Lovely Complex – Lovelycon



       Se existe um anime que você vai assistir mil vezes, mas nunca perderá a graça, com certeza é “LovelyCon”, uma comédia romântica cheia de altos e baixos. O mangá foi lançado em 2001 e tem uma ilustração muito boa. Foi trazido para o Brasil, pela editora Panini, em 2016, sendo finalmente concluído em 2018. É claro que, entre os meus tesouros, esse título não poderia faltar. Em 2009, foi lançado mais um mangá, com o título “Lovelycon D”, não sei se trata de um especial da história original, porque não achei nada a respeito, porém, seria muito interessante se fosse algo mais do futuro. Em 2006, "Lolevycon" virou jogo. Não achei nada a respeito de como funciona, mas deve ser algo bem divertido.


            Ainda em 2006, ele teve sua adaptação em live-action. Apesar de não ter uma grande qualidade de produção, não sendo um dos melhores, ficou muito bom, seguindo alguns arcos da história original. Achei muito divertido. Embora, confesso, não consiga engolir muito o humor japonês, como se trata de uma comédia romântica, veio bem a calhar. O elenco também caiu muito bem. Acho que se enquadra perfeitamente. Em 2007, teve a adaptação em anime. Muito bem projetada, mas acho uma pena que eles não tenham trabalhado todos os arcos até o fim, mesmo que, quando começaram a produzir, já tivessem terminado o mangá. Ainda assim, foi ótimo. Tudo que era necessário para o desenvolvimento exato do que era importante foi posto de forma muito agradável. 



            A história envolve dois adolescentes do ensino médio. Uma garota que tem 1,72m de altura e um garoto que tem 1,56m de altura. Ambos não se adequavam à altura padrão para sua idade. Acabaram, por coincidência, caindo na mesma sala e sendo vizinhos.  Por causa desse complexo sobre suas alturas, que já os assombrava, ficavam mais frustrados com a presença um do outro, por fazer ficar ainda mais evidente aquilo que os perturbava sobre si mesmos. Assim, foi formada uma dupla supercômica que, sempre que seus olhos se cruzavam, acabava brigando, tornando o clima muito engraçado. Passaram a ser conhecidos na escola como “All Hanshin-Kyojin” (comediantes japoneses de alturas diferentes). Um dia, em meio a uma briga, eles acabam fazendo a aposta de quem conseguiria arrumar um namorado primeiro. Depois de uma busca intensa de ambos os lados, sempre sendo apoiados um pelo o outro para não desistir, acaba acontecendo uma das coisas que a garota mais temia: ela acaba se apaixonando por um garoto baixinho. Sim, era esse seu parceiro cômico, com quem brigava toda vez que conversam. Apesar de seu momento de hesitação, estava ficando cada vez mais evidente. No entanto, não importa o que ela faça, o garoto  não parece ser capaz de notar ou sequer considerar a ideia. E agora? O que ela fará?


            Risa Koizumi é uma garota exageradamente alegre, escandalosa, compreensível e sensata. Em uma cultura em que os garotos gostam de garotas meigas e baixinhas, ela tem dificuldade de ser tratada e vista como garota, por causa de sua altura e jeito de ser. Apesar de se sentir insegura nesse ponto, no desenvolvimento, a cada pessoa diferente e situação diferente que passava, começou a criar mais confiança em si mesma. Não se deixava abater tão facilmente quando a questão era sua altura. Por muito tempo, ela só teve decepção, não sendo capaz de conquistar o seu tipo ideal de homem. Porém, nunca havia se apaixonado prontamente por ninguém, sendo capaz de se recuperar rapidamente das rejeições. Assim que conheceu seu vizinho de carteira, Otani, foi envolvida por uma irritação incontrolável, porque se sentia ainda mais alta quando estava ao lado dele. Então, não conseguia não provocá-lo toda vez que seus olhos se encontravam. No entanto, depois de tantas brigas, acabaram virando amigos, enquanto um apoiava o outro na sua caça pelo par ideal. Quem diria que ela ia acabar se apaixonando por esse baixinho, a quem zoava a cada segundo?


            Atsushi Otani, no começo, se comporta de jeito orgulhoso e arrogante, porém,  acaba revelando ser um garoto muito gentil e com bom senso de humor. Como ele mesmo falava, o que lhe falta de altura, tem de garra e perseverança. Mesmo com as dificuldades de sua estatura pequena, ele da duro no esporte que ama, o basquete, sendo bom o suficiente para que, mais para frente, se torne capitão do time. Quando estava no ginásio, tinha uma namorada que terminou com ele e arrumou um namorado alto, o que o deixou bem complexado. Depois disso, foi difícil arrumar uma nova namorada, pois a sua altura era uma questão de dificuldade. Assim como Risa, ele ficou realmente irritado com a presença dela na sua vida, por deixar mais evidente o quão baixinho ele era. Depois de muitas ofensas direcionadas de ambos os lados, ele acabou se contagiando com o jeito dela e, pelo menos, se tornaram bons amigos. Nunca lhe passou pela cabeça gostar de uma garota mais alta, pois feria seu orgulho masculino.



            “Por isso que eu falo que não há nada que seja impossível. Em vez de desistir, a gente tem mais é que dar um passo à frente. Assim, quem sabe tem um amanhã diferente de hoje esperando por você? E, se não der certo logo de cara, é só dar mais um passo. E mais um, e mais um... e aí, quando perceber, estará recebendo a recompensa de toda distência percorrida.” Risa
            Além de terem em comum a frustração pela suas alturas, eles tinha mais em comum do que imaginavam: o mesmo gosto musical, o mesmo tipo de comida e bebida e a mesma animação com  jogos e karaokê. Todo mundo achava que eles eram perfeitos um para o outro, porém, estava longe da realidade pessoal dos dois. No entanto, Risa, que recebeu tantas vezes a gentileza de Otani, acaba se apaixonando inesperadamente.  Claro que ela lutou contra isso, afinal, ela, tão alta, com um garoto baixinho, feria seu orgulho também. Porém, quanto mais negava mais se via apaixonada, então, decidiu deixar o orgulho, tudo mais e se entregar. Era a primeira vez que ela estava tão apaixonada dessa forma. Contudo, como já esperava, não foi fácil. Otani, não abria seus olhos e não era capaz de considerar de jeito algum. Foi a primeira vez que ela se sentiu tão angustiada e triste. Mesmo não dando certo, ela insistiu o máximo que suportou. Até que, um dia, finalmente, a porta do coração dele se abriu.


            Nobuko Ishihara é a melhor amiga de Risa. Uma garota charmosa, fashion e pavio curto. Namora desde o colegial com o Nakao, com quem tem um relacionamento bem sério e íntimo. Estão sempre muito grudadinhos um no outro, a todo momento. É filha única, mas seus pais trabalham muito, então foi praticamente criada por sua avó, por quem tem muita afeição. Nobuko adora estar na moda, então está sempre comprando novas peças para montar seus looks. Como melhor amiga de Risa, a aconselha e direciona, já que ela é um carro desgovernado e sem salvação. Foi uma das maiores torcedoras para ela namorar Otani, quem já conhecia desde o ginásio, já que era um bom amigo de seu namorado desde aqueles tempos.


            Heikichi Nakao é o melhor amigo de Otani e namorado de Nabuko. É um rapaz que tem cara de paisagem, simpático e estranho. Vem de uma família que produz doces japoneses. Ele participa do clube de basquete, embora não se dedique e nem faça tanta questão de sair dos reservas. No passado, ele revelou que o único motivo de estar no basquete é porque gosta do cheiro da borracha do tênis, o que o faz parecer ainda mais estranho. Apesar de parecer ser alguém totalmente sem noção, na verdade, é até bem sensato. Deu conselhos realmente centrados para Otani, algumas vezes. Nakao é totalmente um grude com sua namorada, sempre a apoia em tudo que ela decide, sem questionar. É praticamente um pau mandado, como dizem.


            Chiharu Tanaka é uma das amigas de Risa, porém, diferentemente da Nobu, são conhecidas desde o ginásio. É o tipo de "garota padrão" dos gostos masculinos japoneses:  meiga e baixinha, além de ser inteligente. No entanto, tem medo de garotos, por isso fuge deles, de forma aterrorizada. No desenvolvimento, ela se tornou o interesse amoroso de Otani, o garoto que aceitou por dizer que, por ele ser baixinho, lhe passava uma presença feminina. Isso feriu bastante o orgulho do garoto. Mais tarde, acaba se apaixonando pelo Suzuki, o qual foi arrastado para o grupo por ser interesse amoroso de Risa. 


            Ryuji Suzuki é um garoto bonito, calmo e inteligente. Acabou sendo arrastado para o grupo pelo Otani, por ser o interesse amoroso da Risa. No entanto, ele não foi capaz de enxergá-la mais que uma boa amiga e desenvolveu interesse por Chiharu, que era mais o seu tipo de garota. Ambos eram muito tímidos. Foi difícil, mas, de alguma maneira, acabaram namorando. No desenvolvimento, só teve um momento em que eles tiveram problemas, que foi quando ele não passou para a mesma faculdade que ela.  Suzuki mostrou ser bem covarde, enquanto Chiharu mostrou seu lado explosivo e violento.


           Haruka Fukagawa é amigo de infância de Risa, um ano mais novo. Ele desenvolveu sentimentos amorosos por ela desde pequeno, quando ela o protegia do bullying que sofria por ser pequeno e meigo. Depois, foi morar nos EUA, mesmo assim, nunca a esqueceu. Lutou para se tornar um incrível homem que fosse merecedor de uma mulher como ela. Mesmo tendo crescido o suficiente para ser mais alto que ela e ficado muito bonito, não foi capaz de capiturar o coração dela, que só o enxergava como amigo. Ele acaba implicando muito com Otani e até tenta os separar.
            Tanto o anime quanto o mangá e o live-action são muito bons. Não é uma história profunda e intensa, cheia de romantismo, como eu adoro. Mesmo assim, eu amei tudo: o desenvolvimento e os personagens. Já perdi as contas de quantas vezes assisti e, com certeza, continuarei assistindo, porque é maravilhoso. Então, eu INDICO MUITO, com toda a certeza. Leiam e assistam, não vão se arrepender.


Gênero:   Comedia romântica 
Autor: Aya Nakahara 
Mangá:  17  Volume
Anime:   24 episódios 
Live-action:   1 filme
0 comentário

Evento: Esquenta Cosplay - dia 24/03


      

       Depois do grande sucesso que foi o VGXP, em outubro de 2018, a equipe responsável pelos cosplays do evento se juntou e criou uma empresa, “SH EVENTOS”, que trabalha exclusivamente para realizar outros tão incríveis como o último. Para começar com tudo, já traz dois grandes eventos para nós, otakus e cosplayers começarmos o ano com tudo!
            O primeiro será dia 23 de março, com o “II congresso de cosplay MT”, que trará novas oficinas para aqueles cosplayers e cosmakers que queiram melhorar mais ainda suas habilidades, capacidades e experiências, para que possam aperfeiçoar ainda mais os seus cosplays. Para você, que está começando e não faz ideia do que fazer para montar seu cosplay, tenho certeza que vai amar participar desse evento. Para aqueles que já fazem há um bom tempo, mas sempre desejam evoluir mais e mais, essa é também a sua chance.  Vou deixar aqui abaixo o banner, que explica onde fazer a inscrição, horário e os demais detalhes.


            O segundo será no dia 24 de março, com o “Esquenta Cosplay”. É uma ótima oportunidade para você, cosplayer de Cuiabá e região, finalmente ter onde usar o seu cosplay e se divertir com colegas que têm mesmo interesse. Ainda pode participar do desfile de cosplay em que, até a terceira colocação, será premiada com dinheiro. Para você participar é superfácil: é só ler os regulamentos e fazer a inscrição. Deixarei os contatos logo abaixo. Agora, se você é apenas um admirador, também é uma ótima oportunidade para você contemplar o evento, ver vários personagens incríveis e, quem sabe, aquele que você tanto gosta. Além de poder ter acesso também a lojas especializadas da cultura otaku, trazendo variedades de artigos de animes e cia. 

Clique aqui para mais informações 

            Esses dois eventos ocorrerão no “VG Shopping”, onde, devo ressaltar, estão sempre de braços abertos para apoiar uma variedade de eventos diversificados. Inclusive, tem se tornado o nosso lugar favorito para eventos, por ser mais confortável e seguro. Ainda mais na nossa linda cidade amada, onde o calor terrível predomina. Acredito que todos nós estamos vibrando com essa notícia repentina desse evento incrível que está para acontecer. Os cosplayers já estão com a mão na massa, se preparando para esse grande dia. Então, se você é cosplayer, não deixe de participar do desfile. Apoie esse evento, porque quanto mais valor damos a cada um que acontece, mais acontecerão.
            Infelizmente, não poderei comparecer, porque viajarei. Estou muito triste, porque seria o meu primeiro desfile. Porém, feliz, porque como cospalyer e otaku, sei como são importantes e divertidos esses eventos. Muitos dos meus amigos vão apreciá-los. Então, apenas aproveitem cada segundo por mim também. Esse ano, muitos eventos estão por vir. Alguns já estão marcados, outros ainda incertos, mas uma coisa é certa: vamos nos divertir muito fazendo o que mais amamos. Então, para permanecer por dentro de tudo que acontecerá no evento e qualquer mudança, é só entrar e clicar aqui, que te levará até a página.
            O que quero saber é se vocês gostariam que eu sempre fizesse uma postagem como essa, falando sobre o evento que acontecerá, para que vocês fiquem por dentro. Sei que tem muitas pessoas que têm interesse, mas não fazem ideia que esse tipo de evento acontece aqui. Diversas vezes, fui parada por aí, enquanto fazia photoshoots, e as pessoas ficam impressionadas quando sabem que existe, sim, esse tipo de evento aqui. Eu mesma era uma dessas. Não fazia ideia de que poderia ter acesso a esse tipo de evento aqui. Para mim, foi como descobrir a entrada para Nárnia. Então, é isso. Espero que todos vocês tirem um tempo para participar desses eventos, que serão incríveis!

0 comentário

Minami-kun no koibito (J-drama)


         

     Há alguns anos, assisti a esse dorama mais fofo do mundo no Viki. Agora, está disponível na Netflix e foi um alívio, porque eu precisava assistí-lo novamente para escrever a postagem. O mangá foi lançado em 1986, nem acredito que já seja tão antigo. Não encontrei o mangá para ler. Não faço ideia da sua ilustração, mas posso imaginar.  Em 1994, saiu o dorama, a primeira adaptação, que também não encontrei. Dez anos depois, em 2004, lançaram o primeiro remake, o qual também não encontrei. Finalmente, em 2015, lançaram um novo remake, o que está disponível na Netflix. A produção é maravilhosa e o elenco está muito adorável. São poucos episódios e a história corre de forma muito desenrolada, o que torna muito agradável de se acompanhar.
            A história gira em torno de uma adolescente que, quando era mais nova, tinha uma espécie de namorico com o seu vizinho. Nessa época, eles compartilhavam muita cumplicidade. No entanto, conforme cresciam, acabaram se afastando. Agora, na adolescência, agem como completos estranhos, mesmo que sejam vizinhos. Apesar dele sempre ignorá-la, ela não é totalmente indiferente a ele e nunca entendeu o que os levou a chegar a esse ponto. Porém, tudo bem, ela vive sua própria vida agora e tem seus próprios amigos e objetivos. Contudo, um dia, ao vê-lo compartilhando o guarda-chuva com uma outra garota, seu coração recebeu uma forte pontada. Aquilo ficou em sua mente e coração, a atormentando por alguns dias. Em uma noite, quando conversava com seus pais sobre fazer um workshop de dança em Tokyo, acaba discutindo com eles, que não queriam permitir, e saiu de casa para esclarecer a mente. No retorno, acaba o encontrando. Após algumas trocas de palavras, ela o questiona e, em uma discussão, ele diz coisas cruéis. Arrasada e com seu coração em pedaços, ela sai correndo, sem destino. Então, uma verdadeira tempestade acontece. Ela se protege em uma caverna, onde costumava ir com o seu primeiro amor, e adormece. Quando acorda, pela manhã, se assusta por perceber que estava nua e fica mais em choque quando percebe que havia encolhido. Assustada e sem saber o que fazer, inesperadamente, aquele que nunca faria nada por ela, aparece a sua procura. Ele fica em choque ao ver o que havia acontecido. E agora? Como irão lidar diante dessa situação?


            Chiyomi é uma garota bonita, animada e amigável. Ama dançar e deseja ser dançarina profissional. Além disso, é uma ótima escritora, que escreve uma novela de celular em segredo. Quando criança, ela diz ter visto a princesa pequena, mas ninguém acreditou nela, já que se trata de uma lenda contada para crianças. Na escola, ela se da muito bem com todos, menos com seu primeiro amor, que a ignora como se a odiasse. Ela o retribui da mesma maneira, mesmo que não o odeie. Sua família se consiste em pai, mãe e irmã mais nova. São uma família comum, com seus altos e baixos. Tem dois bons amigos: uma garota e um garoto que, mais tarde, acaba se declarando a ela. Mesmo tendo uma boa vida, ainda lhe incomoda tudo que vem acontecendo em relação ao seu vizinho, Minami. Ainda mais depois de perceber que, mesmo depois de tanto tempo, ainda tem sentimentos por ele. Quando, por algum motivo sobrenatural, virou uma pessoa em miniatura e passou a viver com ele até arrumar uma solução, ficou cada dia mais difícil segurar esses sentimentos.


            Hiroyuki Minami é um rapaz bonito, inteligente, dedicado e sério. Seu sonho é se tornar médico, para um dia ser bem-sucedido financeiramente e conseguir cuidar de sua família. Quando estava no fundamental, o seu pai abandonou o lar por causa de outra mulher, o que deixou uma grande marca no seu peito. Desde então, ele jurou, um dia, ser capaz de proteger sua mãe e avó. Por alguma razão, depois dessa experiência, ele passou a se afastar de Chiyomi, não sendo capaz de abrir seu coração. Não conseguindo abrir seu coração para se apaixonar ou namorar e abandonado o esporte que tanto amava, por ser algo que havia herdado de seu pai, ele apenas da duro nos estudos, esperando alcançar seus objetivos. Um dia, quando viu Chiyomi conversando tão intimamente com seu colega, sentiu tanto incômodo e raiva, que não conseguia bem entender do que se tratava. Então, quando a encontrou na rua, sentiu muita vontade de machuca-la e não mediu suas palavras, sendo muito cruel, o que lhe fez ficar um pouco arrependido, ainda mais depois que a notícia do desaparecimento dela veio pela manhã.


            Como não se sentir culpado, já que ele foi o último a vê-la e ainda disse coisas cruéis, que a fizeram sair correndo, sem destino. Sem hesitar, ele saiu a procura e seu instinto o levou àquele lugar em que, geralmente, brincavam quando ainda eram cúmplices e inseparáveis. Contudo, não esperava que encontraria algo totalmente chocante. Será que ele havia ficado louco, a enxergando tão pequenina? Assim, a levou para sua casa. No começo, queria entrega-la aos pais dela, mas seria muito estranho. Ninguém entenderia e seria bizarro. Então, decidiu abriga-la em sua casa, cuidando dela como pode. Enquanto pensavam o que fazer sobre isso, ambos se tornaram cada dia mais apegados um ao outro. Ao ponto que, quando pensavam que ela voltaria ao normal, parecia que tudo seria tão solitário quanto antes, embora não conseguissem admitir seus sentimentos, que estavam se desenvolvendo de forma assustadora.
            Tem alguns outros personagens, mas achei mais importante falar apenas deles. Os demais vocês conhecerão no decorrer da história. O que mais gosto dessa história é que, além de ter um desenvolvimento tão fofo, ainda tem um final totalmente completo, do jeito que gosto, sem deixar nada aberto. É um dorama fácil de assistir e gostosinho. Tenho certeza que vocês gostarão. Então, indicado!!!


Gênero:   Romance, drama,  Shoujo, sobrenatural
Autor: Shungiku Uchida 
Mangá:  1 Volume 
Dorama:   10 episódios 
0 comentário

Photoshoots: Ritsuka Aoyagi - Loveless



Desde o ano passado o nosso queridinho Ritsuka tem passado por aqui com vários looks e ocasiões diferentes. Se você não viu ainda precisa dar uma verificada, está coisa mais fofa do mundo. O primeiro foi dos momentos felizes de sua vida (clique aqui). O segundo foi no tema de natal (clique aqui). O terceiro nos momentos tristes e solitários (clique aqui). Dessa vez com essa roupa, as fotos são de momentos aleatórios de sua vida frágil. Estão lindíssimas. Estou feliz por poder compartilhar elas com vocês. Todas essas fotos foram tiradas pela Bella, que fez um ótimo trabalho. Tivemos também a ajuda da Viih.












          Espero que vocês tenham gostado. Eu amei, estou muito apaixonada pela fofura desse personagem. Ainda vai vir mais fotos, então continue nos acompanhado. Que o nosso adorável Ristuka venha muita mais vezes aqui. No futuro, se tudo der certo acompanhado.

0 comentário

Is it love? Adam


    

        Finalmente, terminei mais uma rota do jogo “Is it Love?”. Se você é uma grande fã de jogos otomes, provavelmente gostará desse. Ele é bem prático, já que é de aplicativo.  Atualmente, eles têm três séries diferentes: a primeira, que é “Carter Corp”, com as rotas Gabriel, Matt, Ryan, Colin e Adam; a segunda, que é “Mystery Spell”, com as rotas Drogo, Peter, Nicolae e Sebastian; e a  terceira, mais nova, “Blue swan Hospital” que ainda não sei como funciona, já que não disponibilizaram em português ainda. Algumas dessas rotas já têm postagens aqui no blog, então, se tiver interesse, é só clicar nos nomes. Sem delongas, vamos à história do jogo.
            A história gira em torno de Haruna (PT), uma linda jovem que fugiu de sua cidade pacata para New York, depois de ser traída pelo seu noivo e ser enganada pelos seus pais.  Agora, ela já tem trabalhado há um bom tempo nas empresas Carter Corp e leva a sua própria vida como bem deseja. Um dia, após ir a um show de punk de um colega de trabalho, acaba conhecendo um baterista charmoso e gentil, que mexe com o seu coração.  Depois de uma boa conversa, eles trocam contatos. Porém, Haruna não quer ter qualquer expectativa sobre essa pessoa, por mais encantadora que ele pareça, afinal, não quer se machucar mais uma vez. Mesmo assim, não conseguia evitar pensar nele. Então, quando menos esperou, ele a contatou, chamando para um jantar no restaurante onde trabalhava. Ao chegar lá toda animada, cheia de expectativas que estava evitando, acaba desapontada quando descobre que não estavam sozinhos e não se tratava de um jantar romântico. Lá, estavam dois amigos: um rapaz de cara amarrada e uma moça que a fitava com desgosto. Tudo já estava muito estranho, mas ficou ainda mais quando a moça, em um momento em que estavam sozinhas, a faz entender que os dois tinham um relacionamento. Isso a deixa tão chateada, que acaba indo embora.


            Depois de alguns dias, com muita insistência do baterista sexy, ela escuta a verdade. Assim, aceita sair com ele, mas, dessa vez, apenas os dois. Nesse passeio, ele mostra o seu eu verdadeiro, o seu amor pela natureza e o surfe. Apesar de não rolar nada demais entre os dois naquele momento, existia uma química que não dava para esconder. A cada dia eles estavam se dando bem, então ele a visitou em seu trabalho para pegar algo com o vocalista, que trabalhava na empresa. No entanto, acabou que essa visita inesperada só fez as coisas esquentarem mais entre os dois, que se beijaram pela primeira vez. Um caminho para um novo amor. Haruna estava em êxtase com a promessa do que estava por vir nesse novo dia e foi trabalhar toda animada. Contudo, seu dia de trabalho foi todo bagunçado e assustador, após as redes da empresa serem hackeadas e um vídeo assustador com um homem encapuzado dando discurso sobre o mal que as empresas têm feito à natureza. Depois desse dia tão opressor, tudo que ela queria era ver o seu baterista loiro mais sexy do mundo. Contudo, ele passou a evita-la, dizendo que não poderiam ficar juntos. O seu mundo caiu de forma desumana no chão, ela nunca esperaria que, depois de ter se cuidado tanto para não se apaixonar, momentos depois de abrir seu coração, seria machucada tão facilmente. E agora? Como superar isso? Por que, do nada, ele resolveu se afastar? Que tipo de desenvolvimento terá essa história?
(Atenção: spoiler!!!)


            Adam Peterson é um lindo rapaz, inteligente, energético e gentil. Além de baterista e surfista, ama a natureza mais do que tudo. Trabalha em um simples restaurante na parte da noite. Ele divide o apartamento com um bom amigo de longa data, com quem em breve abrirá uma loja perto da praia, território que tanto ama. No entanto, apesar de aparentar ser um Zé Ninguém, a verdade é que ele é filho de uma família extremamente milionária, que tem uma grande empresa que envolve petróleo. Contudo, Adam é um grande protetor do meio-ambiente, então nunca concordou com o meio de vida de sua família. Assim, acabou abandonando seu lar e guarda muito rancor por seu pai, por causa de um incidente do passado. Há muitos mistérios em torno desse jovem surfista, que insiste em guardar um rancor por seu pai, entre outras coisas.


            Até conhecer Haruna, ele vivia com uma mulher diferente a cada dia, sem se envolver profundamente com ninguém. Ficou muito atraído por ela à primeira vista, mas, por alguma razão, não sentia que ela era como as outras garotas, tanto que não conseguia trata-la como as outras. Porém, ela ser especial, ao ponto de querer mostrar mais sobre ele, não era o único motivo dele não ir tão longe. Existiam algumas diferenças que poderiam ser um problema para ambos. No desenvolvimento, ele a machuca profundamente após tê-la enganado. Contudo, de alguma forma, ela tenta entender o lado dele e, após a promessa dele nunca mais esconder nada dela, aceitou tentar mais uma vez.  Os seus dias foram como um verdadeiro sonho, mas ainda havia muito para se descobrir sobre ele e muita adrenalina para sentir pela primeira vez.  


            Owen é o melhor amigo de Adam, com quem divide o apartamento. Ele é um homem atraente, rude, autoritário e de forte caráter. Pode ser gentil, uma vez que passa a conhecer melhor a pessoa. Namorava Fiona, pessoa com quem, agora, tem uma relação de apenas amizade. Assim como seu amigo, trabalha no mesmo restaurante e também ama surfe e a natureza. Ao conhecer Haruna, foi rude com ela, por não conhecê-la e por julgá-la pelo lugar onde trabalha. Ao vê-la com seu amigo, passou a ser mais agradável, conforme a conhecia. Foi por causa dele que Haruna descobriu algumas coisas que a magoaram muito. Além disso, enquanto ela e Adam estavam separados, acabou se declarando. Mesmo dizendo que era louco por Haruna, foi graças a ele, também, que os dois voltaram.  Contudo, mesmo eles voltando, não retrocedeu sobre o que sentia. Eu achei-o um tanto fofo em vários momentos. Até entendo porque Haruna ficou tão comovida com os sentimentos dele.


            Fiona é ex-namorada de Owen e uma boa amiga de Adam. É uma mulher atraente, que tem um bom relacionamento de amizade com ambos, e também compactua com as mesmas visões deles. Fiona é apaixonada por Adam e foi por esse motivo que terminou seu relacionamento com Owen, no entanto, ele nunca a viu dessa forma e sempre a tratou com uma amiga. Mesmo sabendo disso, quando vê o Adam sério sobre Haruna, acaba mostrando seu lado invejoso. Até mesmo chegou a mentir sobre ter algo com ele, para afugentar Haruna. Ela tenta de tudo para derrubar o relacionamento dos dois. Chegou a partir para a violência, esperando que Haruna fosse retroceder, mas a nossa querida PT mostrou não levar desaforo para casa e defendeu seu homem na mesma medida. 
            Serei bem sincera: eu não fui nem um pouco fã dessa rota. Não gostei de muitas atitudes do Adam, no começo. Não gosto muito da forma que ele luta pela causa que ele acredita, embora saiba que é necessário. Eu mesma não gostaria de me envolver com isso.  Não gostei de como a PT muito facilmente perdoou algumas coisas. Todavia, curti os momentos dos dois juntos e achei o final muito interessante, ambos. Espero que exista uma rota para o Owen. Acho que vai ser muito amor, embora, fisicamente, não faça o meu tipo. Eu acho o Adam lindo, é meu tipo de homem, fisicamente, tem uma personalidade ótima. Se tirasse só algumas coisinhas, seria o homem mais maravilhoso do mundo. Teve outro personagem, mas não falarei dele, porque é importante para o mistério. Espero que vocês gostem!

0 comentário

Magic-Kyun! Renaissance



         Se tem algo que eu amo, e vocês já sabem muito bem, é harém inverso. Então, quando encontro um anime, mangá ou seja o que for assim, abraço o conteúdo com toda a força. Porém, nem todos os animes desse gênero são, de fato, bons, infelizmente. Os personagens são lindos e cativantes, porém, a heroína é tão sem graça e sem ação, que deixa a história sem vida. “Magic-Kyun!”, todavia, está na classe média. A heroína não é chatinha, mas não tocou meu coração. É assim que é, geralmente, quando um anime é baseado em jogos otomes. Sim, ele é uma adaptação de um jogo que foi lançado em 2016. Eu não tive contato com o conteúdo, mas é provável que seja muito melhor. Através dele, também saiu o mangá, no mesmo ano, que não encontrei para ler. O anime também foi lançado em 2016. Tem uma produção boa, os personagens têm características muito marcantes e as canções são um amorzinho.
            A história envolve uma jovem estudante que sonha, um dia, ser uma artista com uma brilhante magia, como sua falecida mãe. Por isso, decidiu estudar na escola especializada no assunto, onde apenas estudantes talentosos e com dons de mágicos estudam. Ao chegar à escola, ela fica encantada com as magias de distintos alunos que vê pelo caminho. Porém, ao conhecer sua colega de quarto, descobre que todos da escola já sabem usar a magia, o que a deixa preocupada, já que ela ainda não consegue. No primeiro dia de aula, meio deslocada ainda, o professor anuncia quais serão os alunos responsáveis pelo comitê de planejamento do festival de cultura anual. Entre todos os rapazes citados, por último, o seu nome também foi requisitado. Foi uma grande surpresa, já que ela mal entrou e estava com tamanha responsabilidade em suas mãos, sendo que nem magia conseguia usar ainda. Então, começam os seus dias de aperto, pois os únicos que apareceram na reunião foram ela e o colega de sala sério, que não parecia gostar muito dela. Depois de muita discussão entre eles, sobre seus colegas que não apareciam, a garota decide que vai trazer todos eles à reunião, de alguma maneira. Assim começam os seus dias, se envolvendo com cada membro do comitê, trazendo mudanças para eles e para si mesma.



            Kohana Aigasaki entrou na metade do segundo ano na escola Hoshigei High, para que, um dia, ela consiga alcançar o legado de sua mãe, que era especializada em arranjos florais e tinha uma magia única. Kohana é uma garota bonita, gentil e amigável. Apesar de sonhar tanto em ser como sua mãe, ainda é uma amadora que está dando duro para se aperfeiçoar. Depois de descobrir que todos os alunos já controlavam sua magia, ela ficou desesperada em conseguir também. Com muito esforço, passou a conseguir, porém, o fato de querer tanto parecer com a mãe dela pode ter atrapalhado seu desenvolvimento pessoal. Depois de ser aconselhada por vários de seus colegas do comitê, passou a acreditar mais em si mesma e a confiar mais no seu próprio jeito e potencial. Assim, desenvolveu uma magia que começou a ganhar o coração das pessoas. Apesar dela ainda ter um aparentemente nível baixo de magia, a verdade é que tem um grande poder oculto dentro de si, que pode ser um problema, no futuro.


            Teika Ichijoji é aluno do segundo ano, conhecido como Rei, na escola, por ter a melhor habilidade de cantar. Ele é um rapaz bonito, sério, arrogante e rigoroso. Apesar de querer passar uma pose de cara incrível na frente dos outros, se dedica de forma apaixonada, por baixo dos panos, ao que ama. O seu jeito próprio de cantar tem sido um pouco frustrado por, constantemente, estar sob pressão do seu pai e irmão mais velho, que sempre o lembram de honrar o seu sobrenome. Desse modo, está sempre dando duro para ser o melhor em tudo que faz, vendo outras pessoas como rivais. Na infância, era o melhor amigo de Aoi, mas acabou se afastando por rivalidade e por estar muito empenhado apenas em aperfeiçoar suas técnicas. Conheceu Kohana em um dia que estava ensaiando escondido. Naquele momento, não sabia quem ela era, porém, de jeito pouco arrogante, foi gentil com a garota, lhe ensinando o caminho do dormitório. No primeiro dia de aula, acabou descobrindo que ela era da família que era arqui-inimiga da sua. Logo de cara, declarou sua inimizade por ela. No entanto, enquanto conviviam no comitê, em que ele tinha a posição de presidente e ela vice, ele passou a ver que a garota não tinha nada em si que desejasse competir em ser melhor. Apenas se dedicava apaixonadamente ao que amava, sem pedir nada em troca. Isso o inspirou e o fez ser um grande admirador dela. Sinceramente, shippo muito os dois, desde o começo. Tem aquele lance de “Romeu e Julieta”, o relacionamento deles.


            Aoi Suminomiya é aluno do segundo ano, sua especialização é caligrafia. É um rapaz indiferente e calmo, que vive em seu próprio mundo. Uma vez que se interessa por algo, fica completamente absorvido e esquece até das suas próprias necessidades básicas. Não frequenta as aulas por sempre se dedicar à sua própria arte, mas não é reprovado, porque é muito inteligente, mesmo que não vá à aula. Aoi não se envolve com as pessoas, é desligado e as coisas à sua volta não lhe aguçam o interesse. Depois da rivalidade, ainda quando era novo, ter lhe tirado o seu único melhor amigo, ele nunca mais fez novas amizades. Porém, depois da Kohana tão insistentemente ficar em seu pé para o levar à reunião do comitê, um novo mundo começou a se abrir para ele. A garota lhe ensinou tanto com sua presença e preocupação, que ele mesmo desejou mudar um pouquinho e sair do seu pequeno mundo. Aoi mostrou se preocupar, sinceramente, com Teika. Está sempre o observando e tentando o acordar dessa vida frustrante que o leva a cantar de forma tão fechada.


            Rintaro Tatewaki é aluno do terceiro ano, sua especialização é escultura. É um garoto bonito, alegre, energético e atencioso. É muito popular entre as pessoas, que ficam felizes ao seu redor. O seu hobby é cozinhar, algo a que ele se dedica muito, por sinal. O seu amor por escultura vem de família, já que seu admirado avô é um grande escultor. No entanto, por alguma razão, não consegue alcançar o seu brilho, então acha que nunca está sendo bom o suficiente. Rintaro é primo de Monet e se dedica a fazer doces nutritivos que ele consiga comer. Foi um dos últimos a conhecer Kohana. Não levou muito tempo para ela levá-lo à reunião. Kohana o apoiou em momentos difíceis, e assim o fez criar uma afeição por ela. Eu, desde o começo, achava que ele estava na especialização errada, porque via-o se dedicando muito na cozinha.


            Louis Anjo é aluno do terceiro ano, sua especialização é a dança. É um belíssimo homem, galanteador, gentil e que tem bom humor. Está sempre rodeado de donzelas, as quais trata de forma cavalheiresca. Apesar de parecer sempre alegre, na verdade, ele esconde um lado extremamente angustiado. Assim, não leva nada de verdade a sério. Mesmo que dance de forma tão linda, que faz qualquer um parar e admira-lo, a verdade é que seus sentimentos sobre a dança estão meio confusos, por causa de magoas do passado. Quando foi atraído por Kohana a ir para a reunião do comitê, não fazia ideia que conhecê-la mudaria seu ponto de vista sobre si mesmo e o mundo ao seu redor. Kohana, que não tinha qualquer especialização em dança, estava se dedicado muito a aprender para dançar no festival. Depois de aceitar ajuda-la, encontrou um novo caminho para superar sua angústia e se dedicar à sua dança.


            Tsukushi de Monet é aluno do primeiro ano, um pintor promissor muito sábio. É bonito, confiante, atrevido, tímido e sensível ao que os outros dizem. É conhecido como “o príncipe monocromático”, já que sua especialidade é pintura monocromática.  Embora essa seja sua especialidade, ele amaria fazer pinturas coloridas, mas como foi determinado que essa era a sua melhor habilidade, nunca havia deixado se levar, o que o frustrou um pouco. Tsukushi tem um irmão gêmeo mais velho, que não apareceu no anime, e um bichinho de estimação, que é um ouriço. Apesar de ser geralmente fechado, uma vez que abre seu coração para alguém, se torna muito carente. Ele conheceu Kohana quando foi dizer ao comitê que não participaria, porque iria estudar fora do país. Porém, depois de ser convencido ao menos a fazer o banner do festival, acabou se envolvendo com Kohana, que o incentivou a se dedicar às suas pinturas coloridas também. Assim ele se reencontrou consigo mesmo, se tornando muito apegado à Kohana, mostrando seu lado carente e atrevido de forma muito fofa.


            Kanato Hibiki é aluno do primeiro ano, um violoncelista. É um rapaz atlético, simpático e de bom coração. É uma pessoa extremamente acolhedora e não consegue deixar as pessoas necessitadas sozinhas, estando sempre pronto para ajudar. Sua família é bem grande: são cinco irmãos e ele é o mais velho, por isso sabe muito bem como cuidar das pessoas ao seu redor. Começou a frequentar o comitê junto de Anjo, com quem estava jogando basquete quando conheceu Kohana. Depois de alguns momentos com a garota, em que ela cuidou dele e tudo mais, passou a ter uma afeição pela moça. Kanato é bem desajeitado quando se trata de ser romântico, o que chega a ser fofo. 
            O anime não é profundo, mas é gostosinho de assistir. O romance tem um nível bem lastimável, infelizmente, mas dá para traçar uns shippes “bem de boa”. Só queria que a Kohana fosse mais ciente dos garotos, mostrando reações mais fofinhas quando eles flertassem com ela. Uma das coisas boas desse anime é que ele incentiva muito a se dedicar aos seus sonhos, a dar o seu melhor por aquilo que ama e a não se influenciar pelas pessoas, mas fazer aquilo que deseja, do seu próprio jeito. Não é um anime que causou impacto em mim, mas é adorável. Se tiver um tempo sobrando, por que não assistir?



Gênero:   Romance,  harém inverso, Fantasia
Autor: Hajime Yatate
ilustração: Junta Mio
Mangá:  - Volume ( em andamento)
Anime:   13 episódios 
0 comentário