A mulher virgem da literatura – Bungaku Shoujo

 


       A Viki tem nos disponibilizado muitos doramas japoneses, o que me deixou bem feliz. Eu fiquei surpresa ao ver como os japoneses melhoraram bastante a qualidade de seus doramas. Esse é uma adaptação de um webcomic que eu não cheguei a ler, mas dei uma olhada e tem traços muitos bonitos. Uma pena que eu não tenha conseguido ler, por estar dando problema ao carregar a página. Sendo assim, não sei se o dorama segue à risca. Ele foi lançado em 2018. São apenas 8 episódios de apenas 24 minutos. Sim, você consegue terminar de vê-lo muito rápido! A história tem um teor adulto, mas eles foram bem calmos no desenvolvimento, então não vamos ver nada realmente hot. Gostei dos atores escolhidos, inclusive de alguns rostinhos novos, que nunca tinha visto antes. Curti o desenvolvimento e confesso que queria um pouco mais dessa história. Talvez eu consiga ler o webcomic futuramente.



A história gira em torno de uma jovem mulher que ama literatura e seu sonho é ser editora. Depois de um tempo, ela conseguiu chegar onde desejava e, por essa razão, por tanto batalhar para alcançar o que queria, acabou não tendo nenhum relacionamento ao longo dos seus 30 anos de vida. A sua única paixão da vida foi um personagem de seu romance favorito. Agora, em seu trabalho, ela se pega em uma grande e maravilhosa surpresa quando é designada a ser editora do escritor da sua história favorita. Apesar de ela estar nas nuvens com isso, não sabia o quão difícil seria ser editora desse homem, que além de parecer um mulherengo, é totalmente fechado. Assim, ela foi totalmente ignorada por dias, até que, um dia, ela desperta seu interesse e ele passa a provocá-la o tempo todo. E agora? Ela realmente conseguirá fazer seu trabalho direito? Por que ele a provoca tanto?



Kanoko Tsukishiro é uma moça muito esforçada, inteligente e um pouco desajeitada.  A sua sinceridade e honestidade são o que encantam as pessoas, mas ela nem percebe isso. Ela leva muito a sério o seu trabalho. Quando adolescente, leu essa história que nem chegou a ser lançada, mas foi a favorita desse escritor, do qual ela se tornou uma grande fã, apesar de ele ter mudado a sua escrita. Ela sempre quis entender o porquê dele não escrever mais romances, pois, para ela, nunca houve um que a tocasse tão profudamente de forma real quanto o que ela leu. Então, ao se tornar sua editora, ela viu como a oportunidade de trabalhar isso nele. Porém, não parece ser tão fácil, pior, isso parece ser um campo minado para ele. No entanto, o tempo com ele e as provocações despertaram algo dentro dela que ela nunca havia sentido antes, nem mesmo pela sua primeira paixão. O que seria isso?




Saku Kagaya é um homem muito bonito e astuto. A verdade é que, para ele, não é fácil aceitar o fato de ser escritor. Ele leva jeito desde muito novo, mas, no fundo, nunca aceitou isso, porque o homem que dizem ser seu pai também é um escritor, mas é alguém que ele odeia do fundo da sua alma. No entanto, ele passou por muitas coisas quando mais novo e se viu em uma situação de ter que cuidar de si e se sustentar. Então, o seu dom  deu a calhar em momentos como esse. Só que suas dores não acabam aí. Existe algo no decorrer da sua vida e carreira que realmente o fez se fechar para relações sérias. Por essa razão, o máximo que ele se aproxima de uma mulher é para ter sexo casual, o que o transforma em um verdadeiro mulherengo. No entanto, conhecer essa editora fez algo mudar dentro dele, e isso não está sendo fácil para ele aceitar.

Existem outros personagens nessa história que mereciam estar aqui, no entanto, achei melhor somente falar desses. Esse dorama é muito gostosinho de assistir. Então, se tiver com um tempo para um romance japonês, veja enquanto ainda está disponível na Viki. INDICADO.

 


0 comentário

Postar um comentário