Koisuru Heart ga no to lu



Uma das coisas que têm me ajudado a não falhar nas postagens de mangás são os mangás de apenas um volume. Então, hoje trago mais uma coletânea de oneshots com quatro histórias muito distintas, mas todas escolares. A ilustração é daquelas bem comuns em mangá shoujo. Não parece ser um enredo tão antigo. A minha favorita é a primeira, o restante não foi lá essas coisas.


O primeiro oneshot conta a história de Sawa, uma estudante muito séria e estudiosa. Um dia, o professor pede para que ela convença um de seus colegas a ir à aula, pois as faltas são muitas e ele não tem escutado as advertências dos professores. Apesar de resistente, ela tenta fazer obedientemente o que lhe foi designado. Contudo, quando encontra o rapaz, ele estava em uma situação um tanto comprometedora com uma garota. Após conversar com ele sobre voltar à aula, ele diz que voltará se ela lhe der um beijo. E agora? O que ela fará?


O segundo oneshot conta a história de Saho, uma garota popular com os garotos estranhos. Eles lhe fizeram se meter em cada situação irritante, que ela não viu opção a não ser pedir para um colega sério e responsável ser seu namorado de mentira, para livrá-la dessas inconveniências. A única exigência dele é que ela não se apaixonasse por ele, o que ela julgou muito fácil, já que não tinha qualquer interesse no amigo. Contudo, essa história de fingir serem namorados os fez ficarem mais próximos e carinhosos um com o outro, e isso começou a mexer com ela. E agora?


O terceiro oneshot conta a história de Fujishima, uma garota que não sabe o que quer do futuro, mas a escola e seu pai exigem que ela escolha algo de imediato. Isso é muito cansativo e, não importa o quanto ela pense sobre isso, sabe que o que ela realmente deseja é algo que o seu pai rígido não quer. Um dia, ela escuta um piano e, ao achar de onde vem esse som, encontra um colega de sala, o qual ela não gosta muito. No entanto, ao ouvi-lo tocar, muita coisa mudou dentro de si. E agora? Ela conseguirá encontrar o seu caminho com essas mudanças em seu coração?


O quarto oneshot conta a história de Yukino. É época de Natal e ela não vê qualquer motivo para comemorar isso, já que não acredita em Cristo. Por essa razão, ela não tem qualquer interesse nesse dia, em que todo mundo se anima. Um dia, enquanto fugia da missa da sua escola particular, um rapaz acaba abordando-a e ajudando-a a sair da igreja. Ele parece curioso sobre o porquê de ela não gostar do Natal. Passeia com ela por vários lugares, lhe mostrando a beleza desse dia. Todavia, o momento que passaram juntos acabou e ele foi embora, sem deixar qualquer vestígio, o que lhe deixa aflita, pois gostaria de vê-lo novamente. E agora? Quem é esse rapaz? Ela poderá vê-lo novamente?
Para ser sincera, eu não gostei muito desse mangá. Achei as historinhas muito fracas, mas a pior de todas, para mim, foi a terceira. Será que essa autora estava no começo da carreira como mangaka? Bom, mas romance é romance, e esse é um bom petisco.


Gênero:   Romance, Shoujo
Autor:  Aoki Kotomi
Mangá: 1  volume 
1 comentário

Photoshoot - Syaoran (Tsubasa Chronicles)



O photoshoot de hoje é especial como todos que passam por aqui. Porém, antes preciso convida-los a ver os outros shoots de Tsubasa Chronicles (clique aqui) que já foram compartilhados aqui no blog. Se você não conhece essa obra maravilhosa por favor você não pode sair daqui sem ler a postagem dedicada apenas pra ele (clique aqui). As fotos de hoje são do meu querido Syaoran- Kun, personagem que eu amo de paixão, que é interpretado pela minha parceira VIIH, que já nem é mais visita da casa, faz totalmente parte do meu mundo. Já tivemos umas fotinhas só dele da outra versão, veja também por favor (clique aqui).

 Essas fotografias foram tiradas pela fotografa Patricia . Ela é uma fotografa fantástica, adoro o trabalho dela. O traje do Syaoran, foi feito completamente pela VIIH, para o concurso de cosplay 2018 do VGXP (clique aqui), veja a postagem caso você não tenha visto ainda. Achei fantástica essas fotinhas dele, ele é maravilhoso. Essa versão dele também corta meu coração em pedacinho, pois ve-lo assim anuncia que a história está no final e que muitas coisas tristes vão acontecer. Porém, sem mais delongas, vamos as fotos.











Espero que vocês tenham gostado, eu amo tudo que é de Tsubasa Chronicles, são meus tesouros. É um casal que nos marcou muito como parceira de cosplayer, então continuaremos tendo muitos outros projetos para o futuro. Espero vocês aqui sempre.

1 comentário

Koisuru Heart de taishite



Esse mangá contém uma coletânea de 3 oneshots de romances bem distintos. Ele, provavelmente, deve ter no mínimo uns 10 anos desde que foi lançado. Digo isso por causa do estilo da ilustração e dos trajes dos personagens. Não teve nenhuma história que posso dizer que amei. São historinhas comuns, que não mexem muito com as nossas emoções. É um mangá pouco mais adulto, já que tem algumas cenas quentes.


O primeiro oneshot conta a história de Misushima Akuma, uma policial que está trabalhando em um caso muito sério. Porém, ela acabou deixando o bandido escapar, na última vez, e por essa razão tem virado motivo de chacota entre seus colegas. Esse ladrão ainda teve a audácia de lhe dar um beijo antes de fugir, o que tem lhe causado vários sonhos estranhos. No entanto, em meio a tudo isso, ela tem o seu vizinho, que mudou não há muito tempo, mas é muito atencioso e tem cuidado dela muito bem. É a sua paixão do momento. Contudo, o que ela não sabe é que esse vizinho é nada menos que o bandido que deseja prender. Ela conseguirá prendê-lo?


A segunda história tem dois capítulos e envolve Nana, uma enfermeira que, no momento, está muito brava por ser trocada de departamento por influência do seu namorado, um médico. Trabalhar junto pode ter suas vantagens e desvantagem. No momento, está complicado, porque ele está com ciúmes de um garoto de 13 anos. Não tem cabimento um garoto gostar dela, pelo menos é o que ela acredita. Porém, isso parece estar causando alguns conflitos em seu relacionamento. E agora?


A terceira história envolve a Akame, uma mulher que está cheia de dívidas e, em troca de liquidar essas dívidas, ela decidiu trabalhar para esse homem da indústria do sexo. No entanto, ela é virgem, inexperiente em qualquer coisa e tudo vira uma confusão onde está. Achando que seria severamente repreendida, esse homem foi muito paciente com ela, sempre buscando o melhor local para ela trabalhar. Esse gesto a encantou. E agora? O que fará, já que está tão apaixonada pelo homem que liquidou a sua dívida? Como ela o recompensará por isso, já que não é boa em nada?
Como podem ver, são historinhas bem simples. Já vimos muitas com, praticamente, a mesma trajetória. Eles não se aprofundam em nada, nem dá tempo de trabalhar as nossas emoções. Eu não leria novamente, mas foi válido. Quando se é viciada, como eu, em romance, vai haver um momento em que você terá lido todos os disponíveis e mangás como esse suprirão a falta enquanto outros não aparecem.


Gênero:  Comedia, Romance, Shoujo
Autor:  Enjouji Maki
Mangá: 1  volume 
0 comentário

Playlist: música japonesa



Já faz muito tempo que eu não faço uma playlist de música japonesas, isso porque não estou na vibe desse tipo de música, o que me faz não conhecer nada novo para compartilhar com vocês. No entanto, esses dias eu estava escutando algumas músicas novas. Decidi compartilhar algumas lindas que encontrei e que estarão na minha playlist, com certeza. Então, vamos lá?!
“Betsu no hito no kanojo ni natta yo” é cantada por Wacci, no entanto, eu gostei mais da versão cover. Por isso, vou postar aqui tanto a original quanto o cover, que é o segundo vídeo.  Eu gostei muito dessa música e da forma como ela é expressada. A letra é sobre uma pessoa que terminou o namoro e está tentado superar isso namorando com outra pessoa, que ela julga muito melhor.




“My Way”, cantada por Mirei Touyama. É uma música muito linda. Eu não sei bem a letra, pois infelizmente não achei tradução. Todavia, se ela seguir a ideia do MV, provavelmente fala sobre amizade e um amor entre duas garotas. Não sei ao certo.



“Mikazuki”, cantada por Sayuri. Eu achei essa música muito fofa. Não sei a tradução, mas curti muito. Nunca tinha escutado, apesar de ser um pouco antiga. A voz dela me lembra um pouco a cantora Yui (clique aqui).



“Hokkaido”, cantada por Majiko. Eu não sei o que diz essa música, mas adorei como ela flui. Eu quero acreditar que, conforme o nome, ela deve falar sobre os sentimento de morar em Hokkaido, até mesmo o MV mostra a cidade. Todavia, não sei. Pode não ser nada disso. Nunca havia escutado uma música dessa cantora.


“Love & Sweet”, cantada por Celeina Ann. Essa é outra que não sei a letra, mas eu gosto da forma leve como a música é cantada. Além disso, é uma música bem divertida. Tem sabor de verão.


“Shine”, cantada por Ieiri Reo. Essa música foi lançada nesse ano. Eu não encontrei tradução também, mas eu achei muito gostosinha de ouvir. Adorei mesmo a forma como ela é expressada.


“Kimi ga kureta natsu”, cantada por Ieiri Reo. É outra canção que não conheço a letra, mas também foi lançada recentemente. Achei tão lindinha!


“Silly” cantada também por Ieiri Reo. Eu estou amando as músicas dela, apesar de não achar tradução de nenhuma. Essa música é expressada de forma profunda, por isso eu amei.


“Mikansei”, outra música de Ieiri Reo. Eu gostei muito dessa música também. Acho que já me tornei uma seguidora dessa cantora. Sua voz me agrada muito.



“Sayonara”, cantada por Toyama Mirei. Eu achei essa música triste e profunda, mas linda. Eu gosto desse tipo de canção.


“Kuruoshi hodo boku ni wa utsukushi”, cantada por Majiko. Eu gostei do estilo de música diferenciado dessa cantora. Essa foi a música que mais gostei.


 “Kimi omoi”, cantada por Keisuke. Eu adorei a forma doce como essa música é cantada. É muito linda mesmo, uma pena que não achei letra.


“Caffeine”, cantada por Akirama Kiiro. Uma música bem animada. Eu adorei. Muito divertida de escutar.


Bem, essa foi a minha playlist. No momento, tô meio “ruim”, para música. Ando escutando umas coisas bem aleatórias. Seria difícil fazer uma playlist, dessa forma. Porém, essas são as músicas japonesas que encontrei recentemente e gostei. Caso tenham alguma música linda para me indicar, por favor, se sintam à vontade para fazer isso. Adoro indicações.

0 comentário

Nee sensei, Shiranai no? (J-drama)



Há tempos não encontrava aquele dorama fofinho, de fazer o coração transbordar. Dessa vez, totalmente sem querer, encontrei esse na Viki. Ele é uma adaptação de um mangá com o mesmo nome, do qual não encontrei nada a respeito. O dorama foi lançado em 2019, tem uma produção maravilhosa, personagens muito bom e um elenco incrível. A história se desenvolve de forma bem desenrolada.  Não sei se segue à risca o mangá, porque, como disse, não encontrei nada. O maior defeito dele é ter poucos episódios, apenas seis, e cada um tem apenas 25 minutos de duração. Então, eu simplesmente o devorei muito rápido, porque é muito bom.
O enredo envolve uma mangaka que nunca esteve em um relacionamento amoroso, porque sempre preferiu se dedicar ao seu trabalho, que é a razão da sua felicidade. No entanto, uma pessoa inexperiente no amor, que escreve histórias românticas, uma hora falhará em seu trabalho. Por essa razão, o seu editor disse que ela deveria começar a ter mais relacionamentos amoros, familiares e amigáveis, pois seria muito importante para o seu crescimento como mangaka. No momento, ela ficou muito brava. Achou que era demais se meterem dessa forma na sua vida, já que tudo que queria era dar o máximo no seu trabalho. Porém, logo ela reconheceu, então decidiu, pelo menos, melhorar o visual e, com isso, a sua autoestima. Chegando ao salão sem marcar hora, um cabelereiro muito gentil disse que a atenderia. Sem saber o que queria, apenas o deixou fazer algo que combinasse com ela. O jovem rapaz, que a escutou e observou durante seu trabalho, realçou sua beleza. Após se despedirem, o jovem  acaba a pedindo em namoro. Apesar da surpresa e ser tudo tão súbito, estranhamente ela não conseguiu negar, e isso foi o começo do seu relacionamento. Será realmente possível levar um relacionamento, uma vez que ela se dedica mais ao seu trabalho do que a qualquer coisa?


Aoi Hana é uma moça que veio do interior para Tokyo a fim de conquistar o seu sonho como mangaka. Desde que chegou ali, correu atrás do seu sonho sem descansar, até que, um dia, uma das suas histórias foi reconhecida. Desde então, ela dedica todos os dias a isso. Assim, nunca se importou com a aparência, em conhecer pessoas ou sequer sair. Ela preferia dedicar o seu tempo totalmente ao seu trabalho, que era o mais importante para si. Aoi é muito habilidosa, tímida e sincera. Após finalmente se sentir mais bonita, tomou coragem para ter um relacionamento com um cara que gostou, à primeira vista. No entanto, isso não mudou nada em sua vida. Ela continuou sendo a Aoi que tem seu trabalho em primeiro lugar. Sendo assim, corria o sério risco dele a deixar, cedo ou tarde. É possível, mesmo para ela, manter um relacionamento, já que seu trabalho sempre virá primeiro?


            Kido Riichi é um cabelereiro, um rapaz bonito, simpático e inteligente. Ele ama seu trabalho e se dedica muito a ele. É muito popular entre as mulheres, mas desistiu de se relacionar, pois seus namoros nunca duravam. Isso porque ele também se dedica muito ao seu trabalho, então, não é alguém que vai ser tão presente na vida da namorada. Contudo, Kido acaba se apaixonando pelo jeito da Aoi, apenas observado-a enquanto cortava seu cabelo. O que o cativou era como ela levava seu trabalho a sério e a sua dedicação em ser cada dia melhor naquilo que ama. Isso nunca havia acontecido, porém, ele não conseguiu apenas se despedir dela. Queria vê-la mais vezes, por isso não se segurou em pedir para namorar. Os japoneses têm muito disso, de pedir em namoro sem conhecer bem, por isso não chega a ser um comportamento estranho.


O jovem rapaz encontrou alguém mais dedicado do que ele ao trabalho. E, pela primeira vez, entendeu como suas namoradas se sentiam. Mesmo que ela ficasse semanas sem ligar, mandar uma mensagem ou se encontrar, ele não se importava. Não por não gostar dela, mas porque isso era o maior charme dela, o tanto que ela se dedica ao trabalho e o fato de nada mudar, mesmo tendo um namorado. Já tinha um mês de namoro e, apesar de eles serem adultos, sequer haviam trocado carícias ainda. Isso o deixava um pouco inseguro, às vezes, mas bastava ela abrir seu coração cheio de sinceridade que ele sentia que podia esperá-la para sempre. Assim era o relacionamento deles. Pela forma dele entender e não se chatear que ela tenha seu trabalho em primeiro lugar, achei um relacionamento único. Quanto mais dedicada e apaixonada pelo seu trabalho ela era mais apaixonado ele ficava.


Hoshino Nanase é uma jovem atriz muito famosa, no momento. Uma mulher bonita, simpática e esperta. Ela conhece Kido há um bom tempo. Ele tem sido seu cabelereiro, e ela já o indicou para muitas atrizes, que hoje são clientes dele. Apesar de eles terem uma forte amizade há muito tempo, Kido a vê apenas como uma irmãzinha mais nova, enquanto ela é apaixonada por ele. Como ele havia dito que não tinha interesse em namorar a garota, esperou pelo momento certo. No entanto, fica surpresa quando ele diz estar namorado, o que a faz querer fazer qualquer coisa para tê-lo ao seu lado. Tudo se torna mais acirrado quando ela vai fazer o papel principal em um live-action da história de Aoi e descobre que eles são namorados.
Esse dorama é um amorzinho. Tem outros personagens muito queridos, mas esses são os principais. Sabe quando você quer ver uma história de amor desenrolada e rápida? Esse é o seu dorama! Aproveita que está disponível na Viki e assista. Eu amei, de verdade. INDICADÍSSIMO!!!


Gênero: Romance
Autor:  Aya Asano 
Mangá: ? volume 
Dorama:  6 episodio  
0 comentário

Beastars



Vi muitas pessoas falando sobre esse anime por aí, mas confesso que nunca bateu vontade ou curiosidade de ver. No entanto, no início da quarentena, pensei: por que não, né? Tudo isso porque era dublado e eu estava com preguiça de ver qualquer coisa legendada. No entanto, eu realmente gostei. É um anime bem diferente, com furry. Eu nunca tinha assistido nada nesse estilo. O enredo é bem interessante e os personagens também. O mangá foi lançado em 2016. Atualmente, está com 18 volumes. A editora Panini o lançou aqui, no Brasil. Eu não o colecionarei, mas consegui ler 185 capítulos em um site, com muita dificuldade. Isso porque eu achei a ilustração péssima. Realmente não foi do meu agrado, mas, depois que o desenvolvimento começou a ficar muito louco, eu consegui ler mais rápido. Sim! As coisas ficarão muito loucas e não vejo a hora de sair uma nova temporada. A adaptação do anime foi lançada em 2019. A qualidade de produção é até a mesma da ilustração, mas muito mais bonita.  O desenvolvimento é praticamente igualzinho ao do mangá, só cortaram umas poucas partes que estou vendo que passarão na próxima  temporada, porque, se não for o caso, isso significa que eles cortarão um nível de violência da história, o que estragaria o desenvolvimento, porque daqui para frente a chapa vai esquentar, e muito.
A história gira em torno em um mundo onde os animais antropomórficos, que vivem de forma civilizada, compartilham uma cultura de obrigação moral entre herbívoros e carnívoros, para que eles possam coexistir. Em meio a isso, a história envolve um jovem lobo cinzento, que estuda no colégio interno, Cherryton, onde vive em um dormitório cheio de carnívoros. Ele tenta viver discretamente, apesar do seu tamanho, e trabalha no clube de teatro, ajudando nos bastidores, onde tem membros carnívoros e herbívoros. Há pouco tempo, um membro muito importante foi devorado por algum carnívoro, o que instituiu terror, desconfiança e hostilidade entre herbívoros e carnívoros. Em meio a toda essa loucura, o jovem lobo conhece uma coelha anã e desenvolve uma forte atração por ela. Todavia, ele não sabe definir se isso é amor ou apenas seu instinto de predador. E agora? Quem é o assassino? É possível um herbívoro e um predador terem relacionamentos íntimos sem perigo?


Legoshi é um lobo cinzento. Um estudante do ensino médio, tímido, educado e gentil.  Apesar de parecer um lobo puro sangue, a sua mãe foi fruto de um dragão e uma loba cinzenta. Ela teve sorte de nascer uma loba perfeita, mas, com o tempo, seu corpo sofreu algumas alterações, o que a levou a fazer uma escolha drástica. Legoshi é fruto de outro lobo cinzento, o pai que ele não conhece. Por essa razão, parece ser um puro sangue. No momento, seu único parente é seu avô, que é um dragão. Esse lobo reprime sua força e capacidades para poder viver discretamente, o que irrita alguns herbívoros como Louis, o líder do clube de teatro. Quanto mais ele tenta ser discreto mais suspeito ele parece. Apesar de ter uns 17 anos, nunca comeu carne e deseja fortemente viver entre herbívoros, principalmente após se apaixonar por uma.  Porém, é um fato que ele é um carnívoro, e ir contra seus instintos pode ser a coisa mais difícil a se fazer. Contudo, ele está disposto a lutar contra isso e, mais que isso, ir atrás de quem matou seu colega herbívoro, para que a escola possa ser um lugar de paz para eles, não de terror. Com isso, Legoshi se envolve em situações que nunca imaginou passar, mas tudo isso o fez se desenvolver muito, apesar de ainda continuar sendo um lobo muito ingênuo e gentil.


Louis é um cervo vermelho. Um jovem educado, arrogante e inteligente. Apesar de ter uma fachada séria e arrogante, a verdade é que ele usa desse comportamento para esconder suas fraquezas, pois não gosta de ser visto como um ser fraco. Hoje, ele é herdeiro de uma família bem rica, mas Louis já passou por muitas situações caóticas para estar onde está. Sofre pressão diária do seu pai, para que tenha um bom comportamento e seja digno, no futuro, de herdar com êxito tudo que ele tem para deixar para o jovem rapaz. Na escola, ele é líder e ator principal do clube do teatro. É muito popular na escola, um forte concorrente a ser se um Beastars, que é um título dado a uma pessoa muito habilidosa e com presença poderosa. Louis acredita que odeia carnívoros, mas ele passa por uma experiência que o faz perceber que, na verdade, ele gosta muito de carnívoros, inclusive o Legoshi, que ele, com o tempo, conseguiu admitir a si mesmo que o admirava e tinha um sentimento muito forte de amizade. Loius tinha uma paixão pela Coelhinha anã, mas após passar por muitas coisas e perceber os sentimentos dela e do Legoshi, esses sentimentos esfriaram. Agora, ele parece estar atraído por Juno, uma loba muito bonita. No entanto, ele já tem uma noiva e não deseja ter uma relação de interespécies, sujeitando a tantos transtornos na vida dela e na sua própria. Mesmo assim, não pode esconder que os seus sentimentos realmente existem.


Haru é uma coelha anã branca. Ela tem aparência delicada, é extrovertida e amigável.  Apesar de parecer frágil para todos a sua volta, Haru odeia isso e não deixa de ser verdadeira com o que sente. Mesmo sentindo medo, ela encara aquilo que deseja. Tem uma família muito boa, porém, sempre foi ensinada sobre o quanto a sua vida pode ser passageira, por serem seres fracos, o que ela odeia, de fato. Ela se defende com afinco, se possível. Passou a ser uma pessoa distante das outras, o que a fez solitária. Só piorou após ela encontrar, no século, o único bom momento em que ela pode ser vista como igual pelas pessoas e não com um olhar de pena. Por isso, ela leva uma vida de promiscuidade. Isso também a fez ter uma péssima fama pela escola e ser rejeitada fortemente pelas garotas. Ela tinha um relacionamento com Louis. Era apaixonada por ele, mas também sabia que ele era algo distante demais para ela. Tudo mudou quando criou um sentimento muito forte pelo Legoshi. Ela parou de fazer sexo com qualquer um e desejava ser amada por ele, apesar de o seu instinto de presa ser um grande empecilho.


No entanto, era um fato que o Legoshi era o primeiro ser a olhar para ela com respeito e sem pena. Aquilo, mais que qualquer coisa, enchia o coração dela. Mesmo que seu corpo inteiro avisasse o quão perigoso era se aproximar tanto de um carnívoro, ela não podia ignorar o desejo de estar com ele. Ambos passaram por muitas situações para chegar onde estão. Mesmo assim, eles não têm progredido muito, pois o rapaz ainda deseja fazer algo que possa trazer uma boa vida a sua amada, sem ela sentir o tempo todo que sua via está sendo ameaçada pelo mundo ou por ele mesmo. Eu achei muitas coisas fofas vindo desses dois. Espero que haja um futuro em que realmente eles possam se amar sem medo.


Juno é uma loba cinzenta, charmosa, inteligente e habilidosa. Ela acaba se apaixonando por Legoshi e deseja tanto ser o próximo Beastars, que faria qualquer coisa por isso. Mesmo sendo uma loba, ela é muito simpática e conquistou a confiança de muitas pessoas, na escola. Com isso, ela também criou uma certa intriga pelo Louis. Depois, aquilo que parecia não dar certo a fez mais próxima do cervo. Juno teve seu coração partido pelo Legoshi e ficou inconformada com o fato dele gostar de uma coelha. Mesmo tentando de tudo para ganhar a atenção do jovem, foi algo impossível. No entanto, no desenvolvimento, ela descobre que está apaixonada por Louis e, pegando o exemplo de Legoshi, ela acredita que existe uma chance de dar certo. Contudo, Louis a rejeitou, mas a encontra, às vezes. Será que existe esperança para os dois?


Gohin Panda é um panda. Um homem rígido, razoável e cheio de senso de humor. Ele trabalha como médico terapeuta no mercado negro (lugar ilegal que vende carne para carnívoros). Goshin acredita na recuperação de pregadores que perderam o controle, por isso não os entrega à polícia. Ele pegou o Legoshi em momento em que ele parecia não estar conseguindo controlar seu desejo por carne. Assim, eles acabaram virando amigos. Gohin ajudou muito Legoshi em seu desenvolvimento. Incentivou Legoshi a comer carne, que é algo que ele precisava para ser alguém forte, mas foi vencido pelo caráter obstinado do jovem. Gohin ama tanto o que faz, que se separou de sua família para não os deixar em perigo.
No mangá, aparecem muitos outros personagens interessantes, mas esses são os principais, a meu ver.  Espero que vocês assistam a esse anime, porque é realmente muito bom. Vale muito a pena conhecer. Está disponível na Netflix. Depois, me digam o que acharam. INDICADO!!



Gênero:   Comedia dramática, mistério, suspense, romance
Autor:  Paru Itadaki
Mangá: 18 volume 
Anime:  12 episodio  
0 comentário

Koishite Nanbo!




Esse mangá tem um próprio charme. Acho que ele tenta fugir do clichê, então isso o faz único. Eu amo clichê, mas, às vezes, é legal uma ideia diferenciada, não é mesmo? A protagonista, dessa vez, não é aquela personagem fofinha ou de aparência comum. É uma verdadeira apaixonada por se apaixonar e, nessa história, vocês verão no que isso dará. Esse mangá deve ter uns 5 anos. É bem curtinho, com apenas 3 capítulos. A ilustração é bem agradável, do tipo que geralmente vemos em mangás shoujos.
A história gira em torno de uma adolescente excêntrica que está apaixonada pelo popular atleta da escola. Apesar de ela armar todos os tipos de situações para se aproximar dele, das formas mais descaradas possíveis, pois ela não esconde como se sente, alguém tem atrapalhado. O presidente do Conselho Estudantil insiste em atrapalhá-la e enche sua cabeça de sermões. Muito cansada dele atrapalhando seu romance, ela não consegue esconder o quanto não gosta dele. Contudo, um dia, ela acaba vendo o rapaz em uma situação bem comprometedora, com uma de suas amigas. Na cara dele, estava estampado que ele gostava daquela pessoa. Assim, ela se aproveitou disso. Talvez, se ele se acertasse com essa pessoa, parasse de pegar no seu pé. Foi assim que ela passou a ficar sempre com ele, o incentivando a declarar seus sentimentos. No que isso vai dar? Poderia esse plano dar certo e a fazer livre para expressar seus sentimentos?


Anri é uma garota muito chamativa, sociável e barulhenta. Ela não é uma garota comum e está sempre muito estilosa, o que a faz ser um tanto espalhafatosa. Alguns garotos japoneses não gostam muito disso, o que talvez seja o motivo dela nunca ter conseguido ter seu amor correspondido todas as vezes que se apaixonou. Anri não esconde como se sente e corre atrás das melhores formas possíveis, mas, até hoje, só teve seu coração partido. Mesmo assim, ela não desiste, pois quer muito se derreter de amor junto de alguém. Essa é a ambição dela: amar e ser amada. Quando o presidente passou a atrapalhar seus planos, isso se tornou muito irritante. Ao primeiro instante, ela realmente odiou aquela pessoa. No entanto, nos momentos em que passou a conhecê-lo, enquanto tentava o convencer a se declarar, percebeu outros lados dele, como o lado gentil e atencioso que ele nunca havia mostrado. Aquilo foi estranho. Algo parecia estar mudando, mas o que poderia fazer quando ele e sua amiga tinham amor um pelo outro?


Kiriya é um rapaz inteligente, sério e correto. Ele é presidente do Conselho Estudantil e exerce muito bem a sua função. Ele é amigo do jogador que Anri gosta e, por isso, notou a forma incômoda como ela perseguia o seu amigo. Resolveu intervir e botá-la no seu lugar. Contudo, ele não imaginava que ela fosse uma garota tão obstinada. Achava que fosse só uma garota espalhafatosa, que corria atrás de homens por diversão. Não levou a sério os sentimentos dela em relação seu amigo. Após conhecê-la melhor, seu conceito mudou. Ele até acabou consolando-a, quando ela teve o coração partido. Apesar de ele gostar de Sayuri, alguma coisa estava diferente dentro de si. Ele sentia que não poderia deixar Anri sozinha. Apesar disso, não significa que a via mais que uma amiga. É possível isso acabar em amor?


Sayuri é amiga próxima de Anri. Estão sempre juntas, na escola, mas são o total oposto.  Ela é uma garota meiga, tímida e atenciosa. A típica menina que os rapazes japoneses se atraem.  Sayuri já tinha olhos pra Kiriya há muito tempo e até o defendeu quando a amiga falou mal dele. Porém, nunca revelou seus sentimentos. Só tomou coragem para isso quando sua amiga se tornou mais próxima dele. Então, abriu seu coração. Ela não sabia que seus sentimentos eram mútuos. No entanto, se surpreendeu quando percebeu que sua amiga também tinha o mesmo sentimento. Mesmo assim, ela não desistiu ou baixou a cabeça, também não odiou a amiga. Tratou-a como uma rival de forma justa, tentando não estragar a amizade. Apesar de que, com a Anri, as coisas podem sempre ser um pouco mais complicadas.
É um mangá muito rápido e bem desenrolado. Perfeito para quando você quer ler algo assim, que não deixa aquele gosto de quero mais. Então, é isso. Caso gostem, espero que façam uma boa leitura.



Gênero:  Comedia, Romance, Shoujo
Autor:  Sugiyama Miyako
Mangá: 1  volume 

0 comentário