Moon lovers: Scarlet heart Ryeo (K-Drama)



      Sempre fui apaixonada por doramas de épocas e quando vi várias pessoas falando tão bem desse, fiquei com muita vontade de assisti-lo, porém, por causa de uns imprevistos, só pude vê-lo recentemente. Esse dorama é fantástico em todos detalhes, no entanto, muito sofredor. Então, te aconselho a preparar o coração para assisti-lo. O que mais me atraiu, eu confesso, foi o harém reverso. Já disse mil vezes, mas eu sou louca por esse tipo de história. Pensa em um dorama com o elenco mais formidável? Só homens LINDÍSSIMOS. Fiquei muito surpresa com a atuação da IU, pois até então, eu só tinha visto fazer doramas que tinham comédia, porém, nesse ela atuou de forma tão séria, que a fez ficar mais linda do que já é.
            "Scarlet heart Ryeo" é baseado em um dorama chinês chamado de “Bu Bu Jing Xin”. Não cheguei a assistir a versão original dos chineses, porém, esse dorama tem uma qualidade surpreendente. Tanto o elenco quanto cada detalhe da história, que tentam encaixar com as histórias antigas da Coreia, são incríveis. Gosto de como tudo corre: o amadurecimento dos personagens, os detalhes de cada escolha de cada um e as atitudes inesperadas da heroína. O final, embora sofredor, foi bem satisfatório para mim. Saiu há pouco tempo um rumor que iria sair um filme da continuação, veremos se esse milagre irá acontecer.
            A história envolve uma mulher de 25 anos do século XXI, que após se afogar durante um eclipse solar, sua alma foi transportada para dinastia Goryeo. Quando acorda, fica assustada ao perceber que está em um lugar estranho, mas fica mais chocada quando percebe que não está em seu próprio corpo, mas sim no de uma garota de 16 anos. Talvez isso seja uma chance de mudar de vida, já que antes estava passando por dias muito difíceis. Então, ela resolve tentar viver naquele lugar e acaba conhecendo os príncipes reais da família governante. A garota acaba se apaixonando pelo oitavo príncipe, que era esposo de sua prima de saúde fraca, de quem cuidava.
            Porém, em consideração a essa pessoa que estimava como se fosse uma mãe, guardou seus sentimentos, embora fossem muito óbvios. Entretanto, essa menina que era tão ousada, com seu jeito diferente, acabou conquistando outros príncipes, inclusive o próprio oitavo, mas, em especial, o temível quarto príncipe, um homem sombrio que usava máscara e vivia dizendo que ia mata-la. E agora? Ela conseguirá ter uma vida melhor nessa era? Como vai ser quando a luta pelo trono entre esses irmãos começar? Como ela irá lidar com isso, uma vez que se apegou a todos eles?


            Hae Soo é o nome da garota de 16 anos que a alma da jovem Go ha Jin passou a habitar. A sua vida no mundo moderno era normal: amava mexer com produtos de beleza e tinha um namorado, que amava o suficiente para sonhar em viver ao lado dele, porém, foi traída por ele e sua melhor amiga, e de presente ainda deixam várias dívidas no nome dela. Agora, como Hae Soo, embora esteja com medo de viver em uma era em que as pessoas morrem de forma tão fácil, talvez, uma vez que ela é de uma boa família, não sofra tanto. Todos a sua volta perceberam que a Hae Soo havia mudado. A garota quieta e séria estava ousada, sorridente e contagiava a todos com seu jeito otimista.  Ela cuidava de sua tia, a quem se apegou muito facilmente, porém, ao se apaixonar pelo esposo da prima, as coisas ficaram difíceis.


            Depois da morte de sua prima, a família da garota obrigou-a a casar com um velho que, até então, não fazia ideia que era o rei, o pai dos príncipes. Porém, ela se cortou e como existe uma lei em que o rei não pode se casar com uma mulher que tenha cicatrizes, ela se safou dessa. Como castigo, ela virou uma serva. Depois, foi acusada por envenenar um dos príncipes, torturada e até mesmo quase levou pena de morte. Depois disso, virou uma ralé lavadeira. Essa garota, que achou que ia mudar de vida, comeu o pão que o diabo amassou e muitas coisas foram acontecendo com ela. No entanto, Hae Soo não pensava em fugir mais. Se ela pudesse mudar o destino inevitável na vida desses príncipes, ela estava disposta. No decorrer da história, seu coração muda e ela passa a gostar do quarto príncipe.


            Wang So, quarto príncipe, é o mais temível de todos e carrega o apelido de “cão-lobo”. Quando criança, sua mãe o machucou enquanto ameaçava o rei, para ele não se casar novamente. Nisso, fez uma horrível cicatriz seu rosto, do lado direito. Por esse motivo, ele usa uma máscara. Além dessa tragédia, ele foi dado como filho adotivo para governantes de outra região, onde sofreu muito. Quando voltou para o seu antigo lar, por causa de um ritual em que todos os filhos tinham que estar presentes, ele se recusou voltar para a região. O seu maior desejo era ter amor e atenção de sua mãe, que por algum motivo o odiava. Aquilo tudo só o fez ter atitudes mais amargas. Todos têm muito medo dele.


            Quando conheceu Hae Soo, ela foi a única pessoa que não teve medo dele, mesmo depois dela ter o ameaçado tanto. De alguma forma, essa garota estava sempre o apoiando e ajudando, então ele se apaixonou. Estava sempre dizendo que ela era dele. No entanto, Hae Soo, que já tinha outro em seu coração, continuava dizendo que não o via dessa forma. Porém, de alguma forma, ela dizia que não conseguia deixá-lo sozinho.  No decorrer da trama, a jovem passa a ter medo dele, por lembrar uma coisa que estudou na história no século XXI. Contudo, no momento mais difícil da sua vida, o Príncipe Wang So foi o único apoiá-la tão diretamente. Eu torci dolorosamente para que eles ficassem juntos.


            Wang Wook, oitavo príncipe, é um homem bom, íntegro, gentil e casado com uma mulher que é fraca, prima de Hae Soo. No começo, quando vi que ele estava começando a gostar da garota, fiquei muito irritada. Embora, nessa época pudesse ter mais de uma esposa, não acho certo que seja uma parente, a qual é como uma filha para a esposa dele. Depois que sua esposa faleceu, ele se afastou de Hae Soo, o que não durou muito. Isso ainda me irritava, porém, confesso: era adorável os dois juntos. Aí tudo mudou. Quando a luta pelo trono começou, Wook mudou. Aquele homem gentil não existia mais. Seu amor se tornou em algo possessivo e ele, que sempre falou que estaria ao lado da jovem, foi o primeiro a virar as costas para ela no momento mais tenso. Tudo por não querer manchar sua reputação por causa do trono. Sinceramente, ele se tornou muito desprezível


            Wang Yo, terceiro príncipe, é um homem ambicioso, hostil e traiçoeiro. Irmão de pai e mãe do quarto príncipe. Ele é o queridinho da mãe dele. Desde o começo, ele estava ansiando o trono e, junto de sua mãe, estava sempre armando para derrubar o sucessor do trono. Ele é apaixonando pela  princesa Yeon Hwa e queria muito casar com ela, porém, foi rejeitado. Esse foi um dos príncipes que mais aprontou. Foi ele o pivô de todo o caos entre os irmãos. Até mesmo seu próprio pai, Wang Yo, tentou matar. Depois, conseguiu o trono, mas não durou muito, porque suas ações não fizeram bem à sua consciência e isso veio atormentá-lo. Logo, o poder que já havia subido à sua mente foi sua própria ruína.


            Baek Ah, décimo terceiro príncipe, é um rapaz muito simpático e amigável. Ele ama desenhar e tocar instrumentos. No começo, era apaixonado por sua cunhada, esposa do príncipe oitavo. Depois do falecimento dela, ficou muito amigo de Hae Soo, que o instigou o desejo de ser livre. Baek Ah é o único que se da bem com o quarto príncipe e gosta muito dele. É o único que está sempre ao lado dele, o apoiando. Um dia, ele acaba conhecendo uma jovem chamada Woo Hee, por quem se apaixona, mas ela é filha de  um inimigo de seu pai. E agora? Como eles irão lidar com isso?


            Wang Eun, décimo príncipe, é o mais jovem e imaturo dos irmãos. Alegre e brincalhão, acaba se apaixonando por Hae Soo após apanhar dela. De forma muito pura, ele a cortejava. Achei muito fofas as investidas dele. Ela se tornou muito importante para sua vida, porém, sua ilusão de um dia tê-la acabou quando foi obrigado por seu pai a se casar com a jovem Park Soon Duk, a filha de um general. A garota, que gostava dele há muito tempo, pediu isso ao seu pai. Por ela não ser delicada, e ser até mesmo mais forte que Wang Eun por ter aprendido a manejar espadas e lutar arte marcial, ele não conseguia gostar dela. No fim,  Soon Duk conseguiu alcançar o coração dele



            Wang Jung, décimo quarto príncipe, ama arte marcial, é alegre, mimado e tem bom coração. Ele é irmão do terceiro e do quarto príncipe, de pai e mãe. Ainda bem que ele não foi contaminado por sua mãe, porém, embora soubesse quem ela era, não rejeitou-a e a amou, mesmo sabendo como poderia ser uma pessoa terrível. Wang Jung começou a gostar de Hae Soo quando ela salvou a vida dele. Aquela garota fraca enfrentou homens armados só para salvá-lo, mesmo não tendo habilidade alguma, e ainda estava sempre preocupada com ele. Isso realmente marcou seu coração. No começo, não demostrava estar apaixonado. Eu acreditava que só a tinha como uma pessoa querida, porém, mais tarde, ele a pede em casamento. Apesar de tudo que ele passou no decorrer da história, permaneceu sendo uma boa pessoa e ganhou meu coração.


            Wang Moo, primeiro príncipe, é um homem bondoso e o escolhido para herdar o trono pelo próprio rei. Porém, por ser um homem que não causa impacto, muitas pessoas ficavam tentando tirar esse direito dele. Tentaram o envenenar várias vezes e o matar diretamente, porém, ele venceu isso. Wang Moo tem um problema de saúde, o que não pode ser revelado de jeito algum, porque pode perder seu direito. Hae Soo acaba descobrindo sobre sua doença e tenta ajudar, já que conhecia essa doença que era muito prática de cuidar. Por causa disso, passou a ser uma pessoa de confiança do príncipe. Quando ele virou rei, deu um bom cargo para a jovem, que cuidava dele de perto. Gosto dele. É um bom homem.


            Hwangbo Yeon Hwa é a irmã mais nova do oitavo príncipe. Uma princesa ambiciosa, que era apaixonada pelo quarto príncipe e por isso infernizou a vida da Hae Soo, quem não suportava. Ela declarou que se tornaria um deus intocável, envenenou a alma de muitas pessoas e ainda deu um empurrão para o seu irmão ir atrás do trono. Eu diria que é uma mulher bem perigosa. Quando o terceiro príncipe virou rei, ela tentou casar com ele, mas ele guardou ressentimento por ser rejeitado da outra vez e ignorou. Mais tarde, fez tudo para se casar com o quarto príncipe.


            King Wanggun é um rei firme. Depois de ver os sucessores deles caindo um a um, por causa do poder que havia subido às suas cabeças, vejo que esse foi um dos reis que tinha pé no chão e a cabeça no lugar. Ele aparentava ter tudo certinho, parecia saudável e lidava com os problemas direitinho. Ele escolheu o primeiro príncipe e já tinha alguém como segunda opção, caso algo acontecesse. Um homem com tantos filhos, duas mulheres rainhas e várias concubinas, que, apesar de tudo, ainda era solitário e odiado. Foi assim que vi esse rei.


            Quen Yoo é a primeira imperatriz, mãe do terceiro, quarto e décimo quarto príncipes. Uma mulher cheia de ambição, que amou seu rei, mas nunca foi amada por ele.


            Quen Hwangbo, a segunda imperatriz, mãe do oitavo príncipe e da princesa.  Parecia ser uma senhora boa, que só queria viver bem, mas depois fiquei confusa com as atitudes dela. Acho que tudo que queria era ter uma vida calma, porém, essa luta acabou fazendo-a se envolver.

             Esse dorama me fez ver como a ambição por poder pode mudar as pessoas e como, uma vez que você tem em suas mãos, você acaba sendo corrompido por ele.  Eu sofri horrores com aquele final. Essa história é algo que vale muito a pena assistir. Se apaixonar pelos personagens, rir, se decepcionar e ficar triste com eles é inevitável, mas vale a pena, isso garanto. Então, indicadíssimo!!

Gênero:     Romance, Histórico, Fantasia
Dorama:  20 Episódios




0 comentário

Black Bird

       
        Na minha prateleira, onde residem todos os mangás de romance, tem essa obra maravilhosa, que se chama "Black Bird", cheia de charme, com personagens cativantes e sexy. Como não poderia ser melhor, ainda envolve um romance entre um youkai e um humano. Sim, é cheio de todos os tipos de excitações que vocês podem imaginar. Além de ser um romance profundo, do jeito que amo, volta e meia tem uma pitadinha de comédia, para descontrair dos momentos pesados. Não se trata de um amor em que tudo é um mar de rosas, pois se amar um humano já é difícil, imagina amar um youkai. Esse mangá foi lançado em 2007 no Japão e trazido para o Brasil pela Editora Panini em 2010. Quando encontrei esse mangá na banca, ele já estava em seus últimos volumes, então, depois de ler esse que eu havia comprado, tive que ir à procura dos demais volumes. Recentemente, encontrei o último que faltava.

            A história envolve uma  garota que tem a habilidade de ver seres sobrenaturais. Por causa disso, quando criança, passou a ser solitária, por ser evitada por causa dos seus comportamentos estranhos. No entanto, ela acabou conhecendo seu vizinho, que foi seu primeiro amor e tinha as mesmas habilidades, mas ele teve que ir embora, deixando apenas a promessa de um dia ir buscá-la. Embora, hoje, quase para completar 16 anos, ela não lembre mais do seu rosto e nem do seu nome, guarda com muito carinho e esperança aquela promessa. A fim de ter uma vida normal, ela aprendeu a ignorar os youkais, porém, no seu aniversário de 16 anos, estranhamente a quantidade deles começou aumentar e  estavam sendo cada vez mais agressivos e mais assustadores.               


            Entretanto, o seu amigo de infância e primeiro amor voltou, a fim de cumprir a promessa daquele dia. Contudo, aquilo que era para ser um reencontro emocionante virou um pesadelo. Quando quase foi devorada por um youkai, ela descobre a verdade sobre sua existência e sobre o seu amado. Ao completar 16 anos, desperta uma nova habilidade: ela é um humana especial, chamada de Senka Maiden (fruto sagrado), que nasce a cada 100 anos, com o poder de potencializar o poder de qualquer youkai.  Um youkai que bebe seu sangue tem a vida prolongada. Quando comem sua carne, tornam-se imortais e quem torná-la sua esposa, trará prosperidade a todo o seu clã. Yokais de todo o Japão estão vindo atrás dela, cada um com objetivos diferentes, mas seu amigo de infância  está disposto a protegê-la. Contudo, ao invés de ficar feliz com isso e aliviada, ela fica totalmente horrorizada por descobrir que ele também é um youkai e quer fazê-la sua esposa. Agora, totalmente confusa, sem poder confiar e amedrontada, que rumo sua vida conturbada irá tomar?


            Misao Harada  é um garota que, apesar do seu destino incerto e sua habilidade que seria um pesadelo para qualquer pessoa, ainda consegue ser alegre, meiga e amigável. É uma garota forte, apesar de tudo, porque se não fosse, depois de ver tantas coisas, não estaria viva para continuar a história. A autora sabe o quanto ela precisa ser forte para suportar o que está por vir. Como toda adolescente, sonha em um dia ter um amor para si. Embora, às vezes, pense em seguir em frente, a promessa daquele dia ainda traz esperança. Quando seu primeiro amor voltou, embora estivesse fascinada por sua beleza, ficou desapontada por ele ser pervertido. Depois de descobrir que ele era um youkai, passou a evitá-lo.
             

            Ela tinha medo e também dizia não ter intenção de casar com um youkai. Ainda mais se ele só a quer por benefício, não por amor. A coitada foi enganada diversas vezes por outros youkais, machucada e ferida. Se ele não estivesse ali, com certeza ela já teria virado aperitivo, porém, ele estava sempre a salvando, a curando e não perdendo a esperança de uma hora ser aceito por ela. Aos poucos, Misao não conseguiu evitar gostar dele. Mesmo não lembrando de tudo sobre aquele passado, o que era certo é que o seu coração conhecia os sentimentos, ele não tinha se esquecido. E  agora? Ela vai se render aos braços desse homem que nem humano é? Apesar de que não é como se ela tivesse muita escolha.


            Kyo Usui é um poderoso tengu que, embora fosse o mais novo, lutou para conseguir ser líder do clã. É um homem muito lindo, arrogante, não mede a situação na hora de falar, tem um humor malicioso e pervertido. Porém, também é  muito bondoso com seus subordinados.  Quando criança, ao conhecer Misao, que era a noiva prometida do seu irmão mais velho, a tratava com indiferença, mas aquela criança, que a cada dia grudava nele como chiclete, acabou conquistando-o. Depois de ver seu irmão sendo violento com ela, não conseguiu se conter, então resolveu lutar para ser o líder do clã, porque só assim a ele seria permitido casar com ela.
           

            Sim, esse homem não resolveu fazê-la sua esposa por querer usá-la como os demais youkais, mas sim por realmente amá-la. Ele até mesmo disse: “Eu sempre desejei somente a Misao. Tudo que eu faço é por ela. Esse é o caminho que eu decidi seguir”. Esse ayakashi herege, totalmente apaixonado, fez de tudo para consegui-la para si. Estava disposto a até mesmo matar seu próprio irmão ou qualquer um que pudesse os separar ou por a vida dela em risco. Muitas coisa aconteceram. Ele estava sempre com seu humor malicioso e pervertido, nos fazendo rir. Ele, que desejava mais que tudo tê-la em seus braços, se deparou com mais um obstáculo, em que era ele mesmo que poderia acabar tirando a vida dela. Para esse tengu, que essa garota frágil e meiga era tudo, estava disposto a se conter, tudo para protegê-la. Que tortura, hein, Kyo? Logo você, que não via a hora de poder tocá-la.


            Tarou é uma criança de 6 anos, um dos trigêmeos que faz parte do grupo dos oito tengus, um grupo de elite que serve diretamente o líder do clã. Apesar de ser novinho, é muito forte. Ele é responsável pelas tarefas domésticas, como limpar, lavar e cozinhar, por isso foi o primeiro a acompanhar o Kyo quando voltou para casa ao lado da Misao. Tarou admira muito o seu líder e deve muito a ele, pois foi Kyo que o ajudou quando estava traumatizado, após se ferir muito quando o antigo antecessor, o líder Shou, o machucou gravemente, junto de seus irmãos, em um suposto treino. Esse menino é tão amorzinho. O Kyo sempre o usa para atrair a Misao para a casa dele. Não tem como resistir a essa fofura.


            Jirou também tem 6 anos, é um dos trigêmeos. Embora não seja tão forte quanto o Tarou, é muito inteligente. Também faz parte do grupo dos 8 tengus, que serve ao líder. No passado, tinha muita inveja e ciúmes  por parecer que seu irmão era sempre o centro das atenções, especialmente do seu tão admirado líder. Depois de Kyo notar isso, acabou montando uma estratégia para que os irmãos se entendessem. Jirou ainda tem ciúmes, mas entende melhor a situação e tem admiração e respeito pelo seu irmão, que foi quem o protegeu naquele fatídico dia.


            Saburou também tem 6 anos, é um dos trigêmeos. Sua aparência é bem diferente dos seus irmãos: ele tem cabelo enrolado, é o mais forte de todos e comilão. Também, faz parte do grupo dos 8 tengus, que serve diretamente ao líder. Saburou é o mais tranquilo, está quase sempre na dele, disputando junto de seus irmãos a atenção do Kyo e da Misao.


            Ryo é chamado quase sempre de Sagami, um título dado para aquele que irá liderar o grupo dos oitos tengus. Ele é  muito bonito, tem um jeito um tanto frio e, às vezes, é sincero demais. Foi o tutor de Kyo quando ele era criança e agora é praticamente seu braço direito. Ryo é casado com a prima de Kyo, uma jovem de saúde frágil. Embora não demonstre constantemente, ele ama muito sua esposa. No entanto, para ele, o Kyo e a Senka são sua prioridade, sempre. Um dos motivos para que ele não quisesse se casar era por causa devoção ao seu mestre. Contudo, acabou se apaixonando pela prima e só resolveu se casar depois dela ter ciência de que, para ele, sempre, em qualquer circunstância, seu mestre e a Senka têm prioridade. Mesmo sendo assim, da para ver quanto eles se amam.


            Goh, que é frequentemente chamado pelo seu título, Senki, faz parte do grupo dos oito tengus. Embora diga não suportar o Kyo, ele o serve com dedicação e eles agem como irmãos brigões. Senki é, aparentemente, sério, mas na verdade é alegre e gentil. Por ser órfão, cresceu no orfanato, onde tem muito carinho por cada órfão e os trata como irmãos. Esse homem tem um poder tão grande, que não é capaz de controlar. Por isso, através de um selamento, esse poder é controlado e o deixa viver normalmente.   


            Yuu, que é chamado pelo seu título, Houki, é irmão mais novo de Sagami e    também faz parte dos oitos tengus. Ele tem um jeito tranquilo, meigo e gentil, no entanto, depois é revelado que ele, na verdade, pode ser muito frio e não sabe distinguir o conceito de bem e mal. Houve um momento em que seu irmão acreditou que ele teria deixado esse lado aparecer, no entanto, o Kyo permaneceu acreditando na pessoa que praticamente cresceu ao seu lado, recebendo de sua bondade e gentileza, não faria nada de mau.


            Buzen é o mais velho do grupo dos oitos tengus. Ele admirava muito o pai do Kyo e era apaixonado pela mãe de seu mestre. Por isso, resolveu seguir qualquer um dos filhos que fosse o líder. É um cara muito mulherengo, então tem aquele jeito cavalheiresco e está sempre flertando. Buzen é um cara bem neutro, porém, acredito que ele passou a se apegar por Kyo e pela Senka.


            Shou Usui é o irmão mais velho de Kyo. Depois de perder para seu irmão, passou a fazer parte dos oitos tengus. Ele é um homem bonito e tem a mesma aparência do Kyo, porém, tem uma feição mais serena, calma e gentil. No entanto, debaixo da máscara, ele é, na verdade, agressivo e autoritário. Depois do seu clã descobrir sobre a sua verdadeira personalidade, passaram a temê-lo. Mesmo ele fazendo parte dos oitos tengus, a verdade é que Kyo não confia nele, o que é óbvio. Uma pessoa como ele poderia mesmo se contentar em ser derrubado do topo pelo seu irmão mais novo?


            Shou como era de esperar, tentou ter a Senka para ele. Foi ele quem apagou todas as lembranças que ela tinha do seu irmão, por isso, Misao não se lembra, no começo, do rosto nem do nome do Kyo. O motivo é que Shou não suportava que ele tivesse conquistado sua noiva. Diferentemente de seu irmão, esse homem só a queria por conveniência, pelo menos era isso que próprio acreditava. No entanto, fiquei bem confusa. Não acho que ele não ficou mexido com aquela garota. Talvez sua péssima personalidade oculte seus verdadeiros sentimentos. Depois que Misao acaba lembrando de todo o passado, ele começou a ter um lugar em seu coração. Shou deixou um buraco no coração de todo mundo.


            Muito outros personagens aparecem, como os inimigos e os outros youkais que a queriam para eles. Muitas mortes aconteceram, mas garanto que apesar de algumas partes sangrentas, esse ainda é um mangá shoujo.  Então, preparem o lencinho e venham conhecer essa história de amor que é quase impossível ter um final feliz. IDICADÍSSIMO!!!!

Gênero:   Romance, comedia, ação, mistério, Sobrenatural, Shoujo
Autor: Kanoko SakuraKoji
Mangá: 18Volumes


0 comentário

Akagami Shirayukihime

         

          Há uns 3 anos, eu encontrei o mangá e me apaixonei. Depois de algum tempo, lançaram o anime e eu fiquei muito surpresa e louca para assistir, porém a minha rotina na época não me permitiu. Esse ano, finalmente, consegui colocá-lo em dia e tenho que dizer que atingiu completamente minhas expectativas. Teve alguns cortes ou outros, mesmo assim, seguiram muito bem a história. Esse enredo, que contém um amor tão suave quanto o vento, me conquistou. Essa não é uma daquelas histórias que te matam de ansiedade, pois os personagens têm o pé no chão e o casal luta em igualdade para conquistarem o seu lugar. "Akagami Shirayuhime" não é só uma história de romance, é muito mais que isso. Sinceramente, eu prefiro que foque mais no romance, pois esses personagens são tão amorzinhos, que derretem o nosso coração.
            Esse enredo envolve uma jovem herbalista (estuda ou trabalha com ervas medicinais) independente, de aparência única, que tem lindos e raros cabelos vermelhos. Por causa do seu cabelo de cor incomum, acabou por chamar a atenção do príncipe do reino Tanbarun, onde vive, e agora ele a quer como sua concubina. Sendo praticamente obrigada a aceitar, ela, que sempre foi dona de si, resolveu deixar o reino de origem e fugir, cortando o seu cabelo e deixando-o para o príncipe. Ao chegar no reino vizinho, acaba conhecendo um rapaz que estava acompanhado de seus assessores, com o qual faz amizade depois de ajudá-lo a curar um machucado. No entanto, ele acaba sendo envenenado ao comer uma maça que estava destinada à jovem, mandada pelo príncipe de Tanbarun. Em troca de conseguir o antídoto, ela é obrigada a ir ao encontro dele.


            Quase sendo forçada a segui-lo, em troca de salvar o seu novo amigo, o rapaz envenenado revela sua verdadeira identidade: ele é o segundo príncipe do reino de Clarines. Depois, ameaça o covarde príncipe de Tanbarun, que desiste da jovem. Então, ela resolve seguir o seu mais novo amigo e seus assessores para Clarines. A moça nunca havia conhecido pessoas nobres como ele. Ficou realmente conquistada por ser uma pessoa de respeito e horando. Então, disposta a conhecer melhor esse novo reino e apoiar esse príncipe, que ganhou sua admiração e respeito, ela resolve estudar duro para  entrar para farmácia real. E agora, que tipo de história essa jovem ousada, que resolveu seguir o seu próprio caminho, irá escrever? Um novo reino, novos amigos e, quem sabe, ela esteja prestes a encontrar o amor.


            Shirayuki, nossa heroína do cabelo vermelho, é uma garota brilhante, forte, otimista, talentosa, determinada, gentil e compreensiva, um combo de boa personalidade. Tenho certeza que ela vai ganhar o mundo com seu próprio esforço.  Essa jovem, que teve que se cuidar sozinha depois do falecimento de seus avós, se tornou uma garota muito independente. Seu cabelo sempre foi atrativo para pessoas de má intenção, então, ela sempre tomou cuidado para o esconder. Shirayuki é uma garota muito corajosa. Não queria que ninguém decidisse por ela o seu destino e, por isso, resolveu fugir. O que eu aprendi muito com essa moça é que minha história eu mesma escrevo. Seguirei apenas o caminho que eu mesma decidir trilhar, seguirei quem eu quiser seguir e encararei qualquer um obstáculo para ser reconhecida por quem realmente sou.


(Atenção: spoiler!!!)
            Quando conheceu o príncipe Zen, de Clarines, foi a primeira vez que ela se sentiu curiosa sobre um nobre. Uma pessoa tão boa, disposta a ser amigo de alguém como ela, que não tem qualquer título nobre, e tratando-a de igual para igual. Ele a acolheu e a protegeu. Esse homem brilhante cativou totalmente a admiração e a lealdade de Shirayuki. Então, ela decidiu que esse era o caminho que queria trilhar. Ao ser capaz de ver que tipo de reino é esse, governado por esse príncipe, decidiu que também queria ser a força e o apoio dele. Depois de conseguir entrar para a farmácia do reino, pode ficar mais próxima de seu amigo Zen, acabou conhecendo muitas pessoas e teve que enfrentar muitas hostilidades. Em sua profissão, também passou por muitos momentos tensos, em que teve que lidar com epidemias e momentos em que teve que fazer difíceis escolhas. Pouco a pouco, ela foi se apaixonando pelo príncipe, o qual a correspondia.


            Zen Wistalia é o segundo príncipe do reino de Clarines. Ele se orgulha extremamente de seu título e ama verdadeiramente seu país. É um homem respeitável, amigável e confiável. Embora, às vezes, mostre ser hiperativo, nos momentos cruciais se torna uma pessoa muito séria. Mesmo ele amando a sensação de liberdade e gostar tanto de conhecer o mundo fora do castelo por si mesmo, Zen faz seu trabalho como segundo príncipe muito bem. Trata seus subordinados com respeito, lealdade e são como seus verdadeiros amigos. Depois de conhecer Shirayuki, ele passou a ser mais responsável e centrado do que antes, muito influenciado por sua determinação e ousadia. Ela se tornou uma amiga de extrema importância, a quem confiava e se sentia confortável.


            É claro que desde o começo Zen estava completamente atraído por Shirayuki,  porém, ele não esquecia sua posição de príncipe, o que quer dizer que ele não poderia fazer movimentos irresponsáveis. O que mais gosto da relação deles, que nasceu através de uma amizade pura e verdadeira, é que eles não têm neuras. A partir do momento que Zen acordou para seus verdadeiros sentimentos e não conseguiu guardar, sem frescura, o rapaz foi lá e disse. Ele foi totalmente sincero que o caminho deles não seria fácil e que queria a ajuda dela para proteger sua posição e seu relacionamento com ela. O que mais gosto na Shirayuki é que ela não está só esperando que o Zen faça algo para que eles possam ficar juntos, independentemente da posição social. Essa garota guerreira está lutando para conquistar o seu lugar e ser reconhecida para poder ficar ao lado dele.  Outra coisa que amo nesse casal adorável é que se eles querem se abraçar, pegar na mão ou se beijar, não têm frescura e fazem isso. Estou ansiosa para ver onde esse relacionamento irá chegar e que tipo de desafio vão enfrentar para ficarem juntos. Outra coisa, eles confiam genuinamente um no outro. Essa é a parte mais linda.


            Mitsuhide Lowen é assessor do Príncipe Zen, a quem serve com muita lealdade.  Ele foi o primeiro a seguir o Zen, com apenas 17 anos. No começo, ele não estava muito feliz, pois ele queria era mesmo servir ao primeiro príncipe. No entanto, acabou sendo conquistado pelo Zen. Por muitos anos juntos, acabaram ficando muito amigos. Ele tem muito respeito e admiração por seu mestre e o Zen, que apesar de sempre fazer o que quer, sempre da ouvidos para seu assessor. Mitsuhide é uma pessoa extrovertida, honesta e leal. É apaixonado por sua parceira, Kiki, que também serve ao Zen. Foi cativado pela Shirayuki e apoia totalmente os dois.


            Kiki Seiran é a segunda assessora do Príncipe Zen. É uma mulher firme, silenciosa e, na maioria das vezes, tem uma expressão de desinteressada. Embora pareça muito fechada, no decorrer da convivência, ela passou a se abrir para Zen e o Mitsuhide. Como também se cativou por Shirayuki, se abre com ela também. Kiki é o tipo de mulher que não se deixa dominar. Diferentemente do que seu pai, um lorde nobre, quer, ao invés de se casar com alguém que possa herdar os negócios da família, ela mesma quer herdar e cuidar por conta própria. Sobre se casar, a própria quer escolher e propor, ou seja, é uma mulher bem feminista. Adoro ela. Não é fácil entender seus sentimentos, pois não demonstra. Odeia vestir roupas femininas e é uma ótima espadachim. Serve com lealdade ao Zen, mas chegará um momento em que ela terá que deixar o seu lado.


            Obi é, atualmente, cavaleiro e mensageiro designado do príncipe Zen, mas nem sempre foi assim. Na verdade, no começo, foi contratado por um nobre que trabalha no castelo para manter Shirayuki longe do príncipe. Porém, acabou cativado por ela e conquistado pelo Príncipe Zen, a quem resolveu servir. Obi  tem um passado negro. Na verdade, é uma pessoa que gosta de ser livre e não ficar em um lugar por muito tempo. Antes, fazia qualquer trabalho como assassino. No entanto, acabou não conseguindo mais deixar o Zen e a Shirayuki.


            Agora, ele quase sempre fica responsável por proteger a Shirayuki. O Zen passou a confiar muito nele e o tem como muito importante, mesmo desconfiando que os sentimentos de Obi sejam mais do que alguém que respeita a sua amada. Realmente, Obi parece amar a nossa princesa do cabelo vermelho, porém, por respeito aos sentimentos de seu mestre e aos dela, não faz nada além de apoia-la e protegê-la. Amo os dois juntos. Shirayuki e Obi têm uma conexão de amizade muito bonita e ela confia muito nele. Na verdade, esse trio é realmente adorável, parecem irmãos juntos. Obi finalmente fez raízes. Ainda que um lado dele tenha vontade de correr livremente, ele não quer deixar o lado dessas pessoas, que estima.


            Raji Shenazard é o príncipe de Tanbarun. É um homem um tanto egoísta,  medíocre e, por isso, passou a ser apelidado de “príncipe estúpido”. Por ser alguém não muito confiável, não tinha o respeito das pessoas. Ao invés disso, talvez eles tivessem medo. Depois de ser rejeitado por Shirayuki de forma vergonhosa, ele queria a todo custo forçá-la a voltar para ele. Contudo, acabou sendo ameaçado pelo príncipe Zen por ter o envenenado e, com medo, ele colocou o rabo entres a pernas e desistiu. Foi quando ele mostrou o quão covarde ele poderia ser. Mais tarde, acabou revendo Shirayuki e depois da jovem lhe dar uma lição de moral, ele passou a mudar. Então, como agradecimento, a convidou para um baile. Depois de passar um tempo com ele,  ambos acabam virando bons amigos e, para proteger a Shirayuki, ele deu para ela um título: “amiga da família real de Tanbarun”. Ele disse que isso era para usar como escudo. O príncipe estúpido acabou virando um bom  homem por causa da nossa heroína.


            Izana Wistaria é o príncipe herdeiro de Clarines, irmão mais velho de Zen. No mangá, ele já foi coroado rei. É um governante muito responsável, que leva em primeiro lugar o bem estar das pessoas de seu país. Esse homem pode ser perspicaz, intimidante e manipulador, porém, também pode ser brincalhão. Ele adora perturbar o seu irmão. Por causa do status, ele não apoia a aproximação de Shirayuki, então tenta afasta-la várias vezes, apenas a intimidando. No entanto, a jovem  não abaixou a cabeça e foi assim que, talvez, ele começou a se sentir intrigado. Izana passou a fazer várias coisas para testar o Zen e ela, mas Zen e Shirayuki estão dispostos a lutar e proteger a posição social um do outro mesmo assim. Izana, na verdade, é um bom homem. Tenho certeza que, agora, tudo que ele tem feito é para abrir o caminho para eles.

            Essa história é muito maravilhosa. Espero que todos possam assistir o anime e ler o mangá, pois é uma história muito gostosa de acompanhar. Não nos deixa ansiosos e dá aquela sensação de descanso, ao menos é assim que me sinto. Espero que vocês possam desfrutar. Então, INDICADÍSSIMO!!! <3

Gênero:   Drama, Fantasia, Romance, Shoujo
Autor: Sorata Akizuki
Mangá: 17 Volume
Anime:  24 Episódios + Ova

1 comentário

Meus Projetos de Cosplay

           

          Há dois anos, eu não fazia ideia de que eu ia me apaixonar ou, mais que isso, me viciar em cosplay. A primeira vez que fiz, não tinha intenção alguma de virar uma cosplayer e, claro, ainda não me considero, pois existe muito chão para eu poder carregar tal título. Quando fiz a Naru-chan, só estava  fazendo uma homenagem ao personagem que tanto admiro e nunca pensei em que iria  mergulhar de cabeça nisso tudo. Para mim, fazer cosplay se tornou algo divertido e, desde então, a minha lista só vem crescendo. A maioria dos personagens que escolhi foi porque eu admiro do fundo do meu coração e temos uma espécie de ligação. Hoje, eu vim compartilhar com vocês a minha lista e mostrar os projetos de cosplay que estão vindo por aí.

            Sakura Kinomoto (anime "Cardcaptor Sakura"). Todo mundo já deve saber que eu AMO de paixão essa personagem desde que tinha 9 ano de idade. Essa diva maravilhosa está no topo da lista. Já tenho, no mínimo, uns três trajes diferentes, prontinhos para apenas colocá-los em prática, mas ainda estou tentando colocar minhas emoções no lugar. Se prepare, porque vai ser um verdadeiro chororô. Ela tem muitas versões que quero fazer e esse mês começou a continuação, então já imagino que devem vir muitas outras versões. Vou perder a cabeça, com certeza. Ai, meu Deus! Meu coração é pequeno demais para aguentar tanto amor.


            Sakura  ("Tsubasa Chronicles"). É praticamente a mesma que Sakura Kinomoto,  tem as mesmas feições, porém, essa já é uma adolescente que vive em outro  mundo.  Sou completamente apaixonada por essa outra Sakura e também por esse anime maravilhoso. Esse é um projeto que estou organizando com mais amigas. Já temos o Syaoran e o Fay, falta apenas mais um para completar o grupo. Já tenho o primeiro traje e em breve esse projeto vai sair. Ainda tem outras versões que vou querer também.


            Hinata Hyuga (anime "Naruto"), a princesa do Byakugan. Para essa diva, tenho já em mente 3 versões dela, porém, já tenho a versão Naruto Clássico completo e o Shippuden em andamento. Estou muito animada, porque esse também é mais um projeto que estamos trabalhando em grupo. Quem me acompanha no Instagram já viu a prévia casual que fiz dela. Eu simplesmente fiquei apaixonada pela minha Hinata. O que mais me preocupou foi achar a lente que desse para os olhos dela, mas ano passado encontrei a mais perfeita lente. Estou tão feliz!


            Yona (anime "Akatsukino Yona"). Essa princesa ganhou meu coração e admiração. Eu não pude me conter e queria a todo custo fazer cosplay dela. Agora, recentemente, comprei o traje. A peruca já havia comprando há um tempo. Agora falta os acessórios: arco e flecha e adaga. Tenho vontade de fazer versão dela de quando vivia dentro do palácio, porém, está difícil achar a peruca da cor exata.  Esse é mais um projeto que também estamos fazendo um grupo. Já temos quase todos personagens principais, só faltam dois. Estou muito animada com esse projeto.



            Historia Reiss (anime "Shingekino Kyojin"). Falei dela aqui esse mês ainda, por ser aniversário da personagem. O motivo de ter escolhido falei nessa postagem, então leiam aqui. Eu já tenho 40% dela pronto: lente, peruca, jaqueta, camisa e calça branca.   Contudo, ainda falta um bocado, como: cinto, bota e as armas. Essa maravilhosa me conquistou muito. Espero que esse cosplay esteja pronto para o próximo semestre, quando ela vai ficar muito mais ativa no anime.


            Haruhi Fujioka ("Ouran highschool host club"). Sinceramente, nunca havia pensado em fazê-la, porém, quando minhas amigas sugeriram que queriam fazer um grupo desse anime, me veio uma vontade louca de fazer. Gosto muito dela. Embora ela seja uma personagem bem simples, não vejo a hora de fazê-la, já que é a primeira personagem meio masculina que escolhi fazer. Embora ela seja uma garota, ela se veste de garoto para fazer parte do Host Club e pagar uma dívida.


            Mogami Kyoko ("Skipbeat"). Eu simplesmente criei muito amor por essa personagem. Uma das que admiro muito pelo seu desenvolvimento como pessoa na história, a forma dela encarar a vida, tudo nela me conquistou. Fiz minha previa dela no dezembro do ano passado e fiquei mais empolgada ainda para fazer. Ela tem muitas versões interessantes, desde que ela é uma atriz e interpreta muitos papéis. Tem, no mínimo, 4 versões dela que quero muito fazer, porém, primeiramente, farei o mais básico e vergonhoso. Aguardem que vai ter CMV dela aqui. Estou tão animada!

            Nana Osaki ("Nana"). Esse mês, saiu a  postagem sobre o anime e falei sobre meus sentimentos por essa personagem. Eu sou simplesmente fascinada por essa personagem, pois compartilhamos muitas dores. Para mim, assim como Sakura, vai ser algo que vai me emocionar muito fazer. Tenho muitos planos para esse cosplay: CMV, cover e historinhas. Também estamos tentando fazer um grupo, nem que seja meio casual. Nesse momento, procuro uma amiga que faça o Ren comigo( Já achei o//). Tenho tantas ideias e sonhos para esse casal que amo até a morte!


            Ia ("Vocaloid"). Essa foi uma personagem que caiu de paraquedas na minha vida, quando uma amiga falou: “você poderia escolher um vocaloid para fazer parte do nosso grupo”. Fique um pouco confusa, porque não curtia Vocaloids, mas resolvi conhecer antes e aí, enquanto ia conhecendo, pensei: "vou escolher uma personagem de cabelo curtinho, porque peruca longa é muito pesada". Foi o que eu disse, mas tive um amor à primeira vista por Ia e não teve jeito. No momento, só tenho a peruca, mas é um próximo objetivo.


            Kofuku ("Noragami"). Essa personagem é outra que caiu de paraquedas na minha vida. Eu comprei a peruca dela sem fazer ideia de quem era a personagem, porque simplesmente queria uma peruca curta rosa. Depois que descobri, fiquei um pouco confusa se ia fazer para entrar no grupo que já estava nascendo. Eu simplesmente amo tudo nela: roupa, cabelo e até mesmo a personalidade. Melhor ainda, amo as loucuras dela com seu amigo Yato. Por hora, só tenho a peruca.


            Michiru Kaiou ("Sailor Moon"). Essa personagem escolhi para fazer parte de outro grupo que estava nascendo. Não sou tão ligada nesse anime, mas achei que seria divertido fazer parte do grupo. Como as principais já haviam sido escolhidas, a que mais gostava, fora delas, era a Sailor Neptunes. Ainda não tenho nada dela. Está difícil achar uma peruca bacana.


            Koko Hekmatyar ("Jormungand"). Eu amo mulheres fortes e amo a loucura dessa personagem. Tem muitas coisas nela que me conquistaram,  por isso resolvi fazê-la. No momento, só tenho a peruca, mas o resto é muito fácil conseguir, então não irá demorar.


            Zoro ("One Piece"), assim como o Luffy, admiro e amo muito esse personagem. Como não poderia fazê-lo em versão masculina, por não querer mesmo, prestarei minha homenagem fazendo a versão feminina. Esse falta tudo.


            Kaneki ("Tokyo Ghoul"). Eu havia decidido fazer a versão girl desse personagem há muito tempo, porém, um dia, alguém me desanimou. Então, eu meio que encostei essa vontade. Porém, um dia, alguém, sem saber, acabou me animado, então resolvi fazer porque eu amo esse personagem. Eu e ele compartilhamos uma conexão que ninguém faz ideia, só eu mesma. Por isso, quero muito fazer.


            Ristuka Aoyagi ("Loveless"). Esse foi o primeiro personagem masculino que resolvi fazer, porque ele é tão fofo, tão maravilhoso, tão amável, que fui completamente seduzida pela vontade de retratá-lo. Já até fiz previa e já tem até um grupinho. Estou animada para fazer.


            Príncipe Soma ("Kuroshitsuji"). Resolvi fazê-lo, porém numa versão feminina.  As minhas amigas têm um grupo desse anime e até mesmo estão fazendo parte do projeto “Se~no Kosuaction!”. Há tempos vinha pensando que queria fazer parte desse enredo. Eu poderia escolher uma personagem feminina, mas os únicos que ganharam meu coração foram o Príncipe Soma e o Snake, ambos homens, mas como fiquei mais encantada  por esse príncipe indiano, resolvi partir para ele.


            Kazama Chikage ("Hakuouki Shinsegumi Kitan"). Vendo minhas amigas animadas, formando um grupo de cosplay dele, como a heroína já havia sido escolhida, só me sobrou escolher entre os homens. Não me empolga muito fazer homem, porém, fiz um acordo: resolvi ser ousada e fazer um dos vilões do anime. Essa foi a primeira vez. Algo me diz que irei sofrer.

            Até hoje, fiz completos apenas dois cosplays. Ainda estou trabalhando duro para que pelo menos a metade desses saia nesse ano. Então, fiquem de olho, pois muitos projetos irão sair. Muitas historinhas. Estou tão empolgada com isso! E vocês? Quais sãos seus projetos???
1 comentário