigante e quente.
            A história envolve uma jovem universitária, Haruna (MD), que após a tragédia de perder seus pais, resolve seguir para bem longe dessas lembranças dolorosas. Então, entra em uma faculdade na cidade de Mystery Spell e consegue trabalho e moradia na mansão da família Bratholy. Chegando à nova cidade, vai primeiro visitar o campus da faculdade e acaba conhecendo uma jovem, a quem pede ajuda para encontrar a diretoria. Enquanto conversam, a moça pergunta onde irá morar. Quando ela diz que morará na mansão da família Bratholy, a moça muda de cor e, de modo estranho, arruma uma desculpa e vai embora. Apesar de achar aquele comportamento estranho, ela continuou fazendo o que tinha que fazer. Ao chegar na frente da mansão, Haruna fica receosa por  tudo ao redor parecer um tanto sombrio e assustador. Ao bater na porta, um rapaz muito bonito sai e fica a encarado, sem dizer nada, mesmo quando ela pergunta. Então, ele desaparece, deixando a porta entreaberta.


            Quando junta toda a coragem, entra na mansão. Logo, um homem de cabelos compridos e com aspecto misterioso a cumprimenta, dizendo que se chama Nicolae e que é o irmão mais velho e responsável por aquele lugar. Fala sobre suas obrigações na mansão e que será babá de sua irmãzinha mais nova. Ele apresenta um de seus irmãos, Drogo, o garoto bonito, porém estranho, que abriu a porta e continua a encarando. Quando ela cumprimenta, ele da um sorriso sínico e a chama de coitadinha. Logo, ela percebeu que não poderia se dar bem com esse cara. Haruna fica admirada com seu quarto de princesa, no entanto, Drogo, sem sequer pedir permissão, entra em seu quarto e começa a agir estranhamente, agarrando-a com muita força. Mesmo que estivesse tomada pelo medo, ao olhar em seus olhos, que parecem mudar de cor, ela fica intensamente atraída. No outro dia, ao acordar, não se lembra do que aconteceu depois que estava fascinada por aqueles olhos. 
            Apesar de confusa, havia muitas outras coisas para se preocupar. Começou a sua nova rotina: cuidar da irmãzinha Lorie, uma garotinha muito fofa, mas um pouco sombria e estranha. Na mesa de café da manhã, conheceu o terceiro irmão, Peter, que apesar de tê-la cumprimentado melhor que o Drogo, não deu muita bola. Pelo jeito, seus dias naquela mansão não iriam ser fáceis. Porém, essa não era a única coisa que estava lhe intrigando. Nos dias que estava passando naquela mansão, começou a notar que havia algo muito estranho naquela família e os rumores espalhados pela faculdade a deixavam mais instigada a descobrir qual é a verdade que cerca essa casa e seus moradores. Contudo, não era apenas essa casa que a intrigava, a cidade em si era um mistério. Que tipo de mistério está girando em torno dessa cidade?


Haruna (MD) é um tanto curiosa, ousada e pretenciosa. Assim que chegou em sua nova casa, acabou se atraindo por uma linda coruja, que passou a ser seu mascote e consolo em tempos difíceis, coloquei nome de Shiro. Quando descobriu a verdade sobre os seus patrões, ficou um tanto assustada e pensou em fugir, no entanto, logo descobriu que ela mesma não era uma humana normal. Depois de uma série de acontecimentos, descobre que ela tem o dom de bruxaria e que, provavelmente, sua família deve ser de bruxos. Por causa desses poderes, ela se sentiu mais convencida de que poderia lidar com o perigo que pudesse correr naquela casa. Embora sua nova amiga, Sarah, vivesse falando para ela sair daquela mansão perigosa, os garotos a faziam se sentir acolhida e a tratavam como se fizesse parte da família. Sinceramente, fiquei muito irritada com essa personagem, que veio dar de gostosa, dizendo que superaria tudo, mas depois teve uma péssima ação, no final da história, que me decepcionou muito.

Drogo Bratholy é um homem lindo, sexy, sarcástico e rebelde. Ele está sempre agindo perigosamente e provocar é o hobby dele. Drogo é um vampiro de uns 200 anos, e apesar de que, naquela família, eles tomaram uma atitude de não agir violentamente e tomar sangue humano, ele ainda não é muito controlado. No passado, ele acabou perdendo o controle e quase matou uma garota com quem ele se relacionava na época.  Mesmo tendo passado por essas experiências, ele não se priva de nada que ele queira.  Uma vez que ficou interessado na Haruna, ele a cercava por todos os lados. No entanto, ele é mais o tipo de garoto que, ao invés de ser romântico e carinhoso na conquista, ele prefere provocar de todas as formas possíveis, até mesmo colocando o apelido de "coitadinha". Como se estivesse brincando com sua presa, ele a rodeou por um bom tempo, até finalmente se render aos seus sentimentos sobre a jovem bruxinha. Ele gosta de tudo do jeito dele e está sempre brigando feio, por não querer obedecer Nicolae. Quando ele se da conta que está amando genuinamente Haruna, ele passa a temer a si mesmo por ela, pois quanto mais amava, mais sede por seu sangue ele sentia.


            Peter Bratholy é um rapaz lindo, deprimido e antissocial. Ele ama música clássica, seu hobby é tocar piano. Ele é um dos irmãos vampiros. No começo, ele evita bastante a Haruna, mas depois eles viram bons amigos. Peter sempre da bons conselhos à moça, a ajuda em momentos críticos e acaba se apegando muito a ela. O relacionamento deles gera um pouco de ciúmes da parte do Drogo. Peter virou um verdadeiro alicerce na vida de Haruna. Não vou falar muito sobre ele, porque a próxima rota é a dele.


Nicolae Bartholy é um homem elegante, maduro e atencioso. Não dá para saber muito sobre ele, mas é ele quem administra a mansão, controla os irmãos e os impede de cometer algo de errado, ou seja, é quem limpa a sujeira de todo mundo. Apesar de dizer que a Haruna era parte da família, ele sempre colocava um muro, não deixando ela realmente fazer parte deles. No começo, esconderam a verdade sobre serem vampiros e sempre sentavam à mesa com Haruna, apesar de não comerem nada. Ele descobriu sobre a Haruna ser bruxa no dia que ela entrou na mansão, quando Drogo a atacou. O fato dela não lembrar é porque ele apagou a memória dela sobre o que havia acontecido. Nicolae tem alguns poderes psíquicos, como ler a mente das pessoas e apagar. Quando descobre o relacionamento dos dois pombinhos ele os obriga a se separarem.


Lorie Bartholy é a irmãzinha caçula e mimada. Sombria, narcisista e tem complexo de princesa. Ela é muito mimada pelos seus irmãos, o que a torna uma criança ainda mais arrogante. Ela trata Haruna como se fosse um objeto que pertencesse a ela. Quando percebeu que seus irmãos gostavam da garota, ficou com muito ciúmes e fez de tudo para ela ir embora. Quando viu que nada adiantava, até usou da sua força de vampira. Lorie é uma vampira mirim eterna, nunca irá crescer, e deve temer muito ser deixada de lado. Sinceramente, acho-a muito irritante. Fico muito triste quando tenho que perder dois dias de energia cuidando dela (risos). Suas brincadeiras são bem assustadoras. No começo, a Haruna penava na mão dela, mas agora ela aprendeu lidar e, com seus poderes de bruxa, a torna um pouco mais temida pela pirralha.


Sarah Osborne é uma amiga da faculdade de Haruna, a mesma que conheceu no primeiro dia, visitando o campus, e que fugiu quando descobriu onde ela iria morar.  A moça se desculpou com a garota pelo comportamento estranho e, por fazerem parte de várias matérias juntas, acabaram virando boas amigas. Quando Haruna descobre sobre ser bruxa, Sarah revela também ser. Sarah é muito popular e conhecida na faculdade, tem uma personalidade brilhante. Ela odeia os Bartholy do fundo de seu coração e odeia a relação da Haruna com eles, apesar de gostar muito da amiga. Esta sempre tentando convencê-la a sair daquela mansão. Sarah parece ter sentimentos muito maiores que amiga, mas não houve uma explicação clara ainda. Não gosto muito de gastar minha energia com ela, para ser sincera.


Loan Huxley é aquele típico personagem de filme americano que é capitão do time de futebol, ou seja, é todo metido a ser o todo poderoso, por ser popular na escola. Ele é desse tipo, embora não lembre que esporte ele faz. Ele tem muita implicância com os Bartholy e ficou a fim da Haruna à primeira vista. Pareceu ser babaca, tentou forçar a amizade e se deu mal, porque a Haruna não o suportava desde então. Mesmo sendo ignorado pela menina, ele continuava atrás dela. No desenvolvimento da história, ele parece ter amadurecido. No final, se comportou melhor. Quase no fim, até surpreendeu a Haruna, que, pela primeira vez, teve uma boa conversa com ele.

Samantha Willem é uma aluna insuportável, que é líder de torcida e acha que manda na faculdade e em todos que ali estudam. Não foi com a cara da Haruna e, desde então, está sempre a perturbando, com tentativas frustradas de humilhar, entre outras coisas. Tudo isso porque ela gosta do Loan, a quem persegue feito cachorrinho. Não sei qual é a relação deles de fato, mas se vê que ele não corresponde aos mesmos sentimentos. Uma mulher irritante que me faz gastar minha energia à toa.


Sebastian Jones é o professor de mitos e lendas sobrenaturais. É um homem exuberante. Não sei muito sobre ele, mas desconfio que ele seja um lobo, se for, se encaixa perfeitamente com a imagem dele. É o professor mais cobiçado da faculdade, até mesmo nossa Haruna, que é apaixonada pelo vampiro bonitão, não consegue não admirá-lo. Sebastian parece ter um interesse especial pela jovem estudante, até a convidou para trabalhar com ele e viajar pelo mundo. Nada é muito claro sobre ele, o que é uma pena, pois ele seria um belo rival do amor.
Eu amei essa nova série, porque sou louca por romance e sobrenatural na mesma linha. Foi como eu esperava, muito cheio de excitação. Me fez chorar, me fez ter raiva e me fez feliz. Só ambos os finais não me agradaram. Estou, nesse momento, jogando a rota do Peter. Está muito boa, embora eu esteja frustrada também, logo saberão o motivo. Espero que vocês gostem desse novo desenvolvimento. Quero logo a rota do Sebastian, pois um romance com o lobo será muito intrigante. Não vejo a hora! Bom, estou supondo que ele é lobo, mas não sei.

0 comentário

Postar um comentário