Religião No Japão



Quem acompanha animes, mangás, dorama ou tem algum interesse pelo Japão já tem noção da religião lá, mas, mesmo assim, uma boa parte das pessoas não tem noção de como é. Então, para conhecermos mais detalhes sobre este assunto, daremos início aqui ao assunto “Religião no Japão”.
O Japão é marcado por um longo processo de influência de tradições religiosas, sendo assim, a maioria dos japoneses não têm uma religião concreta, eles combinam várias características em suas vidas diárias, muita das vezes sem entender e sem saber até mesmo de onde vem cada um dos rituais e normas que seguem. Então é muito comum ser batizado em um ritual xintoísta, casar em uma igreja com uma cerimonia cristã e ter um funeral nos moldes budistas.
Como eu nasci em um lar cristão, quando pequena, sempre acreditei que o mundo todo acreditava no mesmo que eu, porém fiquei bastante chocada quando percebi que não era bem assim. Embora uma boa parte dos países europeus tenha o cristianismo como religião predominante, existe muito mais países que tem outras religiões como predominantes, como o Japão no qual a religião que predomina desde os tempos antigos é o xintoísmo.

Nos Templos Xintoístas,  uma das tradições é escrever os desejos em uma madeirinha chamada ema  e pendurá-la junto  com os outros.

No xintoísmo, não há preocupação na vida após a morte, para eles o importe e buscar a felicidade nesta vida. Não a uma doutrina, nenhuma forma  definida de rezar, nem líder espiritual  ou alguém que tenha fundado a religião. Para os xintoístas a natureza é sagrada, esta em contato com ela os aproxima dos deuses.
Embora o xintoísmo seja a religião principal no Japão, no século XI chegou o budismo trazido pelos chineses e coreanos, que logo teve uma interação com o xintoísmo e foi bem aceito na cultura Japonesa. Então, além do xintoísmo, o budismo também virou uma das principais religiões do Japão. O budismo busca iluminação por meio dos sacrifícios e do desapego aos bens materiais.
creditos Templo  Budista em Nara/ Japão

Além dessas religiões, também tiveram mais duas que fizeram sua marca na cultura japonesa nos tempos antigos como o “confucionismo’ e o “taoísmo”. Estas duas religiões se tornaram essenciais nas vidas dos japoneses por um período de mil anos, porém não é muito praticada como religião, teve muita influência cultural. Os ensinamentos do confucionismo tiveram uma influência maior sobre a ética e a filosofia japonesa no século VI à IX, acabou sendo mais uma filosofia de vida do que uma religião. Já o taoísmo não foi tão marcante quanto, mas pode ser percebido no uso do horóscopo chinês e em crenças populares, como adivinhações ou nas “direções auspiciosas”.
Claro que depois dessas, conforme o Japão se abria para o mundo, outras religiões passaram a entrar no Japão, até mesmo o cristianismo e algumas outras religiões. Eu particularmente não conheço a risca nenhuma dessas religiões predominantes no Japão, por este motivo, resolvi fazer uma postagem para cada uma delas explicando com mais detalhes sua história e como funciona cada uma dessas, e até mesmo como foi à chegada do cristianismo, que é algo que tenho muita curiosidade. Então peço que vocês continuem acompanhando as próximas postagens sobre este assunto.
Como vocês já devem ter notado, quase não tenho feito postagens importantes como essa sobre o Japão, mas estudar leva tempo e confesso que meu tempo está cada dia mais limitado, afinal eu tenho dois blogs e neste aqui faço postagens todos os dias e no outro, três vezes por semana, contando que também tenho um canal entre outras coisas da vida pessoal. Mas eu quero muito continuar me dedicando a esse tipo de assunto, e seria muito interessante ter ajuda de alguém que entenda e goste tanto quanto eu. Bem, aguardo vocês na próxima.

Kissu :***

4 comentários:

  1. algo que eu queria saber quais eram as predominantes lá, eu tenho um livro que fala dessa religiões mas também não entendo muito sobre elas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então as predominantes são Xintoísmo e budismo ^^

      Excluir
  2. Falar sobre religião é sempre complicado né, mas o seu post ficou bem explicadinho e achei super interessante. Não lembro onde eu li que a maioria da população japonesa é ateu, seria isso verdade?


    http://www.donab.net/

    ResponderExcluir
  3. Então ateu e que não credita em nada, os japoneses acreditam muito em deuses mais pelo que sinto não tratam com tanta importância.

    ResponderExcluir