Dame na Watashi ni Koishite Kudasai


      

       Quando encontrei esse mangá, fiquei muito empolgada, pois pensei que tratava-se de uma história de amor muito interessante. Depois de muitos anos, ele chegou ao final e eu, finalmente, resolvi ler tudo de uma vez. Tinha altas expectativas a respeito desse mangá, mas o terminei com sentimentos profundos de frustração, por causa desfecho muito sem graça. É incrível como um autor pode estragar uma obra inteira quando o final é ruim. Porém, nem tudo está perdido. Já que a história é bem interessante e madura, pode ser que vocês gostem, diferentemente de mim. Então, não desistam ainda de conhecê-lo.


            O mangá foi lançado, no Japão, em 2013. Tem uma ilustração bonita, um teor muito interessante e personagens cativantes. Teve também uma adaptação do mangá em um dorama, lançado em 2016. Outro motivo para minha frustração estar aflorada é que não encontrei em lugar algum para assistir. Dei uma olhada no trailer e parece muito bom. Meio que de relance, achei que os atores se encaixam muito bem aos personagens. Não sei como a história corre, mas tenho um pouco mais de fé que o final seja satisfatório. No entanto, não encontrei nem para assistir sem legenda. Se alguém souber, por favor, me avise. Estou para ter um treco de tão frustrada que estou.
            A história gira em torno de uma solteirona de 29 anos, que nunca namorou. Agora, ela está postando tudo que tem, literalmente, em um romance com um jovem universitário. Então, tem se privado de várias coisas e gastado até o que não tem para mantê-lo feliz. Contudo, agora ela está desempregada e tem corrido para todos os lados para encontrar um novo trabalho, antes que morra de fome e perca seu interesse amoroso. Ela acaba descobrindo que o rapaz não tem qualquer interesse amoroso por ela. No fundo do poço, literalmente, ela tem feito várias entrevistas fracassadas e tendo que comer, durante dias, apenas repolho, em meio ao desespero. Ela acaba encontrando seu ex-chefe, que, ao seu ver, era um verdadeiro demônio, que fez sua vida um inferno, por isso o odiava do fundo do coração. Entretanto, ao ver a situação caótica da moça, ele resolve dar uma força e a contrata para trabalhar em seu café, até que consiga um trabalho para sobreviver. Ela aceitará a gentileza desse homem tão odiável? Ela continuará sendo a trouxa que dá dinheiro para homens mais novos? Ela finalmente encontrará um amor, antes de completar 30 anos?


            Michiko Shibata é uma mulher de 29 anos. Saiu do interior em busca de novos ares, na ilusão de encontrar um amor. Contudo, tudo que conseguiu foi trabalhar até ficar velha, esquecendo totalmente de se ligar a algum romance. Ela tem uma beleza comum. É desleixada consigo mesma, porque fica gastando dinheiro com homens jovens. Michiko é uma mulher mais forte do que esperamos. É dedicada, amigável e ingênua. Nós a vimos ser humilhada e massacrada, mas, ainda assim, não se deixou cair em completa escuridão. Então, é uma coisa a ser admirada, com toda a certeza, porque se fosse eu no lugar dela, não suportaria tudo isso. Várias vezes foi tratada como mulher inútil. Jogavam na sua cara que ela era muito velha, até para encontrar um emprego. Foi pura humilhação, por causa de sua idade. Acho-a meio frígida em relação ao amor, e a maior trouxa, ao mesmo tempo. Porém, é uma mulher forte, então bato palmas por ela suportar tudo isso e não cair em depressão, mas continuar lutando.


            Ayumu Kurosawa é o ex-chefe de Michiko. Ele é um homem atraente, inteligente, rigoroso e atencioso. As pessoas que o conhecem de forma superficial têm uma ideia errada, por ele ser rigoroso. Quem o conhece de perto sabe o quanto ele é bondoso, gentil e muito atencioso. Na verdade, tem um grande coração, sempre pronto a ajudar quem precisa. Depois da empresa onde trabalhava com a Michiko falir, ele conseguiu duas boas vagas de emprego, mas desistiu para cuidar do restaurante e café de sua avó, que estava doente. Para ele, aquele lugar era muito importante, e sempre ansiou por cuidar dele.  Quando mais novo, ele se rebelou contra seu pai e virou um delinquente, mas não igual ao que vemos por aí. Ele ajudava as pessoas, salvou muitas e, até hoje, tem muitas que o respeitam e o seguem fielmente. Ayumu tinha uma namorada que terminou com ele, depois dele decidir trabalhar no café. Ele não ligou muito, já que, na verdade, sempre gostou de outra mulher.


            Quando encontrou Michiko em uma situação lamentável, em que estava passando fome e, além de tudo, era visível que estava sendo enganada pelo seu crush, resolve lhe dar uma mão, lhe dando emprego com direito a moradia e comida de graça, até que encontrasse um emprego decente. Apesar dela o odiar muito e dizer várias vezes, na cara dele, o quanto ele era demoníaco, com o tempo, a mesma viu o quanto ele era uma boa pessoa. Além de ajuda-la com trabalho, comida e moradia, ele a ajudou como pessoa, abrindo seus olhos para parar de ser trouxa e a ensinando a gostar mais dela mesma. Dentro disso tudo, ele adorava provocá-la, jogando na cara dela que já era uma velha solteirona. Entre muitas vezes em que ele lhe estendeu a mão, ela começou a gostar dele, embora não admitisse. Por saber que já tinha alguém imbatível em seu coração, achou melhor não ir a fundo nesses sentimentos. Só mais tarde ela percebeu que o amava e que não queria mais ninguém que não fosse ele. Já Ayumu, acho-o meio frio também, em questão de romance, mas bem fofo quando começou a demonstrar interesse por ela, apesar de não admitir nem para si mesmo.


            Daichi Mogami é um rapaz bonito, dedicado e muito fofo. Acabou se apaixonando por Michiko, depois de ver o quanto é uma menina trabalhadora. Ele ama o que faz, é muito honesto e trabalhador. Chamou-a para sair e, não demorando muito, a pediu em namoro, com a intenção de casar. O relacionamento deles estava indo bem. Ele era muito fofo mesmo, dava vontade de pôr no potinho, mas a Michiko, que estava com trauma de ser enganada, acabou confundido algumas ações e o magoou. Talvez a culpa seja, um pouco, do Ayumu, porque ficava brincando, dizendo que era um golpista. Daichi chegou até a pedi-la em casamento. Da para ver o quanto ele era sincero.


            Akira Ikushima é a ex-namorada de Ayumu. Ela é uma mulher bonita e ousada.  Quando ele decidiu cuidar do café, ela bateu de frente com ele. Chegou a ser agressiva e até mesmo a quebrar pratos, dizendo para ele voltar para casa e desistir. Viveram 8 anos juntos, mas ela mesmo disse que nunca foi amada, já que seu coração sempre foi da bendita mulher, a qual odeia muito. Akira, praticamente, os obrigou a namorar, ameaçando que se mataria se ele não aceitasse. Desde então, ficaram amarrados um ao outro. Depois de madura, lhe deu a escolha de terminar. Sem dó e piedade, foi o que ele fez. Cada um seguiu sua vida, mas Akira acabou ficando muito amiga de Michiko e a ajudou em várias situações. Mais tarde, ela acaba abusando da inocência do Daichi.
            Esse mangá tem uma história bem madura, pé no chão, mas um romance bem morno.  Não gostei do final, pois me desapontou bastante. Não é ruim. Tenho certeza que, se vocês gostam de romances pé no chão, gostarão desse, mesmo que fiquem tão frustrados quanto eu com o final. Espero que gostem.


Gênero:     Romance, Josie, Comedia, Drama 
Autor:   Nakahara  Aya
Mangá:    10 Volumes
Dorama:    10 Episódios 

0 comentário

Postar um comentário