Hapi mari (Happy Marriage!)


          
 
         Acompanhei esse mangá por 6 anos e nem consigo acreditar que ele foi, finalmente, concluído. Quem adora histórias com temas de casamento, principalmente os arranjados, vai adorar essa. Ele foi lançado em 2009, no Japão. Eu o encontrei em 2012. Sua ilustração é muito bonita e tem traços limpos, eu gosto disso. A história foi o que mais me conquistou. Acho tão interessante esse tema de casamento arranjado, em que dois estranhos acabam se casando e só no desenvolver do casamento vão se conhecendo e, muitas vezes, se apaixonando. Eu já fiz alguns comentários aqui sobre como acho curioso esse tipo de casamento, em uma postagem sobre casamentos arranjados no Japão (clique aqui).


            Há algum tempo, totalmente por acaso, descobri que foi lançado um dorama, que é uma adaptação do mangá. Eu simplesmente surtei! Queria ver para ontem, mas tenho um cronograma tão apertado, que tive que dar um jeito de encaixar o dorama no cronograma desse ano. Finalmente, consegui, e nem acredito que foi possível com a correria. Esse j-drama foi lançando em 2016. Tem uma qualidade simplesmente maravilhosa. São apenas 12 episódios, de uns 35 minutos cada. Mesmo assim, eles trabalharam muito bem a história. O enredo da história é o mesmo, no entanto, alguns personagens foram cortados, algumas situações foram alteradas e outras encaixadas uma à outra, formando apenas uma. O legal é que ver o dorama primeiro ou ler o mangá primeiro não tira a graça, já que ambos se desenvolvem de modos diferentes.  Acho que a maior mudança que eles fizeram mesmo foi o final, então podemos ver como um final alternativo que, por sua vez, eu achei muito agradável.  


            A história envolve uma jovem moça que está dando duro em vários trabalhos extras, além do seu fixo, para pagar as dívidas de seu pai problemático. Em seu trabalho de acompanhante, em um dia qualquer, um belo homem a requisita e acaba a ofendendo. Com isso, ela joga champanhe na sua cara, o que a levou a ser demitida. No outro dia, em seu trabalho em uma grande empresa, ela acaba sendo chamada pelo presidente, o qual ela nunca havia visto pessoalmente. Quando entra na sala, se surpreende ao descobrir que o homem à sua frente era o mesmo da noite passada. Naquele momento, a pobre empregada achou que seria demitida, mas uma proposta de casamento sai da boca do presidente. Totalmente chocada e sem entender nada, eles vão até o avô dele, que é o dono de tudo, o senhor explica o motivo de querer que se case com o seu neto. Em troca dela se casar, pagaria todas as dívidas de seu pai e ela poderia viver, confortavelmente, como a esposa do presidente. E agora? Ela irá se submeter a um casamento sem amor?


            Chiwa Takanashi tem 23 anos, trabalha na companhia Mamiya em tempo integral e como anfitriã à noite, para poder pagar as dívidas de seu pai.  Depois do pai falir, a mãe os abandonou, e assim ela está encarregada de cuidar do problemático pai, que só lhe da dor de cabeça. Por causa disso, até mesmo teve que desistir de continuar com a faculdade. Em toda a sua vida, ela apenas teve um namorado, que não durou, que foi quem deu seu primeiro beijo. Depois, ela nunca teve tempo para estar em um relacionamento.  Quando a proposta de casamento inesperada surgiu, ela, ao primeiro impacto, quis recusar, afinal, mesmo que esteja passando pelo inferno, onde, às vezes, não tinha o que comer, casar por amor era o sonho dela. Porém, a sua situação financeira era muito mais séria do que aparentava. O belo homem à sua frente, que podia ter qualquer mulher que ele quisesse, disse que mesmo que não houvesse amor, ele honraria o relacionamento deles. Ele deixou claro que havia aceitado esse casamento por também ter méritos nisso, para ele alcançar seu objetivo. Então, ela não era a única ganhando algo. Mesmo hesitante, ela aceitou.


            Hokuto Mamiya é um belíssimo homem de 28 anos, inteligente, egoísta e autoritário. Um verdadeiro lobo solitário, que está sempre sendo hostilizado pela família do seu pai, por ser um filho ilegítimo. Após a morte de sua mãe, ele foi viver com o seu pai, que sempre exigiu que ele fosse o melhor em tudo que fazia. Hokuto sempre acreditou que quem havia matado sua mãe foi o seu pai. Desde criança, teve como objetivo tomar tudo que pertencia à família Mamiya, para se vingar por ter tirado a sua preciosa mãe. Quando voltou dos seus estudos nos Estados Unidos, seu avô propôs que se ele se casasse com a neta da mulher que ele amava, então lhe daria o direito de ser presidente de uma de suas empresas. Isso lhe daria poder para poder subir muito mais além, no futuro. Sem qualquer hesitação e de olho em seu objetivo, ele aceitou. Quando finalmente tudo foi colocado em pratos limpos e a jovem Chiwa aceitou, eles começaram a viver juntos.


            Se vocês são casados, sabem que nem todos os momentos são um mar de rosas e que todo relacionamento tem seus perrengues. Mesmo que seja alguém que a gente conheceu por um longo tempo e ama muito. Então, vocês conseguem imaginar como seria casar com alguém que você não sabe nada sobre? Chiwa, que pela primeira vez estava em um relacionamento tão sério e não tinha experiência alguma com homens, estava totalmente perdida. Hokuto descobriu que ela não tinha experiência em uma de suas investidas para aprofundar os laços, e pareceu ter gostado desse fato. No desenvolvimento, eles tiveram muitos desentendimentos. Chiwa queria o conhecer mais, porém, o marido nunca parava em casa e, quando estava, não se abria com ela, dizendo que não era importante. No passar do tempo, alguns homens do passado dela começaram aparecer, instigando os ciúmes de Hokuto, que estava a cada dia mais acostumado com a sua querida esposa. Sem ao menos se darem conta, eles estavam se apaixonando um pelo outro, no entanto, o jovem empresário não sabia demonstrar, o que deixava Chiwa muito insegura.


            Esses dois são muito fofos! Amo quando Hokuto fica provocando a Chiwa para ela extravasar todos os sentimentos que tem por ele. Eu poderia falar sobre outros personagens, mas achei um pouco desnecessário. Contudo, se eu falasse diretamente do dorama, falaria sobre os outros personagens. Eu amei muito o mangá, e o dorama também não foi diferente. Com certeza, é o tipo que, se eu tiver um tempo, gostaria de assistir mais uma vez. INDICADÍSSIMO!!!!



Gênero:    Romance, Drama, Comedia, Josie
Autor:    Enjouji Maki
Mangá:    10 Volume 
Dorama:    12 episodio 

Aonde encontro:   



Redisu (online)

0 comentário

Postar um comentário