Dear Mine

           

             Kyaaa!!! Eu sempre caio de amores todas as vezes que leio esse mangá mais adorável, que me faz contorcer de vontade de colocar os personagens em um potinho.  Esse mangá tem uma ilustração não muito boa, mas contém uma historinha que é a coisa mais fofinha do planeta Terra. É mais uma daquelas historinhas de casamento arranjado e, embora os personagens ainda estejam entre infância e adolescência, ainda é romance de Oneesan. Ultimamente, anda aparecendo muitas histórias como essa, em que  a garota é mais velha e o garoto mais novinho.
            A história envolve uma adolescente, que leva uma vida humilde junto de sua mãe, após o falecimento de seu pai. Mesmo assim, ela não se deixa abater e vive alegremente, fazendo tudo o que pode. Depois de um dia de escola, ao voltar para casa, descobre que seu apartamento está vazio e sua mãe havia se mudado sem dizer nada a ela. Um motorista, em um carro de luxo, veio buscá-la e levar onde sua mãe se encontrava. Chegando no local de destino, fica encantada com uma mansão gigante e luxuosa, e começa a escutar alguns detalhes do motivo de estar ali. O dono da firma onde a mãe dela trabalhava havia fugido com todo o dinheiro e deixado uma dívida enorme no nome da mãe dela, que tinha emprestado seu nome para ajudar a empresa.
            Então, sem condição alguma de pagar, o atual presidente, em nome de um acordo do passado que a mãe dela havia feito com o antigo presidente para quem trabalhava, pagou todas as dívidas em troca de formalizar o noivado de sua filha e o filho, que agora é o atual presidente. Sem conseguir dizer nada, fica totalmente chocada quando o seu noivo apresentado é uma criança de 10 anos, que já havia visto algumas vezes em alguma situação mais cedo. Totalmente irritada com sua mãe tomando atitudes sem sequer conversar antes, ela diz que não seria possível ela estar num noivado com alguém que ela não tem sentimento, ou melhor, ela era muito nova para pensar em tal relacionamento, ainda mais com uma criança. E agora? O que ela vai fazer?

            Satoko Kurata é uma garota alegre, vivaz, prestativa e muito doméstica. Por causa das dificuldades depois da morte de seu pai, aprendeu a ser uma garota econômica e que tenta controlar o máximo possível, tudo para que sua mãe tenha uma vida confortável, já que da tão duro no trabalho para sustentar as duas. Quando descobriu que estava noiva, ela tinha uma quedinha por um colega de sala, o que logo virou um coração quebrado. Não achando formas de sair daquilo, com um dívida tão absurda para lidar, ela acabou por começar a tentar a viver ali. Pouco a pouco, ela passou a querer estar ao lado daquela criança. Não como mulher, mas vê-lo ali, tão solitário, dando duro como se fosse um adulto, e, apesar da idade, nunca havia sido criança de verdade, a fez querer estar ali para dar luz a ele um pouquinho.

“Qualquer coisa que for fazer, faça isso com a cabeça erguida, imponentemente.”
            Fuuma Wakudera, um garoto de 10 anos, presidente de uma grande empresa, embora seja uma criança na idade e no físico. Na verdade, por dentro, é um homem maduro e inteligente. Já se formou na escola e, embora alguns familiares contorçam o nariz por ele ser uma criança que comanda uma empresa, ele tem sido combatível e está preparado para enfrentar tudo. Vocês podem se perguntar o porquê uma criança, que devia ainda estar brincado, já tem uma cabeça de adulto. Sua mãe, que veio de uma família humilde, sofreu muito preconceito dos outros parentes da família Wakudera por ela não ter status algum. Deixando isso subir à sua cabeça, uma vez que seu filho nasceu, o forçou a ser o melhor em tudo, e assim é o nosso Fuuma. Um rapazinho que odeia ser tratado como criança, principalmente por sua noiva, a quem já ama há muito tempo, antes mesmo do que ela imagina.


“Idade e aparência não são importantes, mas sim o amor que ofereço a ela. Nunca acontecerá nada se eu não acreditar em mim mesmo!"
            Achei tão fofo como a relação deles ia se desenvolvendo. Aos poucos, ele foi conquistando o coração de sua amada. Primeiro, conquistou o respeito, depois a amizade, e, por fim, a conquistou como mulher, ao ponto dela dizer: “eu quero ficar com você mais do que quando nós começamos.”. Fuuma se sentia inseguro, mesmo ela dizendo coisas como essa, pois ela nunca havia afirmado que de fato gostava dele como homem, apesar de tudo. Sua cara ficava furiosa de quando alguém a destratava, no caso os parentes arrogantes e ficava enciumado quando um homem se aproximava. Até mesmo disse que não via a hora de crescer logo e podê-la abraçar. Toda vez que esse casal fazia uma coisa fofa, dava vontade de entrar na história e esmagá-los com um abraço de urso.


            Ah.... pode pensar o que quiser. Acho tão fofa esse tipo de história! Tem um anime e mangá que segue esse curso de um noivado entre uma garota mais velha com um garotinho bem mais novo. Ano que vem, venho falar dessa história, porque é uma das minhas favoritas. Meu coração fica derretidinho toda vez que assisto. Amo o Fuuma, principalmente seus olhos. A forma que ele se expressa me encantou muito. Fico imaginado que, quando for adulto, vai ser de tirar o fôlego. A Satoko que se cuide. O final foi um amor, mas não custava nada nos mostrar eles adultos e casados né???? (Choro).

            Então, é isso. Eu superindico essa historinha, que é um amorzinho. Amo demais por causa da pureza e por causa da fofura. Enfim, é muito amorzinho para o meu kokoro aguentar tanto amor...Leiam, ok???  

Gênero:   Romance, Drama, shoujo
Autor: Takao Shigeru

Mangá: 4 Volumes

Onde ler: 

1 comentários: