Walk On Water

 


E aqui estamos nós, com mais um mangá yaoi. Desta vez, é um mangá um tanto mais pesado, então, meus queridos, caso vocês não gostem do gênero ou até gostem, mas só dos mais calmos, este com toda a certeza não é para vocês. Voltem amanhã, pois teremos uma postagem bacana. Este manhwa é, provavelmente, coreano. Não sei se existem misturas de outras culturas, mas, como o protagonista é coreano, acredito que seja. Tem 64 capítulos, completinho para vocês devorarem, porque, provavelmente, vocês vão. Tem personagens cativantes e uma história intrigante que faz querer ler tudo de uma vez.

A história envolve um jovem coreano que mora nos EUA e que trabalha como guarda-costas. Contudo, o dinheiro não é suficiente para suprir o pagamento de uma grande dívida com a máfia chinesa. Então, ao ouvir sobre quanto um ator pornô gay ganhava, resolveu arriscar. Desde que ele pudesse ser o ativo, estava tudo bem. Logo de primeira, já não foi com a cara do produtor, mas deu tudo certo. Ele passou na entrevista e, trabalhando com isso, passou a ganhar uma boa grana. No entanto, começaram a pedir que ele fosse o passivo, e isso estava fora de cogitação para ele. Era o que achava, mas, se oferecerem uma quantia muito grande, talvez ele aceite. Será possível para ele?





Ed é um coreano, bonito, forte e perspicaz. Teve uma infância difícil: ficou órfão cedo e passou por muitas dificuldades, inclusive acabou com uma grande dívida. Apesar de tentar trabalhar de forma honesta, está difícil conseguir lidar com a dívida, que só cresce, e sua vida corre sérios riscos. Trabalhar para eles está longe de ser uma opção. Então, um dia, no bar, após um trabalho de guarda-costas, ele ouve sobre um ator pornô gay receber muito bem. Foi assim que ele acabou nessa. Com o nome artístico Tommy, ele conquistou um certo público, e o que era para ser somente uma vez acabou se estendendo.



Logo de cara, quando foi à entrevista, ele não foi com a cara do produtor chamado Glenn, e a sua presença o irritava. Nos fujoshis, já sabemos exatamente o que vem atrás dessa implicância à primeira olhada. E não estamos enganadas, pois as coisas de fato afloraram. Quando Ed aceita ser passivo e seu parceiro não chega de viagem, acaba gravando sua primeira vez com Glenn. Acho que foi ali que o nosso querido acabou saindo do armário, de fato. Aos poucos, percebeu que tinha se afundado, pois estava, pela primeira vez, amando alguém, que era um homem um tanto problemático. Além disso, ainda tinha todos os problemas a serem resolvidos, como a sua dívida, que era alta demais, a pressão da máfia e a pressão de ser aceito como seu novo eu. Uma série de situações aconteceram e o levaram até mesmo a se prostituir. Acho que essa é parte mais difícil. Será possível, realmente, ele parar como ator pornô, recuperar sua vida normal e conquistar o coração do seu amado?



Glenn Mcqueen é gay assumido. Começou como ator pornô e, hoje, é produtor de filmes pornôs na categoria gay. Ele é um homem bonito, charmoso e sedutor, além de muito inteligente e esperto. Glenn já foi muito famoso como ator. Hoje, prefere ficar atrás das telas, embora, quando preciso, exerça o seu lado ator. Quando conhece Ed, acha ele interessante, e lhe veio uma vontade de implicar com o rapaz. No entanto, acredito que, à primeira vista, ele também ficou interessado. Só que ele nunca se envolveria com um homem hétero. Sabia que Ed estava ali porque precisava da grana, pois havia muitos como ele nesse ramo. Glenn também tinha feridas e problemas abertos, com os quais era difícil lidar, porém, não deixava transparecer. Ele queria muito que Ed fosse o passivo, já que, para a produtora isso seria bom. Todavia, um lado dele torcia para que ele não aceitasse, por quê? Após Ed aceitar, acabou sendo o primeiro com ele. Diferente do que ele costumava ser, resolveu ser gentil. Ao invés daquilo que geralmente filmava, acabou ficando um filme um tanto romântico. Aquele ato penetrou um coração do Ed, apesar de ele ter dito que só fez isso porque era primeira vez e não queria o assustar. A realidade é que ele sentiu que queria que fosse assim, como se eles se amassem. Mesmo assim, ele continuou negando e afastando Ed, por quê? No fundo, havia um sentimento ali?



Chang Liu é um homem chinês que trabalha para a máfia chinesa. Ele é bonito e inteligente. Apesar de ele ser a pessoa que pressiona o Ed com as dívidas, no passado, eles foram muito amigos. Afastaram-se após o incidente e ele se envolver em dívidas com a máfia. Foi logo após isso que Liu acabou entrando para a máfia. Ele está sempre chamando Ed para trabalhar, para ajudar com as dívidas, mas ele não aceita. Eles não são amigos mais, por uma série de situações. Um dia, ele descobre o que Ed estava fazendo para pagar, e isso o deixa muito chocado e irado. Talvez, isso também tenha alimentado algo que ele sempre tentou evitar, o que ele sentia por Ed. No final, ele acaba se declarando para o Ed, o que, é claro, não é correspondido. Eu penso que, apesar de ele não poder liquidar as dívidas dele, entrou para a máfia para conseguir controlar a situação, pois seria impossível ele dever por tanto tempo. Chang Liu realmente amava Ed, mas não foi capaz de dizer antes, pois não queria sair do armário.

Resolvi não detalhar muitas coisas. Considero esses três personagens como os mais importantes, apesar de existirem alguns outros aleatórios. Espero que vocês leiam, caso gostem desse gênero, porque, ainda que seja pesado, eu achei a história muito interessante. INDICADO!

0 comentário

Postar um comentário