Secret Garden (K-drama)


         


         Esse é um dos MELHORES doramas lançados no ano de 2010. Tem uma produção maravilhosa, atores formidáveis e uma trilha sonora de arrancar o coração do peito. Lembro como se fosse hoje quando o assisti pela primeira vez, o quão fascinada fiquei por cada episódio que me surpreendia com esse enredo extremamente intrigante e maduro, que acertou em cheio o meu coração. Depois de 5 anos, finalmente consegui rever e, assim como a primeira vez, foi maravilhoso. Já estou com saudade. Quando um dorama é antigo, dificilmente você o encontra para assistir online, porém, tive a imensa sorte de encontrá-lo disponível da Viki. Então, se estiver interessado, corre lá para assistir antes que saia do ar. Esse romance tem todo um diferencial. Tenta fugir como um louco do clichê que estamos acostumados, além de ter uma pitada do sobrenatural, para nos fazer rolar de tanto rir.


            A história envolve duas pessoas de vidas distintas que estão destinadas a se encontrarem. Um herdeiro elegante e diretor de uma loja de departamento de luxo e uma humilde jovem, que trabalha orgulhosamente como dublê. Um dia, quando ele fazia um favor para seu primo mulherengo, acaba confundido a atriz principal com a dublê. O que ele não esperava era que essa confusão o levaria a sentir aquilo que sempre se negou a sentir, afinal, a sua vida era baseada apenas nos negócios. No entanto, mesmo após saber que aquela bela mulher durona era uma zé ninguém, não conseguia parar de pensar nela. Que sentimento irritante era esse? Quanto mais ele a via, mais perto queria estar. Contudo, a jovem não demonstrava qualquer interesse. Na verdade, estava sempre o repudiando. Ele não queria admitir que esse sentimento era amor, afinal, alguém como ele não poderia se deixar levar por tal sentimento. Então, ele decidiu que era algo passageiro, que seria momentâneo e que ela sumiria de sua vida como a pequena sereia sumiu da vida do seu príncipe. Já a jovem, que o repudiava, se sentia cada vez mais irritada e humilhada por ser cortejada por um cara rico, que a trata como se fosse um brinquedo, forçando seus sentimentos a ela e dizendo, ao mesmo tempo, que será apenas por um momento. Depois de diversos desentendimentos e brigas entre os dois, algo sinistro acaba acontecendo: as suas almas acabam trocando de corpo. Que tipo de prova eles estão fadados a passar? Qual é o objetivo disso?


            Gil Ra Im é uma belíssima mulher, de espírito forte, humilde e lutadora. Quando mais nova, perdeu o seu pai após um acidente de trabalho. Assim, ela acabou tendo que viver sozinha. Mesmo sendo difícil, mesmo sendo solitário, ela resistiu fortemente e se tornou uma mulher de espírito forte. Agora, ela trabalha como dublê, que é a profissão que ama do fundo do seu coração. Sendo uma das poucas mulheres boas nisso, ela dá o máximo de si, sem hesitar. Seu sonho é participar de grandes filmes. Um dia, sua vida calma vira uma bagunça quando o CEO Kim Joo Won força seus sentimentos egoístas a ela. O caos se torna maior depois de suas almas tomarem o corpo um do outro. Enquanto ela tentava viver discretamente sendo ele, passa a conhecê-lo mais a fundo. Assim, cria um certo respeito e admiração. Ran Im não queria ser levada pelos sentimentos egoístas dele, ainda mais que ela reconhecia o seu lugar. Sabia que aceitá-lo seria um caminho cheio de espinhos. Ela era madura o suficiente para resistir ao encanto dele a todo o momento. Mesmo assim, ela conseguirá manter firme a sua própria convicção?


            Kim Joo Won é um homem bonito, mas extremamente arrogante. É diretor da loja de departamento de luxo de sua família, o provável herdeiro. Criado com total luxo, ele despreza a pobreza e o amor, sendo convicto de que nunca cairá por tal sentimento, porque a sua vida sempre será movida ao dinheiro, ou seja, até mesmo seus relacionamentos estão ligados a grandes negócios. Contudo, toda essa convicção caiu por terra quando ele acaba se apaixonando pela pobre mulher dublê, o que o deixa em uma verdadeira luta interna.  Mesmo que se enganasse, mesmo que não quisesse admitir, não conseguia esquecê-la nem por um segundo. Esse sentimento desconhecido estava deixando-o louco. Uma vez que não conseguiu superar isso, decidiu que seria momentâneo e que ficaria ao lado dela até, um dia, deixá-la e seguir sua vida egoísta normalmente. Era o que planejava, mas vai dar certo mesmo? Esse é realmente um sentimento passageiro?


            Quando sua alma estava no corpo de sua amada, ele passou a entender mais as dificuldades que passava e a tristeza que encarava, mesmo que escondesse isso muito bem em um comportamento de mulher implacável. Ele não foi capaz de entender a vida humilde dela, mas foi capaz de entender seus sentimentos. Isso só o encantava mais e mais. Mesmo que Joo Won considerasse que isso fosse algo momentâneo, esse amor estava se tornando cada vez mais profundo e doloroso. Ele a queria tanto, mas, mesmo assim, parecia que ela nunca se abriria para ele, devido ao seu egoísmo e seus sentimentos incertos. Porém, mesmo que a Ra Im o rejeitasse firmemente, a verdade é que ela já estava balançada. Já havia tanto amor por esse ser arrogante, que ela nem sabia o que fazer. Contudo, ainda assim, ela não se entregava, porque estava se protegendo, porque estava com medo do que viria após abrir seu coração de uma vez. Até onde esse amor irá? Sumirá como bolhas de sabão como na triste história da pequena sereia?


            Choi Woo Young, Oska, é um famoso ídolo que está perdendo sua popularidade. É um homem charmoso, mulherengo e cativante. Ele é o primo mais velho do Kim Joo Won, por quem tem um carinho que não sai revelando por aí, até porque isso não seria aceito por ele, que é um homem tão arrogante. Woo Young ainda tem suas fãs convictas, no entanto, está caindo cada vez mais, devido aos novos sucessos que vêm surgindo.  Porém, como ele é apaixonado pelo que faz, está se dedicando para segurar seus velhos e os atuais fãs. Inclusive, entre esses velhos fãs, está Gil Ra Im, que o tem como seu ídolo desde a adolescência. Enquanto isso, ele lida com os problemas em relação ao seu primeiro amor, Yoo Seul, já que, por causa de um mal-entendido que nem ele sabe, acabaram terminando. Mesmo passado um tempo, não é capaz de esquecê-la. Por isso, até hoje não conseguiu manter nenhum relacionamento, frequentemente trocando de parceira. Agora, ela se tornou presente em sua vida, por estar interessada em seu primo.


            Yoon Seul é uma mulher elegante, arrogante e esperta. Vem de uma família com status e quer agarrar um herdeiro promissor, que, no momento, é Kim Joo Won. Porém, esse homem não lhe abre qualquer brecha para entrar em sua vida. Ficar atrás dele a levou a rever o seu antigo amor, Woo Young, abrindo velhas feridas. Ela era louca por ele, no entanto, devido a um mal-entendido, ela o deixou da maneira mais cruel possível. Woo Young sempre acreditou que ela fosse a errada na história e nem imaginava que tudo foi, de fato, culpa dele, embora ela também o tenha machucado, no fim de tudo. Vendo que ele parecia estar vivendo bem, ela se sente instigada a provocá-lo, sendo participativa na vida dele.


            Im Jong Soo é o diretor da escola de ação. Um charmoso homem, convicto, rude e áspero. Porém, ainda que seja assim exteriormente, ele se preocupa muito com seus atores, cuidando bem de cada um. Como estudou no exterior e falar inglês fluentemente, ele está relacionado à Hollywood. Em sua escola, só tem, de mulher, a Gil Ra Im, quem ele acolheu ainda quando era muito nova. Sempre cuidou dela como verdadeiro irmão mais velho, apesar de sempre ter sido apaixonado por ela. Jong Soo começa a ficar muito irritado quando o Kim Joo Won começa a cercar sua protegida. Começa a se afastar dela, após ser tratado friamente e seus sentimentos serem descobertos. Porém, ele não fazia ideia de que quem estava no corpo dela era o próprio Joo Won.


            Han Tae Sun é um jovem músico, gênio, que foi descoberto pelo Oska. Lindo, espinhoso e frio. Ele acaba rejeitando severamente as propostas do Oska, que queria recrutá-lo. Isso porque ele dizia estar abandonando o mundo da música, além de não achar o próprio Oska um bom músico. Porém, após ser perseguido várias vezes, tem todo um encanto por ele e passar a ver como ele tem um coração enorme e realmente ama o que faz. Ele começou a sentir vontade de estar perto dele. Contudo, a verdade é que, aos poucos, ele acabou se apaixonando. Tae Sun já tinha deixado claro, no começo, que era gay. Apesar de Oska mostrar um certo incômodo sobre isso, diz que a opção sexual dele é pessoal, não tem nada a ver com a vida profissional e o queria de qualquer forma como músico.
            Muitos desses atores estavam bem novos quando saio esse dorama. Muitos deles já estão com uma idade bem mais madura hoje em dia. Por isso, é bem interessante ver essa mudança. Foi nesse dorama que conheci, pela primeira vez, o ator Lee Jong Suk, um dos meus atores favoritos hoje em dia. Ele interpretou o personagem Han Tae Sun e, hoje, já fez muitos outros. É um homem maravilhoso, meu ator favorito (clique aqui). Os demais atores já vi algumas vezes em outros doramas. Essa história é cheia de altos e baixos e te causa vários sentimentos. Amei muito esse enredo, por isso o indico com certeza. INDICADÍSSIMO!!!!!



Gênero:   Fantasia, Romance,  Comedia
Dorama:   20 episódios 
0 comentário

Hatsukoi Host


         


       Esse mangá fofinho de um volume contém uma história principal e dois oneshots extras. A ilustração tem o estilo shoujo normal, não tem um diferencial, mas não é ruim. A história é fofinha, mas não foi satisfatória. Tem um conteúdo diferente, mas não gostei da forma que foi trabalhado. O que quero dizer é que faltou um tempero, mais profundidade e intensidade para atingir os corações das pessoas. Os oneshots também têm histórias fofas e um conteúdo que foi até que bem trabalhado.
            A história gira em torno de uma estudante do ensino médio que recebeu o estabelecimento do seu pai como herança, após seu falecimento. Quando a garota vai conhecer o local, fica surpresa ao perceber que se trata de um Host Club, o que, ao seu ver, era um lugar que só servia para iludir mulheres e arrancar dinheiro. Em hipótese nenhuma ela levaria um lugar desses adiante. Então, resolveu que, devido aos problemas financeiros, era melhor fechar. No entanto, o Host mais popular do local se opõe fortemente e diz que esse é um lugar importante tanto para eles, que ali trabalhavam, quanto para as clientes. Diz que não é como ela pensa e pede para que ela observe por uma semana. Ao observar, começou a perceber o diferencial, principalmente no tratamento do Host número um, que estava sempre lhe provocando emoções diferenciadas. Ela continuará com o Host Club? Que emoções são essas que afloram a cada provocação?


            Ayane é uma garota amigável, pé no chão e esperta. Apesar de toda perda, ela tem vivido, lutando para construir sua própria vida. Depois de falar com advogados, ela percebeu que seria muito trabalhoso continuar com o negócio desconhecido de seu pai.  Porém, sem esse negócio, seria impossível conseguir pagar a sua escola de prestígio.  Saber que se tratava de um Host em que, em sua mente, passavam todas as situações mais sujas possíveis, foi o suficiente para ela querer fechar. No entanto, ao observar, ela passou a entender que aquele não era um Host Club qualquer, que arrancava dinheiro das mulheres. Era um local que dava um up na autoestima de vários tipos de mulheres. O principal em se dedicar tanto nisso era o Sena, o Host número um, que a conquistou com seu jeito generoso e dedicado de lidar com os problemas que cada mulher carregava em si.  


            Sena é um popular Host, bonito simpático e inteligente. Apesar de trabalhar nisso, a verdade é que ele ainda é menor de idade, um estudante do ensino médio e muito rico. Assim como os seus demais colegas de trabalho, que também estudam em uma escola de prestígio, trabalha nisso por puro hobby e por gostar de ajudar mulheres que estão perdidas num mundo escuro, sem qualquer autoestima. Mesmo sendo herdeiro, ele se recusa a andar de acordo com os padrões impostos a ele. Sena é um espírito livre que não se deixa levar por posições. Se apaixonou por Ayane, que, no começo, o rejeitava o tempo todo, mas, conforme conviviam, a garota se rendeu ao seu amor.


            O primeiro oneshot é sobre a estudante do fundamental, Sakura, que namorava um veterano do ensino médio. Apesar de namorarem, eles nunca haviam se beijado. Ela desejava que esse dia chegasse, porém, Yuki não parecia querer o mesmo, sempre evitando contato físico. Assim, a pobre garota começou a acreditar que, talvez, ele não goste tanto dela como queria acreditar. E agora? O que ela fará para descobrir os verdadeiros sentimentos de seu namorado?


            O segundo oneshot conta a história de Yuki, uma garota bonita que estudava em uma escola de prestígio e, assim, mantinha uma postura refinada. No entanto, a verdade é que ela vem de uma família humilde. Quando não está sobre os olhos de seus colegas, ela permanece do seu jeito. Um dia, é pega no flagra por um de seus colegas ricos, que acaba achando um motivo para mantê-la presa a ele, guardando seu segredo. Ele pede para que ela finja ser sua namorada, para que as mulheres parassem de assediá-lo. Contudo, essa aproximação de mentira tem deixando-a confusa. E agora? Ela se renderá a essa confusão em seu coração ou continuará firme, não esquecendo que é, na verdade, uma refém e tudo que têm vivido juntos é mentira?
            Gostei bastante desse último oneshot. Achei uma história muito divertida e com conteúdo que dava para trabalhar muito bem. Se vocês tiverem um tempo e não tiverem nada para ler, dê uma chance para “Hatsukoi Host”.



Gênero:      Romance, Drama , Shoujo
Autor:    Watanabe Shiho
Mangá:    1 volume

Onde ler:    Mangá Space (clique aqui)
0 comentário

Meus crushes dos animes ( Parte 5)



        Como em todo ano, o que não pode faltar é a postagem dos “Meus crushes de anime”.   Em 2016, tivemos a primeira postagem com os meus crushes da infância, então passa lá para ler, porque está muito legal (clique aqui). Em 2017, tivemos a segunda parte (clique aqui) e a terceira parte (clique aqui). Em 2018, tivemos a quarta parte, com crushes bem atuais (clique aqui). Como a lista de crushes só cresce, devido a tantos personagens encantadores que acabam conquistando esse coração bandido, aqui estamos na quinta parte dos “Meus crushes”. Mais uma vez, falarei dos atuais, porque esse ano já começou com várias conquistas avassaladoras e não posso esperar nem mais um dia para falar deles.


            O primeiro crush é Ash Lynx, do anime “Banana Fish” (clique aqui). Esse rapaz, cuja a história e charme simplesmente se agarraram em meu coração de forma dolorosa e avassaladora, me fez me apaixonar profundamente. Ama-lo é tão doloroso, que chega a ser sufocante. Mesmo assim, o que tenho por ele é tanto amor, que chega a trasbordar. É impossível não pensar nele e me encher de emoção, às vezes felizes, às vezes triste. Desde que o conheci, não consigo parar de pensar nele. Não só se tornou um dos meus crushes, mas um dos meus personagens favoritos. Eu não sei explicar em que momento ele entrou no meu coração. Talvez foi no momento em que eu vi seu olhar penetrante e sua intensidade. Talvez foi quando eu passei a conhecer sua história tão perturbadora ou quando eu vi que, apesar de todo o inferno que o fez se tornar um assassino, atrás daquele olhar frio, existia alguém muito ferido e sedento por ser amado. Talvez deva ser tudo isso e mais um pouco. Não sei explicar, somente sentir. Além de que Ash é, aparentemente, o meu tipo ideal de homem: loiro, olhos verdes e um corpo que nem preciso comentar. Mesmo sendo um homem que tenha uma força implacável e pareça tão seguro de si, ele esconde muita dor e sofrimento. É um ser tão ferido, que só me faz querer protegê-lo. Os mesmos desejos que o Eiji, seu precioso amigo, sentia, eu também sinto. Eu queria protegê-lo desse mundo, que lhe fez viver de forma tão cruel. Eu o amo tanto! Queria tanto que ele fosse feliz! O que eu faço com o meu coração, que dói toda vez que penso nele? Eu não sei.



            O segundo crush é Haru Kaidou, do anime “Super Lovers” (clique aqui). Como não me apaixonar por esse homem, me diga?  Sua beleza é estonteante, tirando sua simpatia, que acaba conquistando todos à sua volta. Como eu queria ser aquela que ele deseja proteger. Eu amo seu jeito tão doce e protetor com aqueles que lhe são importantes. Haru tem seus momentos tensos, e provavelmente por não ser apenas um personagem bonito sem qualquer história por trás, me conquistou. A sua vida é mais intensa do que as pessoas imaginam. Com toda a certeza, o que me fisgou por completo foi a forma que ele trata seu amado Ren, seu irmão adotivo, por quem, mais para a frente, desenvolverá uma paixão das mais adoráveis e fofas que vocês já viram. Haru é um homem maravilhoso e sedutor, mas também pode ser um dos mais fofos. Ele me fez suspirar por um bom tempo. 


            O terceiro crush é o Yuuki Anzai, do anime “Devils Line” (clique aqui). Esse homem maravilhoso também me arrancou suspiros de amor por um bom tempo. Ele é um híbrido: meio humano e meio vampiro. Apesar de seu charme, que me encantou logo de cara, acho que o que me quebrou por inteiro foi seu lado doce e triste. Ele não consegue aceitar sua condição, realmente odeia quem ele é e vive dolorosamente tentando manter sua sanidade. Quando se apaixonou por uma humana, começou a mostrar o ser mais fofo do mundo que ele é, e ao mesmo tempo a pessoa mais triste e infeliz. Amar e não poder consumir esse amor...quão doloroso isso pode ser? Vê-lo chorar realmente quebrou meu coração em pedaços. Anzai é maravilhoso. Ele lutou ao máximo contra seu instinto pela mulher que ama e isso foi algo que realmente me conquistou. Não consigo não amá-lo.


            O quarto crush é Natsume Hyuuga, do anime “Gakuen Alice” (cliqueaqui). Esse garoto, que nos mostra logo de cara rebeldia e frieza, nos conquista com seu jeito misterioso e nos encanta com sua gentileza muito bem escondida em seu comportamento rude. Apesar dele ser apenas uma criança, tem atitudes adultas, o que o faz ainda mais atraente, além do seu próprio jeito. Ele é o típico garoto japonês que maltrata a garota que gosta, porém, isso durou só até ele admitir seus sentimentos, o que depois o fez mostrar tantas atitudes fofas, que foi impossível não se apaixonar. Queria muito o acompanhar em sua fase adulta. Acho que ele vai ser um homem de tirar o fôlego por onde quer que passe. 
            Esses foram os meus crushes amados. Leiam as postagens do anime para conhecer melhor os personagens. A postagem não ficou necessariamente como eu gostaria, mas espero ter expressado da maneira correta os meus sentimentos por cada um desses homens maravilhosos. E aí, me digam vocês: quais são os seus crushes do momento?

0 comentário

Itazura na kiss Version Chinesa e Watashi XX Shinasai



            Nessa postagem, falarei sobre alguns live-actions recém-lançados de temas que já passaram por aqui no blog. Em fevereiro, falamos de dois: “Marmalede boy” e “Hirunaka no Ryuusei” (clique aqui). Passa lá para dar uma conferida, porque está muito bom. Como havia dito na primeira postagem nesse estilo, farei muito disso, porque há vários mangás, animes ou doramas, cujos temas já passaram por aqui, que estão sendo lançados ou terminados. Então, farei postagens coletivas para falar o que achei. Fique atento.


            O primeiro que falarei é a versão mais nova, lançada ainda esse ano, de “Itazura na kiss” (clique aqui), que foi feita na versão chinesa com o nome “Fall in love at first kiss”. Eu queria falar do filme japonês, que havia saído, mas não encontrei. Então, vi que havia lançado mais uma versão. Pelo amor de Deus, parem de fazer novas versões dessa história e invistam em outras! Já estamos satisfeitos. Sempre penso isso quando vejo mais um dorama ou filme nesse tema, porém, sempre curto, porque eu gosto muito dessa história.  Essa versão chinesa me surpreendeu, porque foi muito bem produzida. Eles tentaram fazer o máximo para colocar os pontos mais precisos da história. Uma pena que tão pouco tempo não lhes deu a oportunidade de nos cativar com suas boas obras, porque realmente acho que tinha tudo para ser uma versão explosiva. Apenas achei muito resumido, pois nem deu tempo para se emocionar e se aprofundar. Mesmo assim, foi incrível como eles usaram essa história. Teve uma mudança radical no final, mas foi tão fofa, e dá todo um diferencial que não te fara pensar “por que estou assistido uma história que já conheço mais uma vez?”. Acreditem, vocês lidarão com situações bem diferentes e interessantes.


            Como se trata de uma cultura diferente, os nomes mudam, como a Kotoko, que se chama Yuan Xiangqin. Porém, é o mesmo nome usado na versão taiwanesa. Assim como Naoki, que se chama Jiang Zhishu, o mesmo nome da versão taiwanesa. Achei os atores muito diferentes dos que são usados, até agora. Achei a Xiangqin muito bonita e tem um ar diferente das demais. O Zhishu tem um aspecto bem mais maduro dos demais e age rudemente de forma diferente também, o que achei bem atraente. Uma das coisas que mais amei sobre essa versão chinesa foi a Kotoko decidida. Foi a primeira vez que a vi decidi deixar Naoki e realmente o fez, embora ela ficasse o perseguindo à distância, nas redes sociais. Achei uma pena ser só um filme. Seria incrível se fosse um dorama, para eles trabalharem com mais detalhes. Pensando bem, como se trata de uma versão, eu poderia ter feito uma postagem somente para ele


            Segundamente, falarei sobre o live-action de “Watashi XX Shinasai” (clique aqui), cujo o mangá passou aqui há algum tempo. Leia, porque está sensacional e pode ser primordial para você entender melhor a história. O live-action foi lançado em 2018 e tem uma produção muito bem-feita. Não gostei muito dos atores, mas até que, com o tempo, eles começam a se encaixar perfeitamente nos personagens. Pelo menos os principais.  Acho que a atriz caiu muito bem com a heroína, só fiquei um pouco desapontada com os atores, pois não consegui sentir os personagens, de fato, neles. Por ser pouco tempo, não deu para trabalhar com mais profundidade a história, então, como eu conheço o mangá, achei meio fraco. Mesmo assim, foi muito bom, deu para sentir uma lasquinha da história do papel na vida real. Ainda assim, prefiro o mangá.
            Como deve ter notado, gostei mais da versão chinesa de “Itazura na kiss” do que “Watashi XX Shinasai”, mas eu indico ambas, porque não são ruins. É divertido, na verdade. Provavelmente, você aproveitará mais “Watashi XX Shinasai” se ver o live-action primeiro e o mangá depois. Nessa sequência, vai ser melhor. 

0 comentário

Fireworks – Luzes no céu


   

         Encontrei esse filme na Netflix e resolvi assistir por pura curiosidade. Ele foi lançado em 2017, tem uma produção boa e uma dublagem diferente da maioria dos animes. É como se fosse uma interpretação real, não de uma animação. São raros os animes com esse estilo de dublagem, mas já vi um ou outro. A história é interessante, mas achei meio confusa e, às vezes, meio sem nexo também, ou seja, eu não fui conquistada pela história. Acho que o fato dele não ter me prendido não me fez prestar atenção em detalhes e, assim, não fui capaz de entender muito bem o final.
            A história envolve um adolescente de vida comum que passa seu tempo se divertindo com seus melhores amigos. Em um dia de verão, antes de entrar de férias, fica absorvido pela beleza de sua colega de classe, que estava logo cedo na praia. Naquele dia, de alguma forma, acabou pela primeira vez trocando algumas palavras com ela e se envolvendo em uma competição de natação com seu amigo, em que ela estava envolvida. Porém, por ter se entretido com a garota que o encarou debaixo da água, acaba perdendo. Depois de combinar com seus amigos que veriam os fogos de artificio juntos, ele é suprimido pelo seu amigo, que acaba o mandando ir ao hospital do seu pai para tratar seu machucado, feito mais cedo. Ao chegar, fica surpreso por vê-la esperando o seu amigo. Depois de um tempo, ele diz que ele não virá, pois já tinha ido ver os fogos com outras pessoas. A garota sai aborrecida e ele a segue. Ao perguntar o motivo dela estar com uma mala, a garota diz que vai fugir e briga com ele por não ter ganhado o primeiro lugar, pois ela esperava que ele ganhasse e que tudo fosse diferente. Ela vai embora e, em seguida, vem correndo com sua mãe atrás, que a pega e arrasta à força para casa. Ela olha fixamente em seus olhos, pedindo por ajuda. O que ele poderia fazer? Se ele realmente tivesse ganhado, tudo poderia ser diferente? Quando ele pega a bolinha de vidro que ela deixa cair no chão, algo sinistro acontece. Ele volta para o momento em que abriu os olhos naquele dia. Poderia ter voltado no tempo? Ele conseguirá mudar o destino de sua colega?


            Norimichi Shimada é um adolescente vívido que é tímido com as pessoas com quem não têm muito contato, como garotas. Ele vive com seu pai e irmã mais velha, que é a pessoa que praticamente manda na casa. Sua vida é comum e pacata como qualquer uma outra. Mesmo vendo tantas vezes sua colega de sala, foi em um dia de verão que ele ficou, de fato, encantado por ela. A sua beleza que se destacou em frente ao mar em uma manhã radiante, seus olhos que se encontraram pela primeira vez...tudo aquilo ficou em sua mente. Quem diria que ele estaria envolvido com ela em uma situação extremamente louca e que sua vida nunca mais seria a mesma após tudo isso? Será que é apenas um sonho? Será que é possível voltar no tempo e salvar essa garota que penetrou em seu coração de forma tão absurda?


            Nazuna Oikawa é uma adolescente muito bonita, popular entre garotas e garotos.  Contudo, nunca faz amizade verdadeira com ninguém, ela só se envolve superficialmente. Agora, ela se encontra em frangalhos, pois não suporta a ideia de se mudar mais uma vez e que sua mãe esteja se casando pela terceira vez, mesmo que não faça muito tempo do desaparecimento de seu pai. Ela não é capaz de aceitar esse destino, mas também não sabe o que fazer. Porém, e se ela colocasse essa decisão nas mãos desse garoto, que chamou sua atenção? E se ele ganhar na competição de natação, o que ela fará? Fugir foi uma das opções mais sérias que ela poderia ter tomado. Nazuna jogou toda essa responsabilidade nas mãos do garoto que gostava. Ela queria fugir, queria viver outra vida. Até quando ela conseguirá fugir desse destino?


            Miura é o melhor amigo de Shimada. Ele é bonito, energético e inteligente. Vem de uma família de médicos. Quando percebe que seu amigo parece interessado na Nazuna, ele quebra as expectativas dele logo no começo, dizendo que gostava dela há um longo tempo e que iria se declarar. Após vencer a competição, é chamado por ela para ir ver os fogos.  No entanto, ele acaba amarelando e não espera por ela, fugindo para a casa do amigo. Eu fiquei confusa. Parecia que, no fundo, não gostava dela e tinha dito aquilo para provocar o amigo. Depois, ele afirma que gosta muito dela. Foi bem confuso. Qual é, de fato, o sentimento dele? Na primeira vez, ele deu um fora nela, deixando-a esperando por ele, enquanto já estava com seus amigos.
            Achei esse filme muito fraco, para ser sincera. Não foi algo que me trouxe empolgação ou me sugou. Eu não indicaria, por não ser algo que gostei de fato, porém, não é ruim. Fica ao seu critério e se terá curiosidade ou não.



Gênero:   Aventura, fantasia, romance
Autor: Hitoshi Ohne
Filme:  1
0 comentário

Heart no Ousama



          Esse é um mangá de um volume só, que tem uma história principal de dois capítulos e mais três oneshots distintos. A sua ilustração é bonita e as histórias são bem intrigantes, ao ponto de nos fazer querer um pouco mais. Se está buscando romances interessantes, com toda a certeza você deve gostar desse aqui.


            A história principal envolve a jovem Yui, uma professora de cursinho generosa que está sempre ajudando as pessoas que necessitam. Um dia, ela acaba encontrando seu vizinho, Sakimoto, desmaiado na rua e acaba o ajudando, no entanto, ele mostra total falta de gratidão por sua boa vontade, sendo totalmente grosseiro. Ao cruzar diversas vezes com ele em várias situações em que ele questionava os seus atos de generosidade, ela estava cada vez mais atraída por esse cara malvado. E agora? Que tipo de romance surgirá entre esses dois?


            O primeiro oneshot envolve Fujiwara, uma mulher trabalhadora que nunca foi capaz de abrir totalmente seu coração em qualquer relacionamento, por medo de se machucar. Então, antes que aconteça, ela já coloca seu coração em uma armadura de ferro. No entanto, seu colega de trabalho, Kurata, tem a balançado um pouco com sues avanços.  Será que, dessa vez, ela será capaz de aceita-lo e abrirá seu coração?


            O segundo oneshot envolve Kayo, uma designer que, no momento, está procurando emprego. Por isso, seu foco é apenas a sua vida profissional e se envolver em um relacionamento está bem longe do seu ideal. Contudo, um jovem universitário, Takahiro, que trabalha em seu café favorito, está dando em cima dela insistentemente. Mesmo ele sendo um bom rapaz, ele é muito novo e ela ainda não está disposta a abrir seu coração. E agora? Ela conseguirá resistir às investidas do jovem universitário e apenas se dedicar a sua vida profissional?


            O terceiro oneshot envolve a jovem Rio, uma designer de uma grande empresa que acabou conhecendo Yuusuke, que é o seu atual namorado, em uma orientação de novatos.  Ambos acabaram se atraindo devido às suas diferenças de altura, que era demais. Ele é muito alto, enquanto ela é muito baixa. Apesar de, no começo, haver uma implicância, de alguma forma eles se tornaram um casal. Porém, agora que uma nova história começa, o desenvolvimento desse relacionamento é cheio de altos e baixos.
            É um mangá muito pratico de ler, com histórias bem leves. Acredito que, se você gosta de romance, vai gostar muito de lê-lo.


Gênero:      Romance, Drama , Shoujo
Autor:    Yoshino Aki
Mangá:    Oneshot

Onde ler:    Toshi wa Yume (clique aqui)
0 comentário

Koi no Tsuki - Love and Fortune ( J-Drama)


       


     Quando eu decidi assistir a esse dorama, nem havia imaginado que eu ficaria em choque logo de cara. Doramas japoneses costumam ser bem puritanos, mesmo que o tema seja um pouco intenso. Então, por essa razão, não havia qualquer expectativa da minha parte sobre esse ser diferente. Contudo, logo no começo, fiquei chocada e totalmente sem ação. Só digo uma coisa: esse, com certeza, não é o tipo que você vai assistir na sala com a família, pois seria bem embaraçoso. Comecei assistindo-o na sala e, logo no primeiro minuto, fui para o quarto ver em meu iPad. Esse dorama foi lançado em 2018 e se encontra disponível na Netflix. A classificação de idade lá está para maiores de 16 anos, porém, eu diria que é para maiores de 18 anos. Por incrível que pareça, a qualidade de produção está muito boa. Tem muitos atores que eu nunca tinha visto. Quem curte romance entre mulheres maduras e rapazes mais novos pode gostar dele. Porém, também envolve traição. Não sei quanto a vocês, mas não suporto esse tipo de assunto. Pensei várias vezes em desistir de ver, mas a curiosidade de saber o que ia dar não me deixou parar. E aqui estamos nós.
            A história envolve uma mulher madura de 31 anos que leva uma vida pacata, dividida com seu namorado, com quem tem morado por 3 anos. Ela sente como se não tivesse sorte com nada nessa vida, e isso já vem acontecendo há um bom tempo. Um dia, em seu trabalho de meio período em um cinema, enquanto lamentava sua vida entediante, acaba avistado um rapaz que chama sua atenção entrando no cinema. Ele era exatamente o tipo de homem que ela gostava. Enquanto o seguia à espreita, percebeu que além dele ter um físico que é totalmente o seu tipo, também gostava das mesmas coisas que ela, ao ponto de usar até o tênis igualzinho ao dela. Naquele mesmo dia, depois de ter tido a ação mais estranha do mundo, que foi cheirar uma pessoa estranha que estava adormecida, acaba encontrando uma carteira de estudante. Percebe que é do rapaz que viu mais cedo e fica chocada ao ver que ele só tem 15 anos. Mesmo sabendo que o jovem era tão novinho, ela não conseguia esquecê-lo. E agora? Será que essa mulher, que se sente o ser humano mais sem sorte no mundo, se envolverá em uma grande cilada?


            Wako Taira é uma mulher de 31 anos nem um pouco decidida. Apesar de não ser casada, ela faz todas as coisas, como uma verdadeira dona de casa. Depois de três anos, seu relacionamento já entrou numa rotina totalmente entediante, e o único a ganhar algo é o seu parceiro. Apesar de se sentir dessa forma, não tem coragem de terminar esse relacionamento, por acreditar que já passou da hora de casar e que corre o risco de nunca conseguir um parceiro novo com essas intenções. Porém, quando conhece o adolescente, Yumeaki, tudo sai do trilho. No começo, ela apenas queria acreditar que era uma curiosidade sobre alguém que lhe chamou a atenção e tinha gostos tão parecidos com o dela. Assim, não considerava traição o fato de que, no fundo, estava desejando tanto outro homem, que por sinal era 16 anos mais novo que ela. Não podemos deixar de lado que isso tudo não deixa de ser crime. Porém, Wako que não suportava mais essa vida parada, se entregou aos seus desejos carnais e acabou fazendo algo que, com certeza, se arrependeria no dia seguinte, ou não. Afinal, não importava se isso se aprofundaria, ela não conseguia imaginar sua vida sem seu namorado, Fuuta, que mesmo lhe dando um relacionamento pacato era uma boa pessoa. Qual dos dois caminhos ela seguirá: o fácil ou um cheio de espinhos?


            Fuuta Aoi é o namorado de Wako. É um homem trabalhador. Assim como muitos namoridos, pode ser um tanto encostado, não ajudando nos serviços de casa e cobrando sempre da parceira melhoria em algo, enquanto ele mesmo não melhora em nada. É sempre “venha a nós” quando se trata de sexo, não pensando nem um pouco na satisfação da sua amada. Porém, ele não é um cara ruim e a ama muito, de fato. Além de ser um homem fiel, que nunca seria capaz de fazer o mesmo que ela por apenas luxuria, ele presava o relacionamento que tinha com sua amada Wako. O problema é que ele é acomodado, o que não significa que não era um bom parceiro.  Eu sei que quando não dá, não dá. Não adianta forçar. Isso não muda o fato de que as ações de Wako foram realmente terríveis com alguém que provavelmente a amaria e a respeitaria pelo resto da sua vida. Eu senti muita pena do Fuuta, justamente por ele ser um homem muito bom, que sempre a respeitou, enquanto ela pisou tantas vezes em seu relacionamento.


            Yumeaki Iko é um adolescente de 15 anos que, por sempre mudar de escola por causa do trabalho de seus pais, não consegue manter amizade alguma. Sendo assim, é uma criança totalmente solitária, que só se vê envolvido pela sua maior paixão, o cinema. Seu sonho é ser um cineasta. Quando Wako se aproximou dele com o pretexto de devolver sua carteira e depois o convidou para ir ao cinema em outro lugar, por não ter amigos, não hesitou em aceitar. Era divertido estar na companhia de alguém que gostava tanto da mesma coisa que ele e o apoiava em seus sonhos. Porém, ainda que seja uma criança na idade, ainda é um homem. Ele estava diante de uma mulher madura, que acabou o seduzindo, tirando toda a sua inocência e lhe causando desejos que não era capaz de suprir. O que Yumeaki quer mesmo é apenas sexo? Ou ele realmente gostava de Wako?
            Esse dorama é bem polêmico. Essa diferença de idade é enorme e não posso deixar de dizer que é um ato de pedofilia, mesmo que seja algo que o jovem tenha aceitado. Na verdade, se tornou algo normal, desde muitos tempos atrás, que os adolescentes virgens sejam ensinados pelas mulheres mais velhas. Porém, isso tudo também envolve traição, e os dois assuntos são bem pesados. Então, assistam apenas de tiverem maturidade para ver tudo isso. O final foi totalmente diferente do que eu imaginava. Na verdade, o final foi bem incrível. Principalmente para Wako, que mudou totalmente sua vida e seguiu sua vontade, fugindo dos padrões impostos pela sociedade às mulheres maduras.


Gênero:   Romance,  Drama
Dorama:   12 episódios 
0 comentário

Photoshoot: Himiko – Btooom!!




        Esse foi um dos primeiros projetos postos em prática logo no começo do ano. Quem me acompanha no Instagram muito provavelmente está por dentro de todo o processo realizado, neste ano, dos projetos de cosplay. O photoshoots de hoje é da personagem Himiko, do anime “Btooom!” (clique aqui), que já passou por aqui. Então, passa lá para conferir a postagem, que está demais.
            Confesso que minha decisão de fazer a Himiko foi porque eu já planejava fazer uma roupa muito parecida com a dela. Eu já tinha a peruca e lente perfeitas para usar. Sem falar que acho nossas feições bem parecidas. Como eu gostei muito do anime e de seus personagens, decidi fazer porque seria muito divertido. Realmente foi. Fazer as bombas, maletas e procurar uma pochete que seria bacana foi algo que mudou muito a minha rotina. Me senti uma verdadeira cosmaker, mesmo que ainda me falte longo caminho para isso.
            O ensaio foi feito pela fotógrafa Ysa Plegge (@unicorniocolorida), minha amiga que me ajudou muito. Apesar de sua falta de experiência, ela foi simplesmente fantástica. Trabalhou muito bem os ângulos e seguiu de forma perfeita tudo aquilo que queria. Não tem nada melhor do que as fotos saírem exatamente da forma que você havia desejado que fosse. Todo fotógrafo tem seu próprio jeito de trabalhar, mas acredito que uma das coisas essenciais é ele atingir a expectativa daquilo que o modelo espera. A Ysa foi fantástica. Amei muito seu trabalho. Foi até difícil escolher poucas imagens.
            Quem vê as imagens não imagina cada sufoco que passamos para fazê-las. O calor fora de série, as poses que exigiam flexibilidade e que eram demais para o meu corpo sedentário, rolar no chão sujo e, muitas vezes, pelando de tão quente. Acredite: me queimei e meu corpo com certeza ficou cheio de dores. Mesmo assim, tudo que me sobrou no fim do dia foi satisfação. Não existe nada melhor do que dar o seu máximo por aquilo que gosta e ama. Dar um check in na minha lista de cosplay me enche de satisfação. A Ysa também, tadinha, não ficou longe de passar pelo mesmo que eu, já que se dedicou ao máximo, sem medo e sem restrições. Foi fantástica. Vamos às fotografias.

















            Espero que tenham gostado. Nos dedicamos ao máximo para sair o mais próximo possível da personagem e das situações que ela passa. Eu amei demais cada fotografia. Queria ter mais técnica de edição e tempo para pôr uns efeitos bacanas, mas ainda está difícil para mim. Quero agradecer muito a Ysa, que me ajudou muito, muito... por sua dedicação e devoção totais aos meus projetos, que ela tratou como se fossem dela. Sou muito grata mesmo. É isso. Até a próxima!

0 comentário