Kakumei no Hi



       Há muito tempo, logo quando eu descobri que poderia ler muitos mangás shoujos na internet, esse foi um dos primeiros. Já fazia tanto tempo que não via, que não lembrava muito. Esse enredo tem um teor muito interessante, apesar de eu mesma não saber explicar com clareza, pois não houve uma explicação mais detalhada. Fala sobre intersexualidade. Para mim, chega a ser difícil falar, porque não entendo bem como funcionam esses casos. Contudo, foi a primeira vez que eu vi uma história assim em mangá, então marcou muito a minha mente. A ilustração é boa e o enredo tem lá suas falhas, mas não é ruim.
Essa história envolve um adolescente que tem tido dias difíceis. Em casa, não se dá bem com seu pai, que parece não gostar dele. A sua mãe parece não suportar mais a situação atual e está prestes a pedir o divórcio. Na escola, é constantemente assediado por seus amigos, que o comparam com uma garota. A vida está um verdadeiro caos. Como se não bastasse, ele acaba passando mal em um dia qualquer e, ao ser levado ao hospital, ele e sua mãe ficam chocados quando o médico diz que, na verdade, seus genes são femininos. Depois de viver como garoto por 14 anos, o que ele fará a partir de agora? Teria que viver como uma garota?



            Kei Yoshimura, apesar da aparência delicada, é de fato um garoto e faz coisas de garoto. A sua família não ia bem e ele estava muito ressentido com seu pai, achando que era odiado. Ele também o odiava, por ser tão severamente rejeitado várias vezes. Tudo que queria era o amor do pai. Então, veio essa notícia traumatizante que demorou a processar: ele viveu 14 anos como garoto, mas, na verdade, seu gênero era feminino. Ele achava que, por essa razão, era obrigado a viver como menina. Apesar disso virar a casa de cabeça para baixo, foi a primeira vez que Kei e seus pais tiveram uma conversa séria e, por causa disso, passaram a entender uns aos outros. Depois, descobriu que não era necessário, mas estavam todos tão empolgados com isso, que aceitou a mudança, passando meio ano sem ir à escola, para o tratamento de transições. Não foi fácil. Mesmo já convencido de que estava tudo bem, não é fácil seguir a vida de uma garota. Às vezes, é cansativo. Seu nome mudou para Megumi, que usa o mesmo Kanji do seu antigo nome. E agora? Como ela encarará o mundo? Como o mundo a encarará?


            Shouji Touba é um adolescente charmoso e energético. Faz parte do círculo de amigos de Kei, que ainda quando era um menino, Touba o assediava, dizendo que era gostoso o abraçar. Depois de descobrir sobre seu velho amigo ser uma garota, ao invés de achar estranho, fica muito animado, querendo conquistá-la a todo custo, apesar de ter muitos rivais.


            Tadashi Tachimachi é um adolescente sério e responsável. Também fazia parte do círculo de amigos de Kei. Foi um dos primeiros a notar o quanto a garota ali lembrava o seu desaparecido amigo. Ficou muito incomodado com isso, querendo entender por que parecia tanto. Para ele, também não foi um choque seu amigo ser uma garota. Pelo contrário, assim como Touba, ele também ficou interessando em conquistá-la.


            Kazutoshi Shinmei é um adolescente bonito, rico e inteligente. Um dos amigos mais chegados de Kei. Ele, assim como os outros, não conseguiu entender o súbito sumiço de seu querido amigo. Quando descobriu o que aconteceu, ficou foi encantado e feliz, porque provavelmente já havia pensando que, se Kei fosse uma garota, seria incrível. Foi o primeiro a revelar seu interesse em conquistá-la para si e o que pegava mais pesado nisso.


            Hioaki Kawada é um adolescente estudioso, aplicado e rigoroso. Vivia atrás do Kei quando era representante da classe. Todo mundo dizia que ele tinha interesse no Kei, por ficar tanto no pé dele. Claro que nunca admitiu isso. Agora, ele é presidente do conselho estudantil na atual escola que está. Foi o primeiro a cruzar pelos corredores da escola com Megumi e ficar intrigado com a semelhança. Ao descobrir a verdade, também não se sentiu estranho sobre o assunto e partiu para ser um dos pretendentes que a queriam.


Makoto Yutaka é uma adolescente, filha do médico de Megumi. Se tornou muito amiga e protetora de Megumi quando seu pai pediu para que ela a ajudasse nessa transição de menino para menina. Makoto protege sempre a sua amiga e demonstra ter interesse romântico por ela, embora não queira, de fato, ela somente para si. Se tornou porta voz, e sempre a ajudava a não ser descoberta. Também adora pôr lenha na fogueira dos garotos.


            Mikoto Yutaka é um adolescente, irmão mais novo de Makoto. Estuda no colégio interno só para garotos. Apesar de ser bem novinho, já visa seu futuro, que é ser médico.  Sofre assédio na escola, por ser um garoto fofo, mas ele treinou bastante para salvar sua dignidade de garoto. Conheceu Megumi através de fotos que seu pai levou para casa. Desde então, sempre teve uma queda por ela. Acabou conhecendo-a pessoalmente por acidente. Depois, descobriram que tinham muito em comum. Megumi ficou encantada com a fofura dele e se sentia à vontade com o garoto. Foi a primeira vez que quis tanto um garoto para si. Ele será capaz de ganhar o coração de Megumi?
            Esse mangá é muito interessante, mas a coisa que me torra um pouco são os longos diálogos aleatórios que não acrescentam qualquer coisa à história, tornando a leitura um pouco cansativa. Fora isso, é bem interessante. Acho que dava para trabalhar um pouco melhor a situação, mas tudo bem. Foi bem legal. INDICADO!!!


Gênero:   Shoujo, romance, Drama,
Autor:  Tsuda Mikiyo , Zaou Taishii
Mangá:   2 volume
0 comentário

Tate no Yuusha no Nariagari



Para mim, tudo é questão de vibe, porque, se eu não estiver no clima, corre o grande risco de eu não conseguir gostar de algo ou demorar a ver. Foi o caso desse aqui. Não que eu não tenha gostado, apenas demorei para terminar. Ainda mais porque eu comecei pelo mangá, que era MUITO melhor que a animação, então o anime se tornou um pouco desanimador, apesar de que é sempre bom ver a história que curtimos ganhar vida. Essa história começou como web novel, em 2012, e já foi finalizada. Em 2013, se transformou em light novel e ainda se encontra em andamento. Então, em 2014 saiu a web novel spin-off, com título “Yari Yuusha no Yarinaoshi”. Somente em 2017 saiu a versão física da light novel.


            A adaptação em mangá foi lançada em 2014. Gosto da ilustração e não posso dizer que está compactuando exatamente com a versão original, já que não li a novel. Porém, eu gosto muito de como a história é conduzida. Acaba não sendo uma história para qualquer um, pois é preciso ter uma idade mais madura e preparada para aceitar com mais firmeza o mundo cruel e sombrio. Esses são os leitores ideais.  Em 2017, saiu o mangá do spin-off, com o título “Yari Yuusa no Yarinaoshi”. Não vi ainda para falar detalhes e não sei sobre a ilustração. Em 2018, saiu mais um mangá spin-off, com o título “Tate no yuusha no toaru ichinichi”. Então, em 2019, saiu outro mangá spin-off, com o título “Tate no yuusha no Oshinagaki”. Todos esses estão em andamento ainda.
            A adaptação em anime foi lançada em 2019, com 25 episódios. A produção foi muito boa, no entanto, a adaptação da história não foi lá das melhores. Provavelmente, eles não queriam que esse anime passasse um clima pesado e obscuro, para que outras idades pudessem contemplar. Eu até entendo, mas eu, que li mangá antes, senti um forte impacto nessa parte, ao ponto de ser bem desanimador. Contudo, realmente foi muito bom. Os personagens estão lindos. Não foram tantos detalhes que mudaram, somente essa parte obscura da história mesmo. Contudo, a raiva e o ressentimento que sentimos continuam os mesmos, então tudo bem. Parece que, esse ano, vão lançar a segunda temporada. Veremos.


            A história gira em torno de um jovem otaku japonês que vivia sua vida desanimadamente. Contudo, um dia, ele acaba sendo invocado por magos de um reino paralelo, junto de mais três jovens de lugares diferentes, para que eles se tornem heróis lendários que salvarão esse reino das catástrofes que estão por vir. Cada herói tem uma arma lendária, mas esse jovem adolescente acabou herdando um escudo. Aos olhos de todos, era o mais fraco, então teve um tratamento muito indiferente logo de cara. Ainda muito inocente a tudo nesse novo mundo, ele se deixou levar pela situação, sem imaginar que coisas muito piores que a indiferença estavam para acontecer. O herói do escudo acabou sendo enganado pela filha do rei, acusado de estupro e muitas outras coisas perversas. Aquele momento matou sua inocência e bondade. Ele nunca havia passado por tal humilhação e calúnia. Como um lobo solitário, sem nunca mais se atrever a confiar em ninguém, ele seguiu sozinho, com o objetivo de, um dia, esmagar a todos esses que o humilharam. Em meio a sua caminhada, ele conseguiu uma escrava, sua única aliada. A cada dia ele foi se tornando mais forte. Quem realmente conseguirá salvar esse reino?


            Naofumi Iwatani é um universitário e otaku japonês. No começo, ele parecia ser uma pessoa confiante e positiva. Todavia, após ser traído, passou a ser hostil, desconfiado, cínico e rancoroso. Por um bom tempo, ele viveu dessa forma amarga naquele mundo. Até que comprou uma escrava que criou como filha. Ela cresceu e libertou o coração dele, revelando ser, na verdade, uma pessoa calma e equilibrada, mas ainda escondendo o seu lado bom com hostilidade, para que, assim, ninguém nunca mais o traia. Apesar de já confiar nessa sua seguidora, ele ainda não é totalmente seguro de si. Deu o seu melhor para ficar forte e aprender como se salvar com seu único equipamento de combate. Assim, ele se tornou muito mais forte.


            Raphtalia é uma demi-humana do tipo guaxinim. Sua família foi morta na catástrofe que vinha acontecendo de tempos em tempos. Assim, ela foi vendida como escrava e sofreu todos os tipos de tortura na mão de um nobre perverso. Até que, um dia, foi vendida novamente. É uma garota tímida, traumatizada e doente. Raphtalia apenas esperava a morte, até que foi comprada por Naofumi, que a curou e a ensinou a se defender. Ela cresceu ficando a cada dia mais forte e mais fiel ao seu dono. Agora, o prazer dela é ser a espada de Naofumi, a quem é muito leal e por quem nutre sentimentos de amor. O seu maior medo é dele ir embora um dia. Enquanto isso, ela segue fazendo sua função dentro da equipe que passou a crescer.


            Filo é da espécie Filolial. No início da história, Naofume comprou um ovo que chocou um pássaro muito fofo, que foi crescendo, crescendo e mostrando uma força abundante. Um dia, o pássaro o surpreendeu mostrando sua forma humana, que por sinal é muito fofa também. Assim, ela se tornou uma importante integrante na vida de Naofumi. Antes de se transformar, ela tinha o comportamento normal de animal. Depois de estar na forma humana, passou a ser mais mimada e desobediente, querendo sempre fazer tudo como queria. Só depois que Naofumi ameaçou devolvê-la, ela melhorou. Atualmente, é uma parceira muito confiável e muito afeiçoada a seu mestre.


            Motoyasu Kitamura é o herói da lança, invocado junto de Naofumi. É o mais amigável entre todos, porém, é incrivelmente ingênuo. O seu amor pelas mulheres acaba o fazendo ser facilmente enganado por elas. Fora isso, ele é, na verdade, legal e muito leal aos seus aliados. Por ele ter se deixado enganar, se torna muito irritante, pois fica fazendo muitas coisas ruins para Naofumi. Mesmo que tenham provado que tudo que aconteceu não era verdade, ele continua implicando com o herói do escudo. Por não querer acreditar nele, não consegue atingir um nível mais forte, fica frustrado e ofendido por se sentir mais fraco do que aquele que sempre desprezou.


            Ren Amaki é o herói da espada. É um jovem que passa um ar de lobo solitário e age calmamente. No começo, se recusava a acreditar que aquilo que estava vivendo não era só um jogo, então agia de forma irresponsável com as vidas, fazendo apenas o seu trabalho. Entre todos que ficaram contra Naofumi, ele pareceu o mais razoável e mais observador aos detalhes, além de demonstrar que gosta das coisas certinhas. Seja inimigo ou não, o que é errado é errado. Eu acreditava que ele seria o primeiro a mudar, mas, junto dos outros, ele tem estado a cada dia mais arrogante. Não aceita também e acabou por ser mais fraco que o herói do escudo, que antes era um nada.


            Itsuki Kawasumi é o herói do arco. Ele se considera o herói mais forte e está sempre fazendo muitas missões. Gosta de receber elogios e méritos por tudo o que faz. Apesar de ser assim, na sua vida real ele carrega o trauma de se considerar fraco, por isso, nesse novo mundo, ele faz de tudo para mostrar ser forte e bravo. Na sua equipe, existe uma hierarquia, às vezes, até muito dura, como uma integrante mais fraca que ele insiste em implicar, por lembrar o velho eu dele. Assim como os demais heróis, ele se tornou a cada dia mais arrogante e não suporta Naofumi, por ser portador de um instrumento tão fraco, mas ser muito mais forte que ele. 


            Melty Q Melromarc é a segunda princesa e herdeira do trono de Melromarc. Uma garotinha educada e condizente. É muito boazinha com todas as pessoas. Sejam plebeus ou demi-humanos, ela trata todos bem. Apesar de ser muito novinha, ela já tem uma mente muito madura. No decorrer da história, ela conhece Naofumi e seus companheiros. Logo de cara, se tornou muito amiga de Filo. No começo, eles não sabiam que ela era uma princesa. Quando foi descoberta, Naofumi passou a agir com indiferença, devido ao seu grande ódio pela realeza. Com o tempo, ele começou a confiar um pouco nela e a ajudá-la, como quando quase foi morta pela sua cruel irmã, que ambicionava ser herdeira.


            Malty S Melromarc é a primeira princesa de Melromarc. Apesar de, no começo, se mostrar ser amigável e sedutora, na verdade, ela usa uma máscara de boa samaritana para enganar as pessoas. Tem uma personalidade podre. É uma mulher mentirosa, arrogante, narcisista, imoral, traiçoeira, manipuladora e tirana. No começo, ela foi para a equipe do herói da lança, por ele ser mais atraente, mas com uma falsa bondade. Ela foi a única equipe de Naofumi, mas tudo era um plano perverso. Se existe um personagem que te fará se contorcer de ódio, certamente será essa mulher.
            Existem muitos personagens odiosos nesse anime, e você perceberá isso logo de cara. Sofrerá muito junto do protagonista. Assim como vai torcer para ele deixar a todos no chinelo. Minha apresentação no concurso de cosplay em dupla, ano passado, foi sobre esse anime. Herói do escudo e Raphtalia. Foi incrível, uma pena que perdi os vídeos.  Esse anime é muito bom, embora eu prefira o mangá. Então, INDICADÍSSIMO!!!!!


Gênero:   Ação,  Fantasia, Aventura, Isekai
Autor:  Aneko Yusagi
Ilustrador:  Minami Seira
Web Novel:  24 volume  
Ilustrador:  Aiya Kyuu
Mangá:  13 volume ( em andamento)  
Anime:  25 episodio 
1 comentário

The Heirs ( K-Drama)


Esse dorama é um daqueles que assisti há muito tempo. Agora que finalmente está disponível na Netflix, resolvi rever para finalmente falar sobre ele. Na primeira vez que o vi, foi simplesmente porque dois atores que amo estavam atuando nos papeis principais, Lee Min Ho e Park Shin Hye. Contudo, para ser muito sincera, eu não gostei nem pouco desse dorama. O começo foi até legal, mas depois foi um chororô sem parar. Meu Deus do céu! O romance é fofo, mas algumas coisas realmente me fizeram enjoar da história muito rápido. “The Heirs” foi lançado em 2013 e tem uma ótima produção, o que é normal em k-dramas. O elenco é maravilhoso, tendo ali vários atores que eu gosto muito de ver.  
Esse enredo envolve duas vidas distintas. Um jovem rico que vive nos Estados Unidos, experienciando o que há de melhor, sem poder voltar para sua terra, por causa de problemas internos. E uma jovem moça de família humilde, que passa por muitas dificuldades com sua mãe muda, enquanto a irmã estuda nos Estados Unidos. Um dia, quando estava de saco cheio de toda essa responsabilidade, ela decide usar como desculpas levar o dinheiro para o suposto casamento da irmã pessoalmente, mas sua intenção era não voltar. Ao chegar, ela se deparou com um cenário inesperado. Em meio a toda essa situação caótica, em um incidente, ela conhece o jovem rico, que a acolhe em sua casa, até que consiga pegar seu passaporte e dinheiro para voltar. Nesse meio tempo juntos, ambos passaram por vários momentos. Apesar de tudo isso parecer um sonho para ela, sabia que isso seria apenas uma lembrança. Então, segurou todos os sentimentos que estavam incomodando seu coração. Passado um tempo, o jovem rico não aguentava mais, porque ele, que nunca havia se apaixonado antes, pela primeira vez sentia desesperadamente a vontade de rever a sua amada. Agora, ele está voltando para a Coreia. O que acontecerá?



Kim Tan é o segundo filho, um dos herdeiros de Jeguk Group, uma grande empresa muito respeitada na Coreia. É um rapaz bonito, bondoso, honesto, cabeça quente e imaturo. Ele tem uma boa relação de respeito com o seu pai e muito amor e admiração por seu irmão mais velho, mas é constantemente rejeitado por ele. Ele tem duas mães: a mulher com quem seu pai é casado, através de um acordo de casamento, e a mãe biológica, que mora na casa, mas é escondida dos olhos de fora, pois pode ser considerada como amante, o que pode gerar sérios escândalos. Pelo bem do filho e seu bem, ela tenta viver discretamente, desfrutando do luxo na mansão. Contudo, é muito difícil, para Kim Tan, ver sua mãe se sujeitar a tanta humilhação e não poder sequer desfrutar da vida afora. Ele decidiu morar nos Estados Unidos para agradar o irmão, que o queria longe por vários motivos. Um deles, claro, por temer que ele roubasse seu lugar de direito. Kim Tan não queria nada. Nunca quis nada além da atenção do irmão que ama tanto. Em meio a toda essa vida perturbada e cheia de luxo, ele encontrou o que mais queria, Chan Eun Sang.



Chan Eun Sang é uma garota muito inteligente, trabalhadora e decidida. Mora com sua mãe, que é muda, enquanto espera a sua única esperança de mudar de vida, sua irmã mais velha. Contudo, a verdade é que, indo até lá, descobriu que sua irmã estava as enganando o tempo todo. Ela não estudava e vivia em uma situação realmente ruim. Sua esperança de mudar de vida foi quebrada em mil pedaços. Eun Sang estava cansada de trabalhar feito louca para cuidar de sua mãe, que era doméstica na casa de uma família rica do grupo Jeguk. Por um minuto de falta de maturidade, ela pensou seriamente em fugir. Sinto que ela tinha um pouco de vergonha pela mãe ser muda. Acredito que, na Coreia, exista um preconceito forte com isso. Porém, depois da experiência nos Estados Unidos, ela voltou com outro pensamento e se arrependeu muito de ter desejado abandonar a mãe. Quando voltou, sua mãe havia virado governanta onde trabalhava e estava morando lá. Então, passou a morar na casa, vivendo como fantasma ali dentro, pois esse era o acordo. 



Voltando a vida cotidiana, os momentos vividos nos Estados Unidos pareciam apenas um sonho, e aquela pessoa também. Quem poderia imaginar que essa pessoa era um dos herdeiros dessa casa? Mal pode acreditar quando tudo foi revelado. Ele, desde que chegou no país e estava procurando por ela, descobriu que a garota que mexia com seus sentimentos estava sob o mesmo teto. Então, passou a persegui-la. Por causa disso, seu pai, que colocava pessoas de olho em seus herdeiros, descobriu seu súbito interesse. Como qualquer pai, culpou a outra pessoa, não o filho. O pai decidiu dar uma de bom samaritano e colocá-la na escola boa em que só pessoas de alta classe estudam, porém, suas intenções eram mostrar a ela o seu lugar. Pensando no seu próprio futuro, ela aceitou, mas não imaginava que estudar com pessoas de alta classe seria tão problemático.



Tudo o que Kim Tan queria era a protegê-la. Ninguém menos que ele sabia como essa era uma escola cheia de intrigas e pessoas venenosas. Então, como não conseguiu impedi-la, decidiu que iria protegê-la. A garota, que entendia muito bem o seu lugar, continuava recusando. Em meio a muitas situações, os sentimentos começaram a se tornar cada vez mais impossíveis de controlar. Porém, ela sabia que não poderia ceder a isso.  Seus mundos eram muito diferentes. Não havia lugar para ela na vida de alguém tão rico e estava cansada de passar por inúmeras humilhações e problemas sem fim. Tudo o que queria era viver em paz com sua mãe. Então, ela tomou a decisão de sumir. Contudo, para Kim Tan, foi algo que não conseguia lidar ou aceitar. Ele sofreu miseravelmente, como se nada mais valesse a pena e nada mais fizesse sentindo. Tudo o que ele queria era viver feliz ao lado de quem ama. Por que não poderia? Que mal havia nisso? Seu pai, pelas sombras, continuava fazendo de tudo para ele esquecer e abandonar essa vida.




Choi Young é herdeiro de uma rede de hotéis chamados de Zeus. É um rapaz bonito, astuto, inteligente e valentão. Vive com seu pai, que é muito rigoroso, e está sempre o pressionando a ser melhor em tudo. Mesmo sendo muito inteligente, ele não se esforça muito na escola e sempre tira nota ruim. Ele tem um trauma sobre ser abandonado pela sua mãe, quando ela desapareceu. Ela foi vê-lo, mas, no auge da sua rebeldia, ele demorou a aceitar a ir e, assim, perdeu a oportunidade. Isso pesa em seu coração há um longo tempo. Quando ainda mais novo, era um bom amigo de Kim Tan, até que um dia se desentenderam e nunca mais foi o mesmo. Quando Seu ex-amigo voltou, foi uma verdadeira batalha entre eles, inclusive porque Choi Young se interessou por Chan Eun Sang também. Depois de observá-la e provocá-la muito, também acabou se apaixonando por ela.



Yoon Chan Young é filho do secretário do presidente do grupo Jeguk. Ele é bonito, muito inteligente e simpático. Estuda nessa escola de elite e namora Lee Bona, que é uma jovem e rica dama. Chan Young é uma pessoa muito simples e melhor amigo de infância de Chan Eun Sang. Ele tenta ajudá-la e se importa muito com ela, embora sua namorada morra de ciúmes e sempre dê chilique por causa disso. Ele não se importa e acha muito fofo. Até mesmo provoca, às vezes, só para ver suas reações. Ele foi passar um tempo fazendo intercâmbio nos Estados Unidos, o que aconteceu quando sua amiga estava lá. Foi ele quem a ajudou a voltar para casa.  



Lee Bona é filha do presidente da Mega Entertainment. É uma garota bonita, mimada e ciumenta, mas tem um bom coração. Seu primeiro amor e namorado foi Kim Tan, quando ainda eram mais jovens. Depois, se apaixonou por Yoon Chan Young e nunca se importou com status ou qualquer coisa. É totalmente louca e apaixonada por ele e, se possível, passa 24 horas grudada no rapaz. Não permite que ele faça nada com outras garotas e morre de ciúmes, principalmente, da melhor amiga. No começo, ela a trata com indiferença, mas depois passou a ajudá-la, porque sabia que, se não o fizesse, seu namorado faria, e ela não queria isso. Contudo, a verdade é que ela é muito fofa e tem bom coração, só não é muito sincera. Para mim, ela e seu namorado são os mais fofos de todo o dorama. Ela com os chiliques, principalmente.



Rachel Yoo é a noiva de Kim Tan, uma jovem rica, bonita, elegante e arrogante.  Apesar de o noivado ter sido decido de forma política, ela, na verdade, gosta de Kim Tan, mas nunca foi devidamente correspondida. Mesmo assim, ela está firme sobre isso, porém, quem diria que uma garota simples apareceria e destruiria seus sonhos. Sendo assim, ela se tornou muito espinhosa, passando a ser muito arrogante, além de aprontar, sempre que possível, com Chan Eun Sang. Ela estava disposta a ir até o fim com esse casamento. Será que a Paris Hilton da Coreia conseguirá?



Kim Won é o irmão mais velho de Kim Tan, um homem bonito, inteligente e habilidoso.  Ele já cuida de uma boa parte do império da família, mas quer a presidência, custe o que custar. Por essa razão, teme o irmão mais novo, apesar de, no fundo, gostar muito dele. Mesmo assim, é muito duro e indiferente com Kim Tan. Kim Won também tem uma paixão por uma jovem mulher comum. Apesar de ele ainda persistir no relacionamento, não é capaz de lutar por ela, porque o que mais deseja é ter o império em suas mãos. Em meio a essa guerra de egos, ele conseguirá os dois? Quem ele escolherá, no final?
Esse dorama tem muitas situações interessantes. Cada herdeiro passa por uma situação diferente, que poderia acontecer na vida real. É um dorama interessante, porém, como disse antes, ele é meio enjoativo. Assistam, se interessar.

Gênero:   Romance, drama

Dorama:    20 episódios 
0 comentário

Kanojo Ga café ni kayou wake



Esse é um mangá de um volume só que contém 5 capítulos. É um shoujo muito interessante que envolve personagens cativantes e alguns tipos de começo de relacionamento. Tem três capítulos sobre o casal principal. Os outros dois são historinhas sobre personagens que vivem no mesmo ambiente. Adorei as histórias, apesar de querer muito olhar mais de perto o desenvolvimento dos demais relacionamentos.
A história gira em torno de uma garota que vive sendo confundida como garoto. Um dia, quando foi acompanhar sua amiga em um café elegante, fica cativada por um dos garçons, que por acidente derrubou algo nela e foi extremamente atencioso. Apesar de nunca ter se apaixonado ou sequer pensado nisso, pela primeira vez seu coração estava batendo por alguém. Contudo, voltando ao lugar para devolver o que havia emprestado, o garçom pede ajuda para o estabelecimento, que estava com falta de funcionário, tratando-a totalmente como um garoto, o que a deixou decepcionada. Porém, trabalhar nesse local parecia interessante, já que poderia sempre vê-lo e estar perto dele. Ser tratada como garoto pelo cara que gosta vai satisfazer seus sentimentos?


Eisei é uma colegial muito bonita, mas por ser alta, esbelta, ter cabelo curto e atitudes fortes, é confundida como garoto. Realmente, ela não passa um ar de feminilidade. Ela não acreditou quando sua amiga disse que ela se tornaria mais feminina quando se apaixonasse. De fato, ela passou a demonstrar novas expressões e atitudes diferentes. Continuou trabalhando no café, se passando por homem, e ainda era a mais popular de lá.


Kouno é um universitário inteligente e perspicaz. Trabalha de meio período no café. Ele conheceu Eisei quando, por acidente, derrubou chá nela. Sim, ele pode ser um pouco estabanado, apesar de ser um homem. Sua gentileza conquistou o coração dela. Mesmo não demonstrando, ele já havia percebido que era uma garota, mas decidiu não dizer nada. Seus sentimentos também estavam muito bem desenvolvidos por ela. Agora, como os sentimentos deles se encontrarão?


O segundo capítulo conta a história de Hisako, uma garota bonita e esperta que tem um melhor amigo muito bonito, mas narcisista, chamado Aren, que trabalha no café. Ela o acompanha todo dia, mas seu interesse mesmo é no seu garçom favorito, Eisei, por quem é apaixonada. Ela está sempre observando seu melhor amigo trabalhar, que sempre tem ataques de ciúmes por ela escolher Eisei ao invés dele. Um dia, ele acaba revelando a verdade sobre o seu garçom favorito ser uma garota. Obviamente, ela não acredita. E agora? Como ela vai se sentir quando descobrir a verdade?


O terceiro capítulo conta a história de Kaya, melhor amiga de Eisei. Ela é uma cliente muito frequente nesse café, pois adora ser servida por lindos rapazes. Kaya ficou chocada quando o dono contratou Kuma, um rapaz de barba. Achou isso o cúmulo, pois não se agrada de homens assim, mas decidiu o observar. Por alguma razão, ele parecia cada vez mais atraente. Ela conseguirá aceitar Kuma? Por que está tão obstinada em prestar atenção em alguém que, supostamente, não tem interesse?
Os outros dois contam algumas historinhas do casal principal. Queria que fossem mais focadas neles mesmo, mas envolve outros personagens e trabalham muito neles. Mesmo assim, é bom. Eu gostei muito dessa história. INDICADO!!!


Gênero:   Shoujo, romance, Drama,
Autor:  Washio Mie
Mangá:    1 volume
0 comentário

Kimi wa maru de, Ano hana no you de



Esse é um mangá shoujo de apenas um volume, com apenas 3 capítulos. É realmente muito rápido. Sua ilustração é muito bonitinha e a história é muito fofa. Acho que, se fosse uma história mais extensa, causaria muito impacto. Seria sofrido. Todavia, como é muito curtinha, não deu para trabalhar tão bem, então foi até tranquilo.
A história gira em torno de uma adolescente que teve seu coração dolorosamente partido pelo seu senpai, do clube de basquete, quando estava no fundamental. Agora, no colegial, deseja encontrar um novo amor. No entanto, o que ela não poderia imaginar era que o seu antigo amor estava ali, na mesma escola. Muito menos poderia acreditar que acabaria sob os encantos dele novamente e que seu bobo coração acabaria apaixonado mais uma vez. A jovem sabia que se machucaria novamente, então, tentou evitar. Acabou entrando para o clube de basquete e ficou chocada quando descobriu que nem ele e nem sua namorada estavam fazendo parte. Era estranho, porque sempre falavam de sua paixão pelo esporte. Então, ela descobre algo que realmente a abalou. Ela conseguirá curar a dor do coração do seu amado? Mais que isso, ela conseguirá florescer em seu coração?
(Atenção: spoiler!!!)


Nazu é uma garota muito fofa, animada, apaixonada e obstinada. No fundamental, começou jogar basquete. Era onde o seu crush estava, mas descobriu que ele tinha uma namorada e, pior que isso, a garota era um amor de pessoa. Então, seu coração foi partido e foi muito difícil. Agora que ela está apaixonada pela mesma pessoa, o cenário não é mais o mesmo. Nazu mostrou ser uma garota muito compreensiva e madura para lidar com a situação. Se dessa vez o amor pudesse florescer entre eles, isso poderia acabar com muitas dores de ambos os lados?


Nao é um adolescente bonito, simpático e amigável. No fundamental, ele tinha uma namorada que era do mesmo clube e eles se amavam muito. Porém, esse relacionamento teve seu fim, quando ela morreu em um acidente. Não sendo capaz de superar a tristeza de viver sem sua amada, Nao não joga mais basquete. Apesar de amar, toda vez que o jogo acaba, seu ser se toma de tristeza. Contudo, muitas coisas que estavam paradas começaram a andar quando uma caloura se declara e se esforça para animá-lo a encarar a vida novamente. Ele conseguirá seguir em frente?
É um amorzinho, esse mangá. Pensando bem, combina muito bem com o anime dessa semana. A história sobre perda é um pouco parecida. Indicado!!!


Gênero:   Shoujo, romance, Drama,
Autor:  Gouto Misaki
Mangá:    1 volume
0 comentário

Photoshoot - Qiu Tong e Sun Jing ( Tamen de Gushi )


Depois de quase um ano que fizemos esse ensaio, finalmente posso compartilhar com vocês esse shoot tão fofinho. A Qiu e a Sun são muito fofas, não dá pra negar né? Já tivemos um Shoot delas aqui (clique aqui) muito amorzinho com a roupa de colegial, vejam por favor porque é muito kawaii mesmo. O de hoje é um casual, o tema é encontro. A minha amiga Tabhi foi quem fez a Sun Jing, olha como ela é maravilhosa, meu coração de Sun Tong fica até agitado.
 Esse photoshoot foi feito pela minha amiga Kohana, que sempre me ajuda, fazendo fotos maravilhosas. Ela editou uma parte depois eu e a Tabh o restante. Todas essas fotos foram tiradas no parque Tia Nair. Foi um dia de muito SOL, mas foi incrível. As fotos ficaram tão lindas. Espero que vocês gostem.












E ai o que acharam? Gostaram??? Eu estou muito apaixonada. Continue de olho em breve terá mais shoot de cosplay.

0 comentário

Given



De um tempo para cá, tenho estado muito na vibe de yaoi. Mesmo com o novo ano, ainda continuo com o mesmo sentimento. Quando, no ano passado, “Given” foi lançado, eu estava querendo ver. Agora, finalmente surgiu a oportunidade. Esse anime é muito amorzinho. Tem uma história muito bonita e personagens cativantes, além envolver música. Para mim, que amo me expressar através da música, foi algo realmente tocante de se ver.  O mangá foi lançado em 2013 e ainda está em andamento. Consegui ler até o capítulo 17, praticamente bem perto do fim da animação. A ilustração é muito boa, ao menos eu gosto. Ele tem um áudio drama que foi laçado em 2016, que se encontra ainda em lançamento. O anime foi lançado em 2019. Com apenas 11 episódios, eles foram capazes de seguir muito bem a história original. Nesse ano, lançarão o filme. Estou bem ansiosa para ver o que vai ser, mas parece que tratará sobre os personagens secundários.
A história gira em torno de dois adolescentes distintos. Um não sente mais prazer nem nas coisas que gosta, como o basquete e a sua guitarra. O outro está parado no tempo, submerso em uma dor que não sabe como pôr para fora, então tudo o que pode fazer é se apegar à guitarra, que um dia fez parte de alguém muito importante. O destino estava para unir esses dois, para que ambos encontrassem seus caminhos e se libertassem daquilo que os prediam de seguir em frente. O jovem desanimado encontra esse garoto, que parecia estar vivendo no mundo da lua, agarrado em sua guitarra como se fosse um bote salva-vidas, sem entender qualquer coisa sobre música. Depois de muita insistência da parte desse menino, ele decidiu ensiná-lo a tocar. Assim, aos poucos, passou a recuperar o ânimo para a música que tanto ama, ficando cada dia mais absorvido pelo seu novo companheiro. No entanto, ele ainda não tinha notado que seus sentimentos iam muito além de amizade. Até que o passado do qual seu parceiro não conseguia se libertar veio à tona e ele foi envolvido por um sentimento de ciúme incontrolável. Poderia estar gostando de um garoto de forma romântica? E que passado é esse que parece consumir em dor esse garoto?


(Atenção: spoiler!!!)
“Queria alguém que entendesse como é difícil e doloroso... querer gritar e chorar, mas não sou capaz de me expressar.”
Mafuyu Satou é um garoto bonito, quieto, introvertido e reservado. Na sua infância, ele sofria violência doméstica de seu pai. Assim, ele conheceu o seu melhor amigo, que o ajudou e sempre ficou ao lado dele, até crescerem. Dessa união de amizades inseparáveis, começou a ter um relacionamento romântico entre os dois. Porém, não durou muito. Após uma briga, uma tragédia os separou subitamente, de forma cruel.  Mafuyu simplesmente não sabia como lidar com tudo isso, não conseguia se perdoar e muito menos o perdoar. Ainda que não transparecesse, ele ainda está sob uma dor de que não era capaz de se libertar. Aquela guitarra de uma marca muito famosa, que ele carregava para todos os lados, mesmo não entendendo nada sobre música, pertencia à essa pessoa. Após Mafuyu encontrar Ritsuka, ele aprendeu sobre a música e reconheceu o seu talento como vocalista. Apenas quando teve que escrever uma letra para a sua primeira canção, foi capaz de se libertar de todo o passado doloroso e, enfim, começar a seguir em frente.  Ele estava gostando de uma nova pessoa e se apaixonando mais e mais pela música. Tinha um longo caminho a percorrer.


“Eu acho que o coração é como uma corda. É difícil e árduo, e tem vezes que isso não pode ser contido. E isso é porque dói como se uma corda esticada no peito estivesse sendo dilacerada. Como dedilhar uma guitarra apertada até o seu limite. Às vezes estala e você acha que não pode mais consertar, mas se você colocar uma nova corda, desse jeito, e tiver alguém para consertá-la.... Não vai curar a ferida, mesmo que só um pouco?”
Ritsuka Uenoyama é um rapaz atraente, de personalidade forte, atencioso e compassivo. Pode facilmente se irritar também. Aprendeu a tocar guitarra sozinho e faz parte de uma banda. Apesar de amar isso, com o tempo, foi esquecendo sobre sua paixão pela música e outras coisas da vida. Mesmo sendo popular, nunca esteve em um relacionamento e nem parece ter tido interesse. Apesar de ter uma vida comum, ele faz trabalhos de meio período para manter o hobby de músico junto de sua banda, que até então é só instrumental. Quando um garoto avoado apareceu em sua vida, muitas coisas mudaram. Apesar de não admitir, a cada dia mais queria saber sobre esse menino. Assim, começou a ensiná-lo, mesmo não tendo ideia de como o fazer. Quando ouviu Mafuyu cantar pela primeira vez, se apaixonou pela voz dele. Foi realmente tocado profundamente. Com muita luta, o convenceu a ser o vocalista de sua banda, mas o que ele não sabia era que esse sentimento estranho em relação a essa pessoa era amor.


Não tem como não se apaixonar, afinal, Mafuyu é um ser tão fofo, que dá vontade de pôr em um pote. Como não amar? Entendo totalmente os sentimentos de Ritsuka, inclusive o de ciúme, após descobrir o passado. Pensar que os sentimentos da pessoa que você gosta ainda estão em outra pessoa e que é um relacionamento que nem tem como dizer “sim” aos sentimentos, meu egoísmo não se dá bem com isso. Porém, o melhor te tudo foi um cara que não sabia que era gay perceber que estava gostando de um garoto pela primeira vez. Mesmo assim, não teve muitos problemas ao aceitar e nem sofreu muito. É claro que Mafuyu tinha muito a pôr no lugar. Porém, não acho que, apesar de ele ainda ter um passado difícil em seu coração, não tinha nutrido sentimentos por Ritsuka. 


Haruki Nakayama é um universitário gentil, alegre e despreocupado. Foi ele que montou a banda. É quem toca baixo. É uma boa pessoa que age como irmão mais velho, sempre resolvendo os problemas. Apesar disso, ele também pode ser bem sensível e tímido quando se trata de seus próprios sentimentos. Muito provavelmente, ele é bi, mas está apaixonado por seu colega baterista, que faz parte da banda. Nunca demonstrou tão abertamente os seus sentimentos, embora ele acabe o mimando muito. Então, continua levando seu amor platônico trancado a sete chaves. Às vezes, fica difícil disfarçar quando Akihiko acaba se aproximando tanto.


Akihiko Kaji é um universitário. Apesar de passar um ar assustador, é um cara muito legal, muito popular entre garotas e garotos. Também é bi, porém, parece carregar só amor pelo seu amigo, com o qual curiosamente mora, apesar de não terem um relacionamento romântico. Enquanto isso, ele fica com várias garotas diferentes. Na banda, ele toca bateria, apesar de tocar vários outros instrumentos, como violino, guitarra e baixo. Ele é o primeiro a reparar tudo que está acontecendo por baixo dos panos e até mesmo a aconselhar Ritsuka e Mafuyu. Existe muito sobre ele, e ainda estou muito na dúvida se ele percebe ou não os sentimentos de Haruki. Também quero muito entender melhor o relacionamento dele com o suposto amigo.
Esse anime é muito amorzinho. Eu gostei tanto! Vi que muitas pessoas o amaram também. Estou ansiosa para ver o desenvolvimento desses relacionamentos. Então, se você gosta desse gênero, você gostará muito dessa história. Ele é bem tranquilo. O desenvolvimento do romance foi bem puro e delicado. INDICADÍSSIMO!!!!


Gênero:   Yaoi, Drama, romance
Autor:  Natsuki Kizo
Mangá:  5 volume  
Anime:  11 episodio + 1 filme 
0 comentário