Kuroshitsuji

           


             Há exatamente 5 anos, foi quando assisti a esse anime pela primeira vez. Naquela época, embora eu tenha gostado, não foi algo que me marcou. A não ser por uma única coisa: o mordomo Sebastian,  porque, com sua sensualidade e seu título de mordomo, caiu na minha lista de crushes - fiz uma postagem (clique aqui). Repetindo o que eu disse lá, esse é o tipo de personagem que você sabe que é errado gostar, mas  gosta mesmo assim. Esse ano, resolvi rever para relembrar e também por causa do projeto “Se~no KosuAction!” - para entender melhor o que quero, dizer veja a postagem (cliqueaqui).
            Sem mais rodeios, vamos direto ao ponto: o anime tem uma produção muito boa, contudo, não segue à risca a história original do mangá de que o anime foi adaptado. Sua história segue alguns rumos diferentes, até mesmo situações não existentes ou personagens que não estão na obra original aparecem. A história não foi ruim, longe disso. Se você não conhece o mangá,  assiste normalmente, como se não houvesse nada fora do lugar, mas acho que se tudo acabasse na primeira temporada, daria um desfecho melhor. Entretanto, a segunda temporada não é ruim, até porque aparecem alguns personagens novos, os quais gostei, embora tenha odiado alguns também. Porém, não gostei do final. A segunda temporada é uma história que não existe na obra original, então eu diria que é um enredo alternativo.  Tem vários ovas muitos bons, inclusive a do Circo. Gostei bastante.



            O mangá tem uma ilustração maravilhosa, o que não esperamos menos de quem inventou personagens tão lindos e nobres. Essa obra ainda se encontra em andamento no Japão e aqui no Brasil também está sendo publicado pela editora Panini. Tenho que reclamar que a qualidade do mangá daqui é péssima. Eu tenho uns dois volumes que as folhas estão se soltando. Eu não tenho todos os volumes, infelizmente, mas tenho pelo menos os últimos, uns 15 volumes. No passado, eu não tive interesse em ler, mas quando encontrei para vender aqui, fui comprando e, enquanto lia, acabei gostando. Entretanto, eu não tinha lido a história antes do volume 10 e ainda era totalmente ignorante sobre Kuroshitsuji, achando que o que aconteceu no anime havia acontecido nos outros mangás que eu não tinha lido. Estava errada, então resolvi, nesses últimos dias, reler desde o começo e fiquei totalmente maravilhada. A história começou a fazer mais sentido e, hoje, posso dizer que a história da obra o original é mil vez melhor que a forma como as coisas correm no anime. Devo voltar a falar desse mangá quando tudo acabar.


            O live-action, sim, temos um filme baseado nessa obra, acredito que todos os fãs de Kuroshitsuji não gostaram, pelo menos os que conheço. A história do live segue  algumas misturas de fatos acontecidos na obra original, só que mudando o roteiro para forma real, da maneira que eles acharam melhor. O personagem principal, que na obra original é um garoto, no live é uma garota que se veste de menino e o seu nome também muda de Ciel Phantomhive para Shiori Genpou. Eu não me importo que ela seja uma garota, para mim, é até interessante que seja assim. Só que não gostei da produção, e alguns personagens também ficam bem zoados. O Sebastian não ficou exatamente como o da minha imaginação, mas não achei ruim.  Pode ser influência, porque eu gosto de ver o ator Hiro Mizushima de mordomo, ainda da para sonhar. Minha conclusão sobre o live-action é que foi bem chato, nada excitante. Agora, para quem é muito fã da obra, deve ter sido terrível ver algo tão ruim usando de sua história tão querida.


            A história gira em torno de um mordomo e seu mestre, um conde de 13 anos que é a cabeça de uma família nobre inglesa. Um conde que perdeu tudo em uma noite catastrófica: sua família, sua casa, sua humanidade e até mesmo quase a sua vida. Perante a tanto sofrimento e humilhação, ele fez um pacto com o demônio em que ele pediu três coisas em troca de sua alma: o proteger, nunca traí-lo e obedecer suas ordens até o dia em que concretizar a vingança contra as pessoas que traíram e contaminaram o nome da família Phantomhive, para provarem da mesma dor e humilhação que ele sofreu.


            Agora, o demônio que criou uma forma humana o serve como seu mordomo, concretizando todas as tarefas que são designadas, de limpar um chão sujo às mais difíceis situações que seu mestre o ordena fazer. O conde, que voltou das cinzas como único sobrevivente de sua família para a sociedade, agora administra as empresas da família e também é conhecido como cão de guarda da rainha, posto que pertencia ao seu antecessor. Servindo à rainha da Inglaterra com lealdade, o cão de guarda cumpre algumas tarefas misteriosas que ela o designa. Junto de seu mordomo, eles resolvem esses casos enquanto tentam achar uma pista de quem são os traidores. E assim, um garoto muito novo vive seus dias de vida a procura de, finalmente, concretizar sua vingança, custe o que custar.


            Conde Ciel Phantomhive tem 13 anos, pertence a uma família prestigiada da Inglaterra, a qual agora ele é a cabeça, mesmo sendo tão novo. Administra o grande império dos Phantomhive de brinquedos e doces. Ciel é nobre, arrogante, rigoroso, orgulhoso, perspicaz e um tanto frio, só que nem sempre foi assim. Antes de tudo que aconteceu, costumava ser um garoto alegre, meigo e terno. Embora aparente ser um garoto cheio de saúde, quando mais novo sofria de asma, o que o fazia ficar preso dentro de casa. Ciel tinha um irmão gêmeo, o qual não sabemos muito a respeito, mas desconfiamos muito sobre essa criança. O conde tem uma visão muito fria da vida desde aquele dia. Mesmo sendo tão novo e muito maduro, encara as coisas de frente e vai rumo ao seu objetivo, não importando quem ele tenha que derrubar e quantas vidas terá que roubar para cumprir essa vingança. Ele deixa claro que não está fazendo isso por ninguém, a não ser por ele mesmo.  


            Sebastian Michaelis é um mordomo demoníaco e não conhecemos sua verdadeira forma. Muitos acreditam que ele espelhou sua forma humana no pai de Ciel e seu nome, que foi dado pelo seu mestre, pertencia ao cachorro dele, que morreu.  Sebastian é muito dedicado como mordomo e mantém um forte senso de dever com seu mestre. Segue-o fielmente, executando todas as tarefas que são ordenadas para que tudo funcione sem problemas na vida de seu mestre. Embora ele aparente ser um servo impecável e totalmente preocupado com seu mestre, ele é, na verdade, insensível, sem coração e sádico. Através de seu humor obscuro e sarcástico, vemos sua natureza diabólica. Como ele consegue sentir como está o estado de seu mestre, muitas vezes, por diversão, ele o deixa propositalmente passar por situações de risco. Desde que sua vida não esteja em risco e o conde não dê ordem, ele apenas o observa passar pelas situações difíceis.  Ele fica muito empolgado quando vê o Ciel sendo cruel ou tomando medidas inesperadas. Acha humanos interessantes. A única coisa que mexe com esse mordomo impecável e diabolicamente sexy são os felinos. Ele perde totalmente a compostura uma vez que eles aparecem, sendo carinhoso com eles, os admirando como se fossem a paixão da vida dele, oposto disso, ele odeia cães.  Acho muito fofo quando ele está com um gatinho. Da vontade de apertá-lo.


            Elizabeth Ethel Cordelia Midford é mais conhecida por Lizzy. É filha de uma família nobre, prima e noiva de Ciel Phantomhive. Lizzy é uma lady alegre, forte e empática. Ama coisas fofas, vestidos e sapatos. Ela pode ser teimosa, vive em seu próprio ritmo e arrasta todos com ela, inclusive o Ciel. Embora ela aparente ser uma garota delicada e indefesa, a verdade é que é uma garota muito forte, que tem habilidades que até o seu noivo desconhece. Ela esconde propositalmente, pois queria ser apenas uma lady brilhante, inofensiva e delicada para seu noivo. Isso só verão no mangá, então, sim, só conhecerão essa lady, de fato, pelo mangá. Seu sonho, no momento, é conseguir trazer o sorriso verdadeiro de seu noivo.


            Príncipe Soma Asman Kadar é de Bengala, na Índia. Junto de seu mordomo Agni, vai para Londres a procura de alguém. Lá, ele conhece Ciel e Sebastian em meio de alguns conflitos, o que os leva a ficarem amigos. Príncipe Soma tem 16 anos e embora tenha uma alta posição social, ele se porta como um verdadeiro moleque. Ele  é  ousado, egoísta, um pouco ingênuo, perspicaz, gosta culpar os outros pelos seus problemas, odeia ficar sozinho e um pouco infantil. Depois de conhecer Ciel, com as experiências que teve com ele, começou a amadurecer. Suas atitudes estão mais virtuosas. Decidiu trabalhar duro e ganhar as coisas com seu próprio mérito. É um bom amigo de Ciel, embora seja rejeitado por ele às vezes (ou sempre).   


            Bardroy, conhecido por Bard, é o chefe de cozinha da família Phantomhive, escolhido pessoalmente por Sebastian e Ciel.  Embora ele seja um chefe, a verdade é que, na maioria das vezes, seu trabalho se resulta em explosões, já que ele era um soldado de guerra e usa formas peculiares de cozinhar.  Como pode ver, ele não é só um chefe. Faz parte do exército pessoal que protege o seu mestre, conde Ciel, ao qual ele é muito leal.


            Mey-Rin é empregada da  família Phantomhive, também escolhida pessoalmente pelo Sebastian e Ciel.  Ela tem problema de visão, chamado de hipermetropia gravíssima. Não consegue enxergar muito bem de perto, entretanto, enxerga perfeitamente à longa distância. Mey-Rin também tem dupla personalidade: quando ela está usando os óculos, se torna uma mulher bem estúpida, desastrada, está sempre quebrando as coisas na mansão; quando está sem os óculos, assume uma personalidade bem oposta, conseguindo proteger a mansão. Essa empregada antes trabalhava como assassina do submundo. É ótima atiradora, então hoje faz parte do exército particular do conde Ciel. É muito fiel a ele e tem uma paixãozinha pelo Sebastian ( quem não?).


            Finnian é mais conhecido como Finny. É o jardineiro dos Phantomhive. Esse rapaz, que vive de forma radiante na mansão, é ingênuo e fica muito triste diante de coisas imorais. É causador de problemas, às vezes, por causa de sua força excessiva. Costumava viver em um laboratório de pesquisas sem sequer ver a luz do dia, sendo cobaia de experimentos em que acabou ganhando uma força sobre-humana. Acolhido por Ciel, que lhe deu um nome e uma vida que sempre sonhou (liberdade), tem seu mestre como seu salvador. Então, tem muito apreço por Ciel. É muito fiel e está sempre ansiando por  protegê-lo. Um dos meus personagens favoritos.


            Tanaka é o antigo mordomo da casa antiga dos Phantomhive, que servia ao pai de Ciel. No atentando à casa de seu mestre, ele foi ferido severamente. Mesmo sendo idoso e fique sempre quietinho no canto dele, nas horas necessárias ele assume uma postura de mordomo e manda a ver. Ele é tipo aqueles sábios que, em horas críticas, até mesmo o Sebastian pergunta a opinião dele. Ele também tem ótimas habilidades e é muito fiel ao conde Ciel.


            Undertaker é um funerário e ex-anjo da morte que está sempre dando risadinhas sinistras e aprontando todas pelas costas alheias. Sendo diretor de uma funerária do submundo, está sempre fornecendo informações para conde Ciel em troca de uma boa risada. Under tem uma aparência misteriosa e, embora no anime ele pareça ficar mais atuando em sua funerária, a verdade é que, nas histórias do mangá, ele está sempre envolvido com alguma coisa bizarra. Parece que era muito amigo do pai de Ciel e acredito que estamos todos curiosos para saber quem é, de fato, Under. O que ele realmente planeja fazer você só vê no mangá.


            Alois Trancy é o atual líder da família Trancy. Vive com seu mordomo e  seus empregados em uma grande mansão. Esse jovem, que aparece do nada na segunda temporada, é um rapaz que aparenta quase sempre estar alegre, entretanto, suas emoções são conturbadas, passando de entusiasmado para uma atitude totalmente agressiva de uma hora para outra. Está quase sempre implorando pela atenção de seu mordomo, por isso está sempre aprontando. Embora ele seja um personagem de personalidade difícil, a verdade é que é uma criança muito machucada, que perdeu seus pais muito novo e, junto de seu irmão, era escravo ignorado em uma aldeia.


Depois da  morte de seu irmão,  ele foi levado junto de outros garotos para a mansão da família Trancy, onde os garotos eram usados pelo dona casa como objetos sexuais. Alois, que na verdade se chama Jin, nessa época, acabou por ser desprezado pelo senhor Trancy, que o chamava de imundo por causa de seus olhos. Entretanto, mais tarde, cansado de viver dessa forma, resolve fazer um pacto com o demônio e, para provar o seu valor e ter certeza do que queria, ele seduziu o velho da casa e conseguiu tudo para si e depois fez um pacto com o demônio. A verdade é que tudo que Alois quer é ser amado. Achei muito triste a história dele.


            Claudes Faustus é um demônio-aranha que se tornou mordomo após selar um contrato com Alois. Ele mostrava ser bem equilibrado e tentava ser um bom mordomo, mas a verdade é que nem se comparava com a perfeição de Sebastian. Claudes se mostrava sempre indiferente aos caprichos de seu mestre, só dava devida atenção quando seu mestre estava  muito abalado com a falta de atenção. Então, ele dizia doces mentiras para acalmar o coraçãzinho dele. Eu não gosto desse cara, porque ele é um cretino desleal. Pronto, falei.  Não vou falar mais nada, para não estragar o meu dia.
            Esses dois últimos personagens são da segunda temporada e  não fazem parte da obra original, junto de mais alguns personagens, como Hannah Annafellows, que atua como empregada da casa dos Trancy e os trigêmeos. Só que, na primeira temporada, tem alguns personagens não existentes, pelo menos não até agora, como cachorro Pluto, Angela Blanc e mais alguns. Alguns personagens acabei nem falando, porque, talvez, se eu falasse, seria difícil não dizer além do que eu devia ou só fiquei com preguiça mesmo de falar deles, como a Angelina Dalles, tia de Ciel, conhecida por Madam Red e Lau, um chinês comerciante. Tem alguns outros personagens muito legais no mangá, que também não falei, embora quisesse.

            Muitas cabeças ainda irão rolar nesse enredo. Estou muito empolgada com o que está por vir. Cada dia estou gostando mais do mangá. E o anime, assistam e apreciem. Não leiam o mangá antes de ver o anime, pois pode dar um choque de diferença e vocês talvez não gostem tanto do anime. Pelo menos, se fosse eu, seria dessa forma. Eu indico ambos. Gostei bastante, embora meu favorito vai ser sempre o mangá. O live-action eu não gostei muito, mas é assistível. E aí? Já assistiram? Já leram? O que acharam?? Qual o seu personagem favorito?

Gênero:   Ficção histórica,  humor negro, ação, Aventura, fantasia, suspense
Autor: Yana Toboso

Mangá:   23 Volumes ( em andamento)

Anime:   3 Temporadas , 46 episódios + ovas + 1 Filme

Live-action:  1  

1 comentários:

  1. Oiii, td bem? :)
    Caramba, 5 anos que vc viu já, deve ter sido por ai ou até um tempo antes que eu conheci esse anime, TODAS otomes do meu circulo de amizade amavam o Seb e falavam desse anime o tempo todo, já foi o anime da moda por um bom tempo
    É um anime bem feito e com um estilo bem legal e diferente ♥ Falta só um empurrãozinho para eu ver todo, mas esse seu post me deixou mais empolgada para assistir :)
    O povo fica falando mt no Sebastian e as vezes só nele, mas tem outros personagens tão interessantes quanto

    https://shyandbrave.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir