Photoshoot: Ritsuka Aoyagi – Loveless


Os projetos de cosplays estão indo de vento e popa, no entanto, ainda temos bastantes fotos do meu querido e amado Ritsuka-chan para compartilhar com vocês, que se você não conhece o personagem te convido a ler a postagem do anime “Loveless” (clique aqui) que teve aqui ano passado. Se vocês ainda não viram as fotos que já saíram aqui por favor de uma conferida. A primeira postagem foi um ensaio de momentos felizes dele, ficaram muito meigas e fofas (clique aqui). E também ele marcou presença no natal, nos dado fotos muito fofas natalinas (clique aqui).
Dessa vez as fotos que trago, são mostrando o lado mais triste e solitário desse personagem, que tenho muita vontade de por em um potinho e proteger. Ainda que ele seja alguém que acredita não ter nada, Ritsuka ainda tenta o seu melhor para viver. Eu amo muito esse personagem, tentei demostrar o máximo dos sentimentos tristes dele, não sei se alcancei. O que acham? Essas fotos foram tiradas pela minhas querida Bella, que foi a fotografa dessa vez, que teve assistência da Viih. Muito obrigada meninas.








Espero que vocês tenham gostado, essas fotos são muito importantes para mim. Ainda quero alcançar mais o real e íntimo de Ritsuka, não sei se é possível, mas farei o meu melhor. Muito obrigada até a próxima

0 comentário

Projeto cosplay 2019 – Primeiro semestre


            Ano passado, nessa mesma época, saiu aqui no blog uma lista de projetos de cosplay que eu pretendia fazer. Depois daquele tempo, muitos mais projetos nasceram, no entanto, ainda não estou aqui para falar desses novos projetos, embora alguns deles estejam aqui.  Essa postagem de hoje é sobre os projetos que vão, finalmente, sair nesse ano, ainda que eu tenha que ficar sem dormir para isso. Então, vamos lá ver quais serão?


            A personagem Himiko, do anime “Btooom!!” (clique aqui). Foi uma personagem que escolhi mais por estar interessada em seu traje. Como eu já tinha o que era necessário e gosto do anime, por que não? O que foi mais surpreendente é que algumas pessoas haviam sugerido que eu a fizesse. Fiquei muito feliz com isso. Então, já está quase tudo pronto, até mesmo o ensaio está programado.


            A personagem Hinata Hyuga, do anime “Naruto Shippuden”. Já saiu o ensaio da versão clássica dela aqui. Se você ainda não viu, corre lá para ver. Aquele dia foi muito especial (clique aqui). Eu gosto muito dessa personagem. Já disse muitas vezes, em especiais, e devo voltar a dizer quando o ensaio sair aqui. Então, vamos deixar isso para essa postagem. Agora, devo dizer que não foi uma personagem difícil, mas faltavam alguns aspectos a serem arrumados, por isso demorou um pouco. Já tem ensaio marcado, então pode sair mais cedo do que pensamos.


            A personagem Rachel Gardner, do anime “Satsuriku no Tenshi” (clique aqui). É uma personagem que eu amo muito. Estou muito ansiosa para tirar fotos dela. Falta só um pequeno detalhe do traje para arrumar, mas já há data marcada para tirar fotos. Estou mais feliz por ter um parzinho, mas como ainda não está pronto, provavelmente será somente eu a fazer o ensaio, por enquanto.


            A personagem Qiu Tong é do mangá “Tamen de Gushi”. Vai ser a primeira personagem apenas extraída de mangá que farei. Estou muito ansiosa. É um mangá yuri que eu amo muito. Sempre quis fazer, mas não seria legal sem ter um par. Então, quando uma amiga me convidou, fiquei tão feliz, que já corri para construir o personagem. Se tudo der certo, deve sair ainda nesse primeiro semestre. Estou aguardado a peruca e partes do traje chegarem para marcarmos a data.


            A personagem Ia, do “Vocaloid” (clique aqui). Foi amor à primeira vista quando eu a conheci. Estou muito feliz que o traje dela esteja pronto. Faltam só alguns detalhes para serem acertados para, finalmente, poder fazer esse ensaio, que está programado para o mês de fevereiro.


            A personagem Chise Hatori é do anime “Ancient magus bride” (clique aqui). Eu amo essa personagem. Fiquei na defensiva se eu a faria ou não. Quando eu decidi fazer uma outra personagem que tinha o mesmo tamanho e cor de cabelo, achei que era o destino me dizendo para ir em frente. Então, aqui estou eu, trabalhando nesse cosplay. Será mais básico mesmo, mas já tenho ideias maravilhosas para o ensaio, que já está programado.


            A personagem Yona Hime é do anime “Akatsuki no Yona” (clique aqui). Já tem um bom tempo que o traje estava pronto, mas faltava um acessório que eu achava importante.  Por essa razão, demorou tanto. Para esse formamos um grupo, mas os demais personagens demorarão a sair. Por isso, decidi que seria mais viável eu fazer as minhas fotos individuais. Enquanto forem saindo os personagens, vamos fazendo ensaio em dupla, até chegar o dia em que todos estaremos juntos. Ainda faltam dois personagens que julgo importantes.


            A personagem Nana, do anime “Nana” (clique aqui). Já estava pronto há um bom tempo. Estava aguardado somente um acessório ficar pronto. Agora, já temos datas para alguns dos ensaios, em março. São três versões de roupa que farei dela. Estou muito animada. Além disso, tenho meu Ren. Não vejo a hora dele estar pronto também.


            A personagem Sakura Kinomoto, do anime “Cardcaptor Sakura” (clique aqui) e a da nova saga “Clear card” (clique aqui). Da primeira saga, tenho 5 versões que desejo fazer. Três já estão prontas, esperando só alguns detalhes a serem acertados. Outros estão na costureira. Estou aguardando, também, o báculo estrela e os dois livros chegarem. Se tudo der certo, vamos começar os ensaios em abril. Já as versões do “Clear card”, são 2 trajes: o uniforme de inverno e o vestido rosa. O uniforme já tenho e o vestido será o próximo a ser enviado para a costureira. Estou aguardado o báculo também. Se der certo, antes de julho consigo fazer o ensaio.
            Fora esses, vou fazer ensaio, ainda nesse mês, da Sakura com Syaoran, de “Tsubasa Chronicles”. Estou muito ansiosa e espero que dê certo. Também terão alguns casuais da Haruhi com o Tamaki, do anime “Ouran Highschool host club”. E, ainda, do Príncipe Soma, de “Kuroshitsuji”. Estou muito ansiosa. Esses serão os cosplays desse primeiro semestre. Pelo menos esse é o plano. Irei me esforçar ao máximo para fazer acontecer.

0 comentário

Panda and Hedgehog (K-drama)


       

     Nunca achei que eu teria que rever esse dorama. Se eu pudesse, queria realmente não ter que vê-lo novamente. Se você estiver se perguntando o porquê, a resposta é simples: ESSE DORAMA É MUUITO CHATO!!!!! Foi quase uma tortura ter que rever, mas o meu orgulho de blogueira não permite que eu fale de algo que eu não lembre direito.  Então, tive alguns momentos de perda de tempo para poder escrever. Esse k-drama foi lançado em 2012. Achei que seria interessante ver o cantor do Super Junior em um dorama mais uma vez. Apesar de ter um teor bem interessante para quem se interessa por confeitaria e ama doces e bolos, a história, em si, pode até ter suas particularidades bacanas, mas os personagens são tão chatos, que chega a irritar.
            A história gira em torno de duas vidas distintas que o destino está para unir: o talentoso patissier, que tem o apelido ouriço e sonha, um dia, poder derrotar uma grande empresa que um dia desprezou seu talento, por causa do seu passado, e a proprietária de um Café chamado Panda, que está quase falindo, por ter um péssimo confeiteiro. O patissier tem procurado emprego para tirar o peso dos ombros do seu avô, que lhe deu um trabalho em sua padaria. Ele sempre é rejeitado, por causa das restrições sérias de seu passado. No entanto, um dia, ele encontra o folheto do Café Panda, que estava procurando um novo confeiteiro. Ao chegar ao local, acaba conhecendo a dona de uma forma um tanto constrangedora. Ainda que fosse um local interessante para se trabalhar, estava tão falido que a dona não tinha dinheiro nem para comprar novos ingredientes. Contudo, essa era sua chance. Então, ele disse que emprestaria dinheiro a ela para conseguir trabalhar e fazer com aquele lugar começasse a conquistar novos clientes. Agora, esses dois com talentos reversos, porém com os mesmos sentimentos, estão para trabalhar juntos para realizar seus sonhos.


            Go Seung-ji é um rapaz bonito que, frequentemente, demonstra atitudes frias e duras como um ouriço, por isso ganhou esse apelido. No entanto, na verdade, por dentro ele é amável e compreensivo. Ele não tem lembranças antes dos 10 anos, mesmo que ele tenha passado pelo inferno antes disso. Depois disso, não foi diferente, ele passou por tantas dificuldades, que ainda criança cometeu um crime e acabou sendo preso. No reformatório, ele se formou em patisserie. Apesar de todas as dificuldades, ele acabou sendo acolhido por um bom senhor, que o tratava como se fosse seu neto e o ajudou a se libertar de todas as dores que o transtornaram, depois de tanto tempo lhe dando afeto familiar. Por causa de seu currículo, ele não conseguia trabalho em outros lugares, e isso o fazia infeliz, porque trabalhar em uma padaria simples não era suficiente para mostrar ao mundo o seu talento. Foi assim que ele conseguiu emprego no Café Panda. Apesar de ser problemático, ele se cativou pelo esforço da dona e, por isso, resolveu investir seu próprio dinheiro para ajudá-la a levantar o café.


            Pan Da-yang é uma mulher fofa, formada em jornalismo, mas que não queria exercer sua profissão, por desejar reerguer o Café que seus pais haviam deixado de herança para ela. Ela é conhecida como Panda, tanto pelo seu nome quanto pela sua personalidade otimista e descontraída. Como não tem dinheiro, tem passado por dificuldades, ainda mais por ter contratado um confeiteiro péssimo e mal caráter. Como já havia pagado adiantado, não tinha como manda-lo embora e nem contratar outro. Porém, depois de alguns meses sem sucesso qualquer, decidiu que era a hora de tentar conseguir um bom confeiteiro, ainda que não tivesse dinheiro. Depois de conhecer Go Seung-ji, ficou tão encantada com seu talento, que nem leu seu currículo. Afinal, não tinha chances dela conseguir alguém como ele que topasse trabalhar sem adiantamento e, ainda, ajudar financeiramente o Café. Depois de muitas dificuldades que eles encararam juntos, ela descobriu os sentimentos dele por ela. Ela, que era totalmente ingênua com o amor, ficou confusa entre ele e o seu amigo de infância. Pan Da-yang não demonstra e nem fala sobre isso, mas tem algumas coisas do passado que a angustiam. Existe alguém que ela sempre esteve esperando, desde que tinha 8 anos.



            Choi Won il é o CEO da patisserie Promente Saint-Honore. Um belo homem que estudou nos Estados Unidos para se preparar para administrar a empresa da família. Apesar de ter aspecto de um homem maduro e experiente, ele é muito puro. Por todos esses anos, nunca se relacionou com uma mulher, por, desde pequeno, ser apaixonado por uma pessoa, a sua amiga de infância, Pan Da-yang, a primeira pessoa que procurou quando voltou. Ficou devastado quando a viu junto de outro homem, acreditando que ambos tinham um relacionamento. No começo, ele tentou os afastar, mas acabou gostando do rapaz, do qual ficou muito amigo. Com isso, ambos começaram a lutar pelo amor dela, de igual para igual.  


            Choi Won Yi é a meia-irmã de Choi Won Il. Uma garota bonita, moleca, espontânea, animada e amigável. Apesar dela ser filha de um mau-caráter, sua personalidade é maravilhosa. Ela faz amigos por onde passa e cativa todos com seu jeito. Ela passou por momentos difíceis, mesmo assim, superou de cabeça erguida, tudo para ajudar as pessoas que eram preciosas para ela, mais que seu próprio pai. Foi a única personagem que eu gostei desse dorama, por isso fiz questão de falar dela. Queria que sua participação fosse maior, mas, acredito que ela foi muito essencial para esse dorama não ser, totalmente, um caso perdido.
            Como já disse, não gostei desse dorama. Não é ruim, mas é chato. Não consegui gostar de jeito algum. Porém, se você tiver interesse, está disponível na Netflix. Ainda me pergunto como eles escolhem os doramas para colocar na plataforma. Fica a seu critério. Eu mesma espero nunca mais ter que assistir.



Gênero:   Romance , comedia
Dorama:   16 Episodio
0 comentário

Himitsu no Shitsujikun


    

        Confesso que, quando vi esse mangá, o que me atraiu foi a capa, por parecer que o conteúdo envolvia mordomos e suas mestres. No entanto, quando comecei a ler, não era nada disso. Se tratava de um volume que continha uma coletânea de oneshots. Não fiquei decepcionada, mas fiquei triste por ter conteúdos muito bons, que poderiam ter dado uma história muito mais longa. São quatro oneshots. Têm uma boa ilustração e histórias distintas.


            O primeiro oneshot conta a história de Fujishiro Satsuki, uma estudante do ensino médio, bonita, inteligente e popular. No entanto, ela guarda um segredo que, se for descoberto, pode acabar com sua reputação, por isso, da duro para escondê-lo de todos. Um dia, ao acompanhar sua irmã em um restaurante de mordomos, acaba descobrindo o segredo de um colega da escola. Então, em troca de guardar esse segredo, ela pede um favor a ele: queria que ele servisse de modelo para referência de um projeto pessoal. Esse tempo juntos acabou acendendo um sentimento novo dentro do coração de Satsuki. Outro dia, na escola, um garoto esbarra nela, derrubando todos os seus materiais, as fotos e papeis de seu projeto. E agora? Todos descobrirão seu segredo e o de quem prometeu esconder? O que acontecerá?


            O segundo oneshot conta a história de Maaya e seus dois melhores amigos: Salami, um garoto feminino, e Nao, um rapaz esportivo e bonito. Essa linda amizade, que nasceu após virarem, por dois anos, vizinhos de carteira, estava para ser separada quando Salami anuncia que mudará de cidade e que gostaria que Maaya namorasse o seu amado Nao, para que nenhuma garota atrevida acabasse o tomando. Então, pelo seu amigo, e um pouco por ela mesma, decidiu dar esse passo. Assim, Maaya e Nao começaram a namorar.  Contudo, como esperado, seu namorado é popular e as garotas começaram a praticar bullying, cada vez mais malvados. Quem estava lá para ajudá-la e protegê-la era Salami. Foram tantas vezes, que chegou ao ponto dele mostrar um lado que ela nunca viu, seu lado viril, ao ponto de mexer com seu coração. Que sentimento é esse? Que tipo de situação acontecerá?


            O terceiro oneshot conta a história de Sachiko, uma estudante que deseja se formar e ser uma pianista profissional. No entanto, seu atual professor vive lhe dando notas baixíssimas, apesar de dizer que ela está indo bem. Isso a deixa furiosa, então decidiu contratar um tutor, que é pianista profissional, para que ela possa mostrar a ele como é capaz. Contudo, quem chega em sua casa é o seu odiado professor, a quem rejeita na mesma hora. Em outro dia qualquer, ela escuta alguém tocando piano tão lindamente e, ao observar, descobre que é o professor que odeia. Vendo o quão profissional ele é, ela engole o orgulho e pede para ele ser seu tutor profissional, pois deseja ser assim. Nesses dias ao lado dele, aprendendo e o conhecendo melhor, começou a mudar como o via. Talvez, mais que isso, esse sentimento fosse além de admiração. Poderia muito bem ser amor. 


            O quarto oneshot conta a história de Jun, uma universitária que odeia o fato de ter rostinho de bebê. O seu sonho é ter um aspecto de mulher madura, por isso decidiu mudar seu cabelo. Foi atendida por um cabelereiro muito gato, que fez um ótimo trabalho, mas a deixou mais fofa do que já era antes. Mesmo assim, não foi desperdício, pois a fez ser notada por quem tanto queria. Um dia, quando voltava para casa, acaba encontrando uma linda mulher madura chorando, sozinha, na calçada. Ao perguntar o que havia acontecido, a moça diz que foi assediada pela pessoa com quem dividia a casa e que, agora, não tinha para onde ir. Então, a garota resolve abrigá-la. No outro dia, de manhã, nota várias roupas e uma peruca pelo chão. Ao invés de uma linda moça, o que sai do banheiro é um lindo rapaz, ou melhor, o cabelereiro que havia mudado seu visual. O seu homem e mulher ideais seriam a mesma pessoa? E agora? Como ela lidará com essa situação?
            Devo dizer que esse último oneshot foi o mais interessante. Eu gostaria muito de acompanhar uma história adulta com esse tipo de conteúdo. Já li um adolescente, mas não adulto. Queria muito que levassem essa história adiante. Das demais, gostei bastante também, mas a última é a minha favorita. Então, se gosta de romance e já leu todos, venha ler esses oneshots, que são bem legais.


Gênero:     Romance, Shoujo, Vida escolar
Autor:    Washio Mie
Mangá:    4 capitulos
0 comentário

Devils line



      Quando descobri esse anime, senti muita vontade de assistir, mas já sabemos que, aqui, querer não é poder. Contudo, quando eu vi um AMV, decidi pô-lo no cronograma desesperadamente. Tudo isso por quê? Por que??? Porque tinha romance na parada, e vocês sabem que não resisto a um romance diferenciado. E vamos lá: vampiros e humanos relacionados? Tá de brincadeira! Não tem como eu resistir. Algumas pessoas estavam falando que era meio parecido com “Tokyo Ghoul”, mas, convenhamos, não tem nada a ver. Esse anime é tão bom, que o devorei em uma manhã. Achei uma pena ser tão curto.  Ele é a adaptação do mangá, que foi lançando em 2013. Devo dizer que odiei a ilustração, mas amei como a história tem corrido por lá. Estou ansiosa para chegar nas partes que acontecem depois do anime. Em 2018, o anime foi lançado com uma ótima produção e a ilustração está magnífica, nem se compara com a do mangá. Os personagens ficaram lindos.


            Em um mundo, vampiros existem e são mais conhecidos como demônios. Eles não precisam de sangue para sobreviver, porém, quando ficam excitados, com muita raiva ou têm contato com sangue humano, eles podem se transformar num monstro incontrolável. Esses vampiros têm vivido entre humanos sem serem notados. O governo, que sabe sobre isso, está em dúvida se existe a possibilidade deles poderem, realmente, conviver juntos. Ainda mais por ter acontecido uma série de assassinatos por vampiros descontrolados. Por isso, até agora existe uma série de restrições. Essa trama toda acaba envolvendo uma jovem universitária que vivia uma vida comum até aquele dia em que foi salva, por um oficial especial da polícia, de ser uma vítima. Aterrorizada, ela acaba sendo levada por ele à sua casa. Quando ele a olha diretamente, percebe que havia um machucado próximo à boca dela e que estava sangrando. Com isso, seus olhos acabam revelando que ele também era um vampiro. Sem conseguir se controlar, ele passa a língua no machucado dela e a beija, mas ele mesmo se detém, aplicando um sedativo em si mesmo.


            Constrangido e pedindo muitas desculpas, ele vai embora. A garota, por alguma razão, não conseguia esquecer aquela sensação. Ela queria vê-lo novamente. Sem entender esses sentimentos ao certo, a universitária seguia seus dias, apenas desejando que ele aparecesse. Uma noite, quando abre a cortina de sua varada, da de cara com ele, que parecia tão surpreso quanto ela. Meio tímido, ele inventa a desculpa de estar em guarda, esperando um chamado. A garota, ainda que soubesse que ele era um vampiro, não conseguia sentir medo dele, então o convidou para entrar. Nesses últimos dias em que ele sempre aparecia, aos poucos esses sentimentos têm ficado mais claros. Porém, já tinha ouvido da própria boca dele o quanto seria impossível ficarem juntos, o quanto seria perigoso. Em meio a tanta tensão entre humanos e vampiros, um amor desesperado estava nascendo entre esses dois. Que tipo de situação eles terão que superar para que consigam ficar juntos? Existe uma forma de um humano e vampiros serem felizes juntos?


            Yuuki Anzai é um híbrido, filho de vampiro com humano. Trabalha como policial no esquadrão F, na divisão de segurança pública, MPD 5, que é responsável por combater crimes de demônios. Essa divisão tem humanos e demônios. Como é difícil para um humano lidar com um vampiro descontrolado, aproveitam as habilidades da mesma espécie. Ele é um homem bonito, retraído, maduro e responsável. Com pessoas que gosta, pode ser amigável, gentil e amável. Tem um forte senso de justiça, por isso está pronto para combater os da sua espécie. Anzai não consegue se aceitar e não tem confiança qualquer em seu próprio ser. Essa escuridão e solidão que sentia eram extremamente dolorosas.  Se tornaram ainda piores, depois de se apaixonar por uma humana. Não sabia como lidar consigo. Ele sabia que deveria manter distância, pelo bem dela, mas, não conseguia controlar seus sentimentos. Anzai é um bebê chorão. Ele quebrou várias vezes o meu coração com suas lágrimas tão dolorosas. Queria guardá-lo no potinho. Acho-o fantástico, porque provou um autocontrole maravilhoso. Tenho certeza que ele pode superar esse monstro dentro dele.


            Tsukasa Taira é uma universitária comum. Uma mulher meiga, inteligente, atenciosa, gentil e tem um grande coração. Veio do interior para Tokyo, para estudar, e desde então tem vivido sozinha. Na faculdade, havia feito dois bons amigos. A primeira vez que esteve frente a frente com um vampiro foi ao descobrir sobre seu amigo, que era apaixonado por ela, ser um. Foi quando, também, acabou conhecendo Anzai, por quem muito provavelmente acabou se apaixonando, após o primeiro beijo que tiveram. Tsukasa não consegue sentir medo de demônios desde que se apaixonou por um. No desenvolver, ela se meteu em muitas situações perigosas: quase foi estuprada pelo seu professor, que era humano, e quase foi morta a tiro, quando um caçador de vampiros estava tendo Anzai como alvo. Não chegou a ser atingida, mas isso lhe rendeu uma cicatriz em seu rosto meigo. Por causa de seu amor, ela estava sempre pensando positivamente e buscando meios em que pudesse ajudar Anzai a superar o seu medo. Acho que ele tinha mais medo dele mesmo do que ela tinha. Aliás, ela não tinha medo algum.


            Esse amor, que poderia ser a sentença de morte para ambos, estava se tornado cada dia mais forte. O que poderiam fazer? Quanto mais se ama alguém mais você o quer tocar. Com isso tudo, vem a excitação, o que acorda o monstro dentro dele, que pode levar à sede por sangue e acabar matando sua parceira. Toda essa visão era muito clara para Anzai, por isso, às vezes, fugia dela, mesmo que a vontade de ficar perto fosse tão dolorosa quanto. Várias vezes ele sumia, sentia vergonha de si mesmo, sentia medo de ser odiado e sentia medo de acabar a matando. Vê-la era doloroso, não vê-la era mais doloroso ainda. Enquanto para Tsukasa, tudo que queria era estar ao seu lado e buscar uma forma de poderem viver juntos. Ela estava constantemente esperando. Na verdade, ela o amava tanto que não se importaria em dar sua vida pela dele. Com seu terno coração, por várias vezes ela conseguiu acalmar a situação, mostrou sua coragem, garra e encarou o momento. Eu fiquei apaixonada por esse casal tão sofrido. Espero que eles superem tudo isso e consigam viver em paz, juntos.


            Hans Lee, seu verdadeiro nome é Johannes Keeman, é um híbrido, o único vampiro conhecido, até agora, que tem total controle sobre si mesmo. Não se entrega pelo contato com sangue, mas seu método de controle é tomar um pouco de sangue pela manhã e a noite. Sangue que ele consegue de doadores. Ele é alemão, mas cresceu em uma espécie de orfanato em Hokkaido, onde passou por várias experiências, e pode ser que tenha conseguido aprender a ter controle. Ele salvou Anzai quando estava quase morrendo, depois de ter levado um tiro no pulmão, apesar do método ter sido sangue humano, o que o fez perder totalmente o controle. Mais tarde, ele acaba conhecendo Tsukasa, quando ela estava procurando Anzai. Depois dele desaparecer e decidirem o procurar juntos, acabam ficando bons amigos. Não demorando muito, se percebe que Tsukasa passa a ter muita confiança nele. No mangá, da para ver que Anzai tem certo ciúme dessa aproximação, o que ficou ainda maior depois que Hans disse que, se ele continuasse a evitando, iria toma-la dele. Depois, ele diz que brincadeira, mas Anzai não estava convencido disso. Porém, passou a confiar no Hans em termos de protegê-la, seja dos outros ou dele mesmo.
            Tem outros personagens, mas quero ressaltar esses três. Tem muito mistério para ser desvendado ainda. Não sei se existe chance de sair mais temporadas. Gostaria, porque achei um anime fantástico. Estou apaixonada pelo Anzai. Ele é tão amorzinho e meigo, que quero ele para mim. Com certeza, vai entrar para a lista de crushes. Então, eu gostei muito, muito. INDICADÍSSIMO!!!!


Gênero:   Romance, Ação, Drama, Seinen, Vampiros

Autor: Ryo Hanada
Mangá:  13 Volume 
Anime:   12 episódios 
1 comentário

Playlist: Cardcaptor Sakura


            No ano passado, saiu a postagem do anime mais importante da minha vida “Sakura Cardcaptor” (clique aqui). Em seguida, saiu a da nova saga, “Sakura Cardcaptor: Clear card” (clique aqui). Assim como gosto da história e dos personagens, gosto muito das canções temáticas do anime. Por serem muitas, é claro que não poderia faltar uma playlist desse anime aqui. Então, vamos lá!



            “Catch you, catch me” (me peque, te pego) é cantada pela por Gumi. Foi a música tema da primeira abertura do anime, por isso é tão nostálgica. Não tem como não ouvir e já se encher de saudade e vontade de assistir. A letra parece falar muito dos sentimentos da Sakura pelo Yukito, que era o seu crush desde o começo da história. “Eu quero te ver, mas não vejo. Como são tristes esses sentimentos. Eu quero dizer, mas não digo. Eu fico deixando minha chance escapar.”



            Já na versão brasileira, a música ganhou o título “Você junto a mim”. Foi cantada por Soraya Orenga. Para ser sincera, amo muito essa versão e a letra ficou um amorzinho. Ela traz muito, muito mais nostalgia. Até da vontade de chorar. “Eu só quero e espero ter para sempre você junto a mim. Não me atrevo. Tenho medo de dizer que temo e que te quero assim. Mesmo se o amanhã chegar, mesmo se algum dia eu me tornar um adulto, tenho certeza que sempre lembrarei que vocês estavam aqui comigo.”.






            “Arigatou”. Não sei quem canta, mas essa é a música tema do filme “Carta selada”.  Marcou vários momentos no filme. Essa música também ganhou sua versão brasileira, com o título “Aqui do meu lado”. A letra fica diferente. “O céu está claro e belo, entre as nuvens te vejo. Onde eu vou, me acompanhas e você faz parte de mim.”.






            “Ashita he no melody” é cantada por Chaka. É uma das músicas do filme “Carta selada”. Toca bem no final, então me arrepia toda, porque nessa parte a Sakura se declara ao Syaoran. “Palavras que não fui capaz de dizer.”. Ela também tem sua versão brasileira, com o título “É você”, mas não sei quem canta. Eu amo a letra, me da mais nostalgia. “Para ver você, vou até voar. Para ver você, vou até gritar. Quero você onde quer que eu vá.”.



            “Groovy” (Animado). Essa música toca em algum dos encerramentos das temporadas, só não consigo lembrar qual delas.



            “Hitorijime” (Tudo para mim). Essa canção tocou no episódio 40, quando a carta do sonho apareceu. “Decidi que ia te observar e pensar em você.”.



            “Yoru no uta” foi cantada, no anime, pela Tomoyo, justamente no episódio da carta “voz”. Acho tão meiga e fofa.



            “Platinum”, cantada por Maaya Sakamoto. É a minha canção favorita. Foi a abertura da terceira temporada. Essa música mexe muito comigo. Entre todas, essa é a que mais me causa nostalgia e me deixa emocionada.



            É claro que não podia faltar a versão brasileira, que tem o título “Um sonho de amor”. A versão em português me dá mais nostalgia ainda. Lembro, como se fosse hoje, minha doce infância. Deixa-me extremamente emocionada, por isso, toda vez que canto, começo a chorar. Essa música marcou muito a minha infância. Foi uma das canções que me inspiraram, junto dessa diva maravilhosa. “Sinta na alma, tudo se acalma. Quando acreditar que querer é poder, tudo você pode conseguir.”



            “Honey” é uma música de encerramento da segunda temporada. Tem tanto em português quanto em japonês.



            “Tobira wo akete” foi tema da abertura da segunda temporada.



            “Clear” é cantada por Maaya Sakamoto. É a música da abertura da nova saga. Eu tentei me blindar por muito tempo e não ouvir essa música até assistir ao anime. Só que, quando eu ouvi e li sua letra, transbordei. Entendo totalmente o sentimento dessa canção. Mais uma vez, com uma canção, me senti incentivada a correr rumo aos meus objetivos, ainda que não tenha asas. Ouvir que ainda que eu não tenha asas, eu devo ir em frente, não importa qual a condição, me permitiu olhar de um modo diferente o caminho a minha frente. “Me pergunto se o vento, se os pássaros são mais livres do que eu. Mas se não tenho asas, vou então correndo para onde quero ir. Tenho certeza de que vou conseguir.”.



            “Rocket Beat”, cantada por Kiyono Yasuno. É a segunda abertura da primeira temporada. É uma música muito amor e combina com o novo recomeço da Sakura, em que ela está se descobrindo e descobrindo coisas novas. “Há um ‘eu’ que não posso mostrar a ninguém. É o poder que encontrará o futuro e está sempre em busca daquilo que é mais importante, não importa o que aconteça.”.



            “Jewelry”, cantada por Ayami Saori. É a música de encerramento, muito fofa.
            Todas as músicas desse anime me inspiram muito. Por isso, faço questão de sempre escutar, apesar de ser um problema, porque ouvir me da nostalgia, o que quer dizer que vou querer rever. Isso pode ser difícil com meu cronograma tão apertado. Espero que vocês tenham gostado.

0 comentário

Cronograma e objetivos de 2019


            Finalmente, o novo ano já começou e, com isso, muitos objetivos e projetos estão para começar. Animados para o que está por vir nesse ano de 2019? Eu estou muito animada, porque nem que eu precise passar noites sem dormir, preciso realizar muitas coisas esse ano. No ano passado, eu consegui me manter firme e forte nas postagens, o que me deu muito orgulho. Nesse ano, continuo firme nesse objetivo de cumprir meu cronograma do blog, mesmo que não seja à risca. Desde que eu não falhe os dias, estarei satisfeita.
            Vamos continuar com os projetos “Se~no Kosuaction!!” e “Otome no Yume” normalmente, embora, como vocês já sabem, o normal é demorar um pouco. Nesse ano, está programado o “Se~no” de mais uma cosplayer, então fiquem atentos. Se tudo der certo, teremos, pelo menos, dois episódios de “Otome”. Os CMVs daremos duro para gravar, porque de roteiro estamos lotados. O problema mesmo é o tempo, mas estamos nos programando melhor. Acredito que darão certo alguns deles. 
            Quanto ao cosplay, sairão os projetos pessoais da Hime, que acontecerão nesse ano, então aguardem as postagens. Tirando esses, já tem alguns de outras pessoas que estão programados para sair. Estou animada para fotografar muitos cosplayers, então continuem nos acompanhando, para ficarem por dentro.
            O cronograma não mudou nada, continua tudo igual ao ano passado. O que deixo avisado é que, talvez, nem tudo saia exatamente no dia programado. Tive essa experiência ano passado e percebi que, se não da para liberar a postagem que estava destinada a tal dia, adiantamos o que estiver pronto e seguimos em frente. Assim, não falhamos nem um dia. O objetivo é fazer 5 postagens por semana, mas, se houver feriado no meio da semana, já sabem: é dia da Hime relaxar.
  Cronograma do blog
月曜日
 Segunda-feira
火曜日
Terça-feira
水曜日
Quarta-feira
木曜日
Quinta-feira
金曜日
Sexta-feira
土曜日
Sábado
Anime
Mangá
Dorama
Cosplay/
Vídeo
Música/ Outros assuntos
Livre para ser feliz



            Nós, humanos, somos incertos. Posso ter isso aqui como objetivo, mas decair, como no ano de 2017. Então, ainda que eu esteja convicta de que continuarei firme e forte, não posso saber o dia de amanhã. Contudo, agora mesmo, sinto que posso derrubar um gigante, então vamos em frente firme e forte, afinal, “Tudo vai dar certo”, como diz minha querida e amada diva inspiradora Sakura. Nesse ano, temos muitos animes, mangás e doramas para ver e ler. Estou muito animada. Só tenho um desejo para esse ano, que é TEMPO. Ter tempo para realizar tudo isso é o que preciso.
            Espero atingir uns bons corações esse ano e, assim, nossa tripulação (seguidores e inscritos) crescer ainda mais. Então, obrigada por tudo e continuem nos acompanhando.

0 comentário